O Que Você Está Perdendo Quando Não Mastiga Direito: Os 5 Benefícios da Mastigação Bem Feita

mastigação (2)

Não sei se você já reparou, mas é bem comum a gente receber um monte de avisos e recomendações sobre o que fazer – mas quase nunca sobre como fazer.

Porém, muitas vezes o como é tão importante quanto o quê. E na dica rápida de hoje vamos falar sobre algo que certamente todos fazemos todos os dias: mastigar os alimentos.

Como vocês podem imaginar, hoje em dia o que não faltam são milhares e milhares de sugestões de dietas e modos de alimentação: o que comer, o que não comer, quando comer… mas um detalhe frequentemente posto de lado é como comer.

Pois saiba que mastigar bem os alimentos só traz benefícios a sua dieta, e pode ser de grande valia para atingir sua meta o quanto antes – seja ela emagrecer ou ganhar massa muscular.

Abaixo, confira alguns dos benefícios de se mastigar mais, e comece a colher os frutos dessa mudança já em sua próxima refeição!

1. Maior absorção de nutrientes e energia dos alimentos

A mastigação quebra os pedaços de alimento em pedaços menores, que são mais facilmente digeridos. Com isso, seus intestinos também absorvem mais facilmente os nutrientes das partículas de comida que por lá passarem.

2. Manutenção do seu peso dentro de certos limites

mastigação (1)

Quanto mais tempo você mastigar, mais tempo levará para terminar sua refeição, e pesquisas indicam que comer mais lentamente auxilia no controle do tamanho das porções, o que ajuda a regular seu peso.

O mecanismo funciona porque seu cérebro necessita de um tempo (geralmente cerca de 20 minutos) para “avisar” seu estômago de que você está satisfeito.

E é por esse motivo que as pessoas afirmam se sentir mais cheias depois de refeições em que mastigaram vagarosamente e comeram com mais calma.

E, ainda por cima, isso fez com que consumissem cerca de 10% menos calorias nessas refeições, comparado com as que fizeram com pressa.

3. Manter a comida mais tempo em contato com a saliva

A saliva contém enzimas digestivas, então, quanto mais tempo você mastigar, mais tempo essas enzimas terão para começar a digerir sua comida, facilitando o trabalho do seu estômago e intestino delgado.

4. Reduz o risco de superpopulação bacteriana

Como a mastigação quebra a comida em pedaços menores, causa a diminuição do risco de superpopulação bacteriana no colo, o que pode levar a indigestão, sensação de estufamento, e constipação.

5. Aproveitar o sabor e textura dos alimentos

Se você come com pressa, sem mastigar, você não consegue realmente aproveitar os sabores, aromas e texturas da comida. Quando, por outro lado, consegue mastigar adequadamente, é mais fácil saborear cada mordida, perceber os condimentos e sutilezas, e realmente desfrutar de tudo o que os alimentos têm a oferecer – o que, no fim das contas, leva a uma relação mais saudável com a alimentação.

mastigação (3)

E, agora, o Senhor Tanquinho vai experimentar algo diferente neste post: conforme sugestões recebidas por e-mail, queremos deixar aqui abaixo links para algumas das pesquisas utilizadas na elaboração deste artigo.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21775556

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21316411

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10714385

http://ajcn.nutrition.org/content/early/2011/07/20/ajcn.111.015164.abstract

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18589027