Andreia: “Como Eu Venci Com Low-Carb”

Andreia – FACETHUMB

A história de superação de hoje é da Andreia Cambez.

A Andreia pesava 125kg e estava muito infeliz com seu peso. Sendo que sua maior dificuldade com as dietas tradicionais era ficar passando fome.

Ela descobriu o mundo das dietas low-carb e experimentou diversas abordagens (Dieta dos 31 dias, Dieta Atkins, etc) até que se encontrou numa dieta “95% paleo low-carb”.

Ao longo dessa jornada, ela perdeu METADE do seu peso corporal – e hoje em dia está com 62,5kg. (Tanto que ela brinca no texto: “metade de mim se foi”.)

Continue lendo para acompanhar essa incrível história e se motivar também.

Com a palavra, Andreia.

A Jornada Da Andreia

Andreia 1.1

Comecei esta minha mudança em 6 de junho de 2013, com 125kg.

Iniciei minha jornada com a Dieta dos 31 dias, da Dra. Ágata Roquete.

Nesta altura aprendi que para emagrecer não era preciso passar fome.

E que na verdade o truque estava mesmo em comer os alimentos permitidos (que eram muitos) e prestar atenção aos acompanhamentos: nada de massas, trigo, arroz…

>>> Relacionado: baixe grátis aqui a lista de alimentos permitidos numa dieta low-carb

Por outro lado, eu podia comer cozidos, sopas, grelhados, e tudo aquilo que estivesse nos alimentos permitidos e que me apetecesse – e na quantidade que eu quisesse.

E eu enchia sempre o prato, pois se havia uma coisa que eu não queria era ter fome.

Nesse momento, a Coca-Cola Zero e as gelatinas foram minhas aliadas.

E, com tudo isso, as mudanças foram surgindo.

Pois comecei a ler, pesquisar e me interessar pelo assunto.

Até que descobri a dieta de Atkins, que prometia emagrecer mesmo comendo gordura (saudável, é claro).

Então pensei: isto vai contra tudo o que eu aprendi e ouvi até hoje.

Afinal, sempre fomos bombardeados com a ideia de que a gordura é a vilã.

E, se já estava gostando da alimentação que fazia, foi aí que pensei: eu quero fazer isto para a vida toda!

Por isso é importante sempre inventar e experimentar na culinária, para não enjoarmos de comer sempre as mesmas coisas.

Quando me dei conta, já estava com um pé no estilo de vida Paleo: já não consumia as tais coca-colas, as gelatinas, e tudo o que comia era praticamente 95% natural, comida de verdade.

Foi então que comece a pesquisar mais a fundo sobre que era o “estilo Paleo”.

Foi necessário apenas fazer certos ajustes na alimentação que eu já estava seguindo para chegar numa dieta paleo “oficial”, que é o que sigo hoje, há mais de um ano e meio. :)

Andreia 2.2

Na verdade, vejo-me fazendo esta alimentação por toda a vida, até ser bem velhinha.

Pois, além de gostar, é muito saudável – e os benefícios de saúde não têm preço!

Se há uns anos alguém me dissesse que eu deixaria de comer açúcar, farinhas e outras coisas, eu iria pensar “tá louco!”.

Mas a verdade é que a mentalidade muda.

E, com ela, vem a vontade de ser saudável também!

Hoje em dia, o que antes era parte da minha “vida” (pois eu não vivia sem aquilo), agora não faz mais sentido.

E muita gente me pergunta se saio da rotina.

Sim, claro, mas esporadicamente, porque não sinto falta de nada.

Quando bate vontade de alguma coisa, faço as minhas versões Paleo da receita, o que me deixa muito satisfeita.

O que ainda me faz deixar a paleo de lado de vez em quando é sushi.

Mas nesse caso, eu como sem culpa e sem stress.

E isso é um processo natural, porque logo volto a minha rotina. :)

A chave para o sucesso eu não tenho, porque isso é algo que tem que partir de dentro de nós.

Temos que ter força de vontade, vontade de vencer e vontade de mover montanhas.

Temos que acreditar, porque tudo nesta vida é possível: basta querermos!

Com isto posso dizer que metade de mim foi-se: hoje estou com 62,5kg – exatamente metade do peso que tinha quando comecei.

E isto só foi possível porque a minha alimentação é low-carb, caso contrário não sei se já teria chegado até aqui.


dieta cetogênica: variações, lista de alimentos permitidos e proibidos e cardápio para dieta do cetônico

A Andreia venceu a luta contra o peso de uma vez por todas com o auxílio de uma dieta low-carb.

Nesse processo, além de reduzir os carboidratos, ela conseguiu abandonar itens super processados como as gelatinas industrializadas e os refrigerantes, baseando sua alimentação em alimentos mais naturais e pouco processados.

Descobrindo tantas receitas gostosas low-carb, a Andreia agora espalha suas invenções na cozinha em seu blog Maravilhas na Cozinha.

(Ela inclusive fez uma versão do nosso famoso Pão low-carb PLOC  e adorou: “Sério, experimentem – é um espanto”.)

Você viu na foto acima que a Andreia conseguiu eliminar metade do seu peso corporal apenas mudando sua alimentação.

Esperamos que essa história sirva para te inspirar a ir atrás dos seus sonhos de uma vida saudável e feliz.

Porque sim: eles são possíveis.

E, para terminar, eu quero te fazer dois pedidos.

O primeiro pedido é para você que já tem uma história para contar.

Se você quiser compartilhar essa história com outras pessoas e ajudá-las a ter sucesso também, mande seu relato para [email protected] que publicaremos aqui com o maior prazer. :)

E o segundo é que, mesmo que você ainda não tenha uma história própria, você também pode ajudar pessoas queridas a mudar de vida.

Para isso, basta compartilhar este texto.

Porque muitas vezes o simples ato de mostrarmos para alguém que existe um caminho possível já ajuda a pessoa a se inspirar e ter forças para vencer.

E ajudar as pessoas a encontrarem seu caminho e reconquistarem sua saúde é a nossa missão aqui no Senhor Tanquinho.

Forte abraço!


*Os resultados obtidos pela Andreia são particulares dela e podem variar de pessoa para pessoa.

  • Boa noite Alex!

    Farinha de alfarroba é paleo, comida de verdade, mas não é Low Carb :(

    Uma substituição acessível a farinha de trigo é a farinha de linhaça e a farinha de coco (tem lugares onde essa é mais cara, mas de modo geral da pra se encontrar por até R$30 o quilo)

    Espero ter ajudado!

  • Possui Cerca de 50g de carboidratos líquidos a cada 100g

    Não é uma opção Low Carb

    abraços!

  • Oi Alex!

    Em uma fase de manutenção eu até diria que o farelo de aveia pode entrar com moderação

    Mas quando se quer perder peso de maneira mais rápida o ideal é evitar mesmo

    Abraços!