Yse Marques: Como Perder 30 kg Em 6 Meses Com A Dieta Low-Carb

Yse – FACETHUMB

A história de inspiração de hoje é a da Yse, uma gaúcha simpática que teve muito sucesso em uma dieta low-carb.

Conforme você vai ler nos próximos minutos, a Yse lutou com o peso desde a adolescência, tendo tomado até mesmo remédios para emagrecer.

Mas, assim como muitas pessoas, após suspender o uso deles, ela recuperou todo o peso – e mais um pouco.

E foi apenas após conhecer um estilo de vida mais low-carb (primeiramente por meio de vídeos no YouTube) que ela conseguiu eliminar 30 kg já nos primeiros 6 meses – e considera que agora tem “uma nova vida”.

Mas vamos deixar a Yse contar em suas próprias palavras.


Com Vocês, A Yse Marques

Olá, sou a Yse, uma gaúcha que pesava 102Kg – mesmo medindo apenas 1,56 m.

É com muita felicidade e um imenso prazer que venho hoje compartilhar minha história com vocês.

Diferente de muitas outras pessoas, eu não passei a infância sendo uma criança gorda – eu tinha um peso normal.

Porém, depois da primeira menstruação, meu corpo se desenvolveu, e passei a perceber que, quando não me cuidava, acabava ganhando alguns quilos… mas nada de mais.

Sempre fui muito ansiosa e descontava tudo na comida, felicidades, tristezas, frustrações…

Fiz todas as dietas possíveis, e até tomei alguns remédios para perder peso ao longo da minha adolescência.

Aos 18 anos, perdi 16 kg ao longo de 3 meses tomando ‘Sibutramina' – e, quando, parei engordei 20 kg logo de cara!

Depois disso, as coisas pioraram e coloquei na minha cabeça que precisava me aceitar do jeito que eu era – e confesso que lidava muito bem com o fato de não fazer parte dos padrões impostos pela sociedade.

Em 2013, me encontrava depressiva, sem vaidade alguma, e me escondendo em casa para que as pessoas não me vissem com 93 quilos.

Para 1,56 m de altura isso já era peso demais.

Aconselhada pelos meus pais, saí em busca de informações para fazer uma cirurgia bariátrica, a famosa redução de estômago – uma história que conto em um dos meus vídeos lá no meu canal do YouTube.

Mas depois de fazer todos os exames e constatar que eu não tinha nenhuma doença, o médico me disse que meu convênio não cobriria a cirurgia.

Pois minha obesidade ainda não era mórbida.

Ou seja, eu precisava ser doente ou engordar ainda mais para conseguir operar.

Decidi que, ao invés de engordar mais, seria bem mais lógico tentar emagrecer.

Mas não conseguia baixar mais do que 5Kg, mesmo com muito esforço.

Acabava sempre me desmotivando, assim como acontece com a maioria das pessoas que tentam emagrecer de forma milagrosa.

Eu queria isso para AGORA!

Queria dormir gorda e acordar magra – e quem não quer?

Me mantive entre 87 kg e 93 kg por bastante tempo, até meados de 2014.

Yse 3

Foi quando conheci meu namorado (também gordinho), e decidimos morar juntos.

Fomos morar na cidade dele, e foi um período difícil para mim.

Pois eu não conhecia praticamente ninguém lá, e nem tinha clientes (sou maquiadora).

Assim, acabei me entregando à compulsão, justamente por ficar só em casa.

Em um ano, engordamos mais de 10 kg cada um!

Até porque lanches, barras de chocolate e refrigerantes eram parte de nossa rotina diária nessa época.

Tomei um choque quando descobri que estava pesando 102 kg em outubro de 2016.

Sabia que precisava fazer algo, mas o quê? Por onde começar? Quem poderia me ajudar?

Foi então que comecei pesquisar sobre médicos que pudessem me atender, e o pensamento que não saía da minha cabeça era:

Como fui deixar chegar a esse ponto?

Eu tinha certeza de que não conseguiria sozinha, precisava de algum apoio, remédios, cirurgias…

Um dia entre minhas pesquisas encontrei algo na internet que falava sobre baixo consumo de carboidratos, sobre uma dieta que não te deixava passar fome, sobre comida de verdade

E, mesmo sem entender absolutamente nada, fui me interessando e buscando mais informações a respeito..

No mesmo dia, falei sobre o que tinha descoberto para meu namorado.

E ele, mesmo um tanto desacreditado (pois sempre ria das minhas dietas), aceitou ver alguns vídeos a respeito – pois estava vendo o tamanho do meu desespero.

Foi então que tudo o que pesquisamos acabou nos convencendo, pois fazia sentido.

Por isso, decidimos tentar.

Nós não tínhamos mais nada a perder…

>>> Post Relacionado: Saiba como iniciar e triunfar em uma dieta low-carb

No dia seguinte, jogamos fora praticamente tudo que tínhamos em casa, e começamos a nos alimentar com a tal comida de verdade que vimos nos vídeos.

E você sabe o que aconteceu?

Yse 2

Cada um perdeu cerca de 5 quilos já na primeira semana!

Não tem como não se motivar com a low-carb, pois ela já te dá um resultado satisfatório nos primeiros dias.

E não foi nada fácil: pois tive praticamente todos os sintomas ruins do início da low-carb.

Porque minha alimentação anterior era baseada em doces, pão, arroz…

Ou seja, somente carboidratos ruins.

Mas, com os resultados que estava conseguindo, senti que valia a pena passar por aquelas dores no corpo, na cabeça, e também os enjôos.

Mesmo sofrendo, não desisti – pois sabia que era a minha chance!

Quando alcancei a perda de 15 kg no final de janeiro de 2017 (menos de 3 meses depois de começar na low-carb) decidi fazer um canal.

Porque muitas pessoas queriam saber do meu ‘segredo' – e penso que saúde não é algo que se deve esconder.

Eu prometi a mim mesma que ajudaria as pessoas, principalmente as que estão acima do peso.

Passei a usar as redes sociais para isso, tal qual o Roney e o Guilherme (que por sinal foram uma grande inspiração).

Hoje em dia, o meu canal está no ar.

Além dele, tenho uma fan page “Dieta Low-Carb da Yse“, onde posto dicas e motivação, e também um Instagram (@ysemarques) onde posto minha alimentação.

Já perdi 30 kg com a dieta low-carb.

E mesmo ainda não estando 100% satisfeita com meus resultados (pois, pela minha altura, ainda tenho peso para perder) me vejo como outra pessoa.

Yse 1

Estou muito mais disposta, vaidosa, e meu humor melhorou muito…

Nem cólica menstrual eu tenho mais!

Sou muito mais controlada, não tenho mais compulsão, escolho meus alimentos da melhor forma possível, e meu paladar mudou drasticamente.

Seguir a dieta Low-Carb foi um desafio, principalmente para alguém que não comia salada antes.

Mas hoje eu como comida de verdade e amo!

Os resultados são visíveis e me vejo muito mais feliz e realizada!

Agradeço a vocês do Senhor Tanquinho pela oportunidade de compartilhar a minha história.

Obrigada também por todo o incentivo e receitas maravilhosas que nos ajudam muito, principalmente quando pensamos em desistir.

Não é fácil, mas vale a pena cada segundo investido em novos hábitos.

De fato, é uma nova vida.

Yse Marques


Ficamos muito felizes de conhecer a história da Yse.

Porque nela pudemos ver sua determinação para estudar e seguir algo que fazia sentido, e também a determinação de entrar de cabeça nesse estilo de vida – inclusive jogando fora os alimentos que ela sabia que não eram bons para ela.

E as fotos dela mostram a diferença gritante entre antes e depois desse estilo alimentar.

Esperamos que a história dela sirva para te inspirar a ir atrás dos seus sonhos de uma vida saudável e feliz.

Porque sim: eles são possíveis.

E, para terminar, eu quero te fazer dois pedidos.

O primeiro pedido é para você que já tem uma história para contar.

Se você quiser compartilhar essa história com outras pessoas e ajudá-las a ter sucesso também, mande seu relato para [email protected] – que publicaremos aqui com o maior prazer. :)

E o segundo é que, mesmo que você ainda não tenha uma história própria, você também pode ajudar pessoas queridas a mudar de vida.

Para isso, basta compartilhar este texto.

Porque muitas vezes o simples ato de mostrarmos para alguém que existe um caminho possível já ajuda a pessoa a se inspirar e ter forças para vencer.

E ajudar as pessoas a encontrarem seu caminho e reconquistarem sua saúde é a nossa missão aqui no Senhor Tanquinho.

Forte abraço!