Como Emagreci 12 kg e Recuperei Minha Saúde Mudando A Alimentação

Cíntia – FACETHUMBEste é um post em que a nossa leitora Cíntia vai contar um pouco sobre a jornada dela na dieta low-carb

Ficamos muito felizes em receber emails e comentários em que as pessoas revelam como estão reconquistando sua saúde e até mesmo sua alegria de viver – por meio de mudanças simples na alimentação.

Esse é o caso da Cíntia: ela nunca chegou a ser obesa, porém seu corpo todo dava sinais de que o estilo de vida que ela levava não era sustentável.

Afinal de contas, ela sofreu com:

  • Asma,
  • Oscilações de pressão sanguínea,
  • Indisposição,
  • Ansiedade,
  • Gastrite,
  • Refluxo,
  • Colesterol elevado,

E muito mais.

Felizmente, ela se decidiu e se dedicou a seguir a dieta – mesmo nas festas de final de ano!

E os resultados não poderiam ser melhores :)

Essa é uma história incrível, que vale a pena ser contada.

Vamos conferir como foi essa jornada.

O Depoimento da Cíntia

Cíntia 1

Boa tarde meninos!

Vim oferecer meu depoimento de superação.

Tenho 24 anos e, com 20, comecei a sofrer com o bendito efeito sanfona.

Com 1,56m de altura, pesava 65kg.

Apesar de não chegar a ser obesa, fiquei muito doente: sofria com asma (subir no ônibus ou uma ladeira curta me causava faltas de ar terríveis), com a pressão sempre oscilante, com indisposição e com uma ansiedade que não era de mim – além de infecções urinárias recorrentes.

Jamais imaginei que isso advinha do tanto de porcaria que comia e do organismo já estafado de tudo isso.

Sofria com gastrite e com refluxo gastroesofágico, além de terríveis dores no peito por gases.

Passei com o médico e ele me recomendou uma reeducação alimentar, o que não me levou a lugar algum.

Tentei dieta dos pontos, dieta da sopa… tudo me dava as benditas azias e dores de gases, além do peso não diminuir muito.

Uma amiga comentou comigo da low carb e, em busca no google, conheci o Senhor Tanquinho… comecei a dieta em Novembro.

As pessoas diziam que nas festas eu não manteria a dieta, que não adiantava começar a dieta em Novembro, pra eu começar em Janeiro…

Porém a minha saúde GRITAVA por socorro.

Meu colesterol (mesmo pesando 65kg) estava nas alturas.

As azias e os gases eram constantes.

E a falta de ar era companheira dia e noite.

Decidi começar no dia 28/11/2016.

Cíntia 2

Mantenho-me firme e forte desde então.

Confesso que deslizes ocorreram, mas levantei a cabeça e me mantenho firme.

A low carb me eliminou 12kg em menos de 2 meses, acreditam?

Estou, hoje, pesando 52,9kg…

Nunca mais tive crises de asma, meu colesterol normalizou.

Azias? Não sei mais o que são.

A pressão estabilizou…

E o ego? Ah! Esse vai muito bem, obrigada.

Eu me manterei na low carb por saúde!

Porque aprendi com vocês que o bom mesmo não é uma pizza com massa de farinha – o bom mesmo é SER SAUDÁVEL!

Aprendi que o alimento me satisfaz no momento…

Mas que não sentir dores, e poder correr 5km sem ter os pulmões saltando pela boca é melhor do que qualquer barra de chocolate abarrotada de açúcar.

Obrigada, Senhor Tanquinho! Por me devolver SAÚDE!


Cíntia 3A Cíntia precisou encontrar uma maneira de ter sucesso na dieta low-carb por motivos de saúde – e provou que é totalmente possível mudar sua alimentação para melhorar sua disposição e receber elogios do médico.

Ela é um caso excelente que mostra como a busca por algum conforto no curto prazo (por exemplo, comendo um alimento que vai fazer mal a ela) pode acabar trazendo muito desconforto no longo prazo.

Ela é uma vencedora, que merece todos os elogios.

Tanto por ter ido atrás de pesquisar e estudar sobre alimentação, quanto por ter seguido firme mesmo nas festas de final de ano (um momento no qual as pessoas tendem a relaxar)…

E, claro, por ter escrito esse depoimento – e com isso poder ajudar outras pessoas que precisam se motivar para fazer mudanças importantes em suas vidas.

E você, tem uma história para contar?

É só mandar seu relato para [email protected] que publicaremos aqui com o maior prazer :)

E, se quer fazer igual a Cíntia e ajudar pessoas queridas a mudar de vida, compartilhe este texto.

Porque talvez você conheça alguém que sofre com os mesmos males que a Cíntia sofria.

E essa pessoa pode se beneficiar ao saber que existe um caminho alimentar – e bem gostoso! – que pode trazer os resultados que essa pessoa mais deseja.

Forte abraço!


*Os resultados obtidos pela Cíntia são particulares dela e podem variar de pessoa para pessoa.

  • Boa noite Rizzya!

    O mais indicado é que procure um médico para ver direitinho o que está acontecendo com você. Realmente isso não é normal.

    Recomendamos esses: profissionaislowcarb.blogspot.com

    Peço desculpas por não pode ajudar dessa vez :(

    Abraços e melhoras pra você