Dieta dos Pontos: a Original, a dos Vigilantes do Peso e Tabela de Pontos

dieta,pontos,dieta dos pontos,alfredo halpern,pro pontos,nova dieta dos pontos,entrevista


Atenção: apesar de explicarmos um pouco sobre a dieta dos Pontos, queremos deixar claro que não achamos que esse seja o melhor caminho para o emagrecimento saudável e não apoiamos essa abordagem.

Acreditamos que uma abordagem alimentar com restrição de carboidratos (low-carb) – com comida de verdade – seja muito mais saudável e apresente mais resultados. Clique aqui para saber mais.


Para tabela de alimentos e calculadora de pontos, clique aqui.

Para saber sobre as permissões de vinho, cerveja e demais bebidas alcoólicas dentro da dieta dos pontos, consulte esta excelente referência.

Hoje, abordaremos uma dieta que, devido a diferentes possíveis maneiras de implementação, pode ser considerada praticamente 3 dietas distintas: A dieta dos Pontos, a Nova Dieta dos Pontos, e a Dieta ProPontos – criada pelo grupo de dietas Vigilantes do Peso.

Apesar dessa divisão em três correntes diferentes, todas estão aqui reunidas por se basearem em um mesmo princípio: a atribuição de um valor numérico – os tais pontos – para os alimentos, e o controle da dieta baseado no controle do número de pontos ingeridos.

Sendo assim, a principal diferença entre as três variações da dieta é a forma com que cada uma delas atribui pontos para a comida.

Portanto, como as formas de contabilização de pontos são diversas, é importante que você consulte a tabela de pontos correta para o tipo de dieta de sua preferência.

Sem mais delongas, vamos explicar um pouco da história e do princípio por trás de cada uma das dietas dos pontos.

A Dieta dos Pontos Original – e Brasileira!

dieta,pontos,dieta dos pontos,alfredo halpern,pro pontos,nova dieta dos pontos,entrevista

A dieta dos Pontos original foi criada há mais de 30 anos pelo endocrinologista brasileiro Alfredo Halpern. Nesse simples sistema, ele advogava pela atribuição de pontos aos alimentos, fazendo a equivalência de 1 ponto = 3.6 kcal.

Baseado nisso, cada pessoa recebe uma cota de pontos que pode consumir por dia, e os alimentos são catalogados numa tabela, de acordo com seu teor calórico.

O próprio criador defende que o sistema auxilia, especialmente, no quesito motivacional: não é como se, um dia, saindo da dieta, você precisasse desistir porque ela foi um fracasso.

Mas sim que, nos dias seguintes, bastaria você consumir menos pontos, de modo a adequar seu consumo semanal, por exemplo. Vale pontuar que o conceito de dia do lixo jamais foi explorado nessa dieta, a ideia prevalente sempre foi a de moderação.

Para calcular o número de pontos permitido, você pode simplesmente baixar nossa exclusiva planilha de cálculo de pontos diários.

De brinde, você ainda ganha uma tabela completa, com a quantidade de pontos de diversos alimentos do seu dia-a-dia. Vale lembrar que ambos esses bônus são totalmente gratuitos.

muffin

Sendo assim, basta você consultar a tabela de pontos e anotá-los a cada refeição. Para facilitar sua vida, o aplicativo da Dieta e Saúde, conforme listamos aqui, traz uma tabela dentro de si, de modo que você pode tê-la acessível, a qualquer momento, no visor do seu celular.

A grande vantagem dessa dieta é que ela não é restritiva – isto é, virtualmente qualquer alimento é permitido, desde que em moderação.

Isso combina bem com as pessoas que não encaram bem restrições, um problema que já abordamos neste texto.

A grande desvantagem é o sistema relativamente rudimentar de conversão dos pontos: como a única métrica levada em conta é a quantidade de calorias, alimentos processados, ou com diferentes níveis de macronutrientes, saem como numericamente equivalentes aos seus equivalentes naturais.

Por exemplo, um produto light ou diet pode acabar parecendo a opção mais vantajosa apenas por conter menos calorias do que um alimento natural.

Ou ainda, uma fruta como a goji berry, que é considerada um superalimento, poderia parecer equivalente a um alimento obviamente pior para sua saúde.

A efeito de comparação: 100g de goji berry contêm cerca de 256 kcal, o mesmo que cerca de 67g de açúcar refinado puro! Portanto, vale sempre exercer a cautela e o bom-senso.

A Nova Dieta dos Pontos – Mexendo no Time

comer de 3 em 3 horas, emagrecer, dieta, saúde, comer de tres em tres horas mito, comer 3 em 3 horas mito ou verdade, metabolismo, mito, verdade, mentira, comer de tres em tres horas emagrece

Como foi dito no item anterior, a dieta dos pontos foi desenvolvida pelo Doutor Alfredo Halpern há mais de 30 anos.

Porém, é claro que a ciência evoluiu muito nessas últimas três décadas, especialmente na área da nutrição.

Sendo assim, o próprio Doutor Alfredo Halpern viu a necessidade de atualizar sua dieta dos pontos de acordo com alguns novos parâmetros.

Não mudou, fundamentalmente, a metodologia de conferir pontos aos alimentos e tabelá-los. Na verdade, que se alterou foi a adição de algumas regrinhas.

Por exemplo, agora, em vez de apenas contar pontos, o usuário deve se preocupar também com a quantidade de gorduras trans ingeridas – o máximo permitido é de 2g de gorduras trans por semana, embora recomende-se não ingerir nada de gordura trans, se possível.

No caso desta dieta, tanto a vantagem quanto a desvantagem permanecem as mesmas: a grande variedade de alimentos permitida (praticamente tudo), ao mesmo tempo em que não há um tipo de distinção clara entre esses alimentos.

Claro, ingerindo menos calorias do que se gasta, o emagrecimento ocorre… mas a que custo?

E é essa carência de distinção de macronutrientes que a dieta dos pontos dos vigilantes do peso – o sistema ProPontos – tenta solucionar.

Vigiando o Peso com a Dieta dos Pontos

dieta,pontos,dieta dos pontos,alfredo halpern,pro pontos,nova dieta dos pontos,entrevista

Essa modalidade de dieta dos pontos foi criada por um dos maiores grupos de dieta do mundo, o grupo dos Vigilantes do Peso.

Também conhecida por ProPontos, a proposta se concentra na ideia de atribuir pontos levando em consideração não só a quantidade de calorias de cada alimento, mas também sua quantidade de fibras, carboidratos, proteínas e gorduras totais.

O enfoque do programa é dado aos chamados “alimentos plenos”, isto é, alimentos cuja digestão leva mais tempo para ser concluída, aumentando a sensação de saciedade.

Basicamente, a ideia é comer até a saciedade, e não passar fome – nesse sentido, guarda bastantes semelhanças com a Dieta Slow Carb, por exemplo.

No entanto, ao contrário de apregoar um conjunto de 5 regras simples a serem seguidas, o programa ProPontos atribui a pontuação para os alimentos, além de sugerir receitas e incentivar a prática de atividades físicas (e a prática delas permite que você coma um pouquinho de pontos a mais, por exemplo).

Conclusão e Referências

food-healthy-meal-grain


Atenção: apesar de explicarmos um pouco sobre a dieta dos Pontos, queremos deixar claro que não achamos que esse seja o melhor caminho para o emagrecimento saudável e não apoiamos essa abordagem.

Acreditamos que uma abordagem low-carb – com comida de verdade – seja muito mais saudável e apresente mais resultados. Clique aqui para saber mais.


Neste artigo, examinamos as três principais dietas dos pontos, amplamente seguidas e que, há anos, trazem resultados a muitas pessoas.

Esperamos que essa pincelada sobre as diferenças e semelhanças entre essas dietas possa ter ajudado você a se interessar mais e a descobrir qual é a dieta que melhor se adapta a você.

Queremos aproveitar a ocasião e deixar alguns recursos para que você possa saber mais sobre a dieta dos pontos que mais lhe agradou.

Os recursos são (além de nossa tabela gratuita + calculadora para nossos leitores) uma indicação de um livro e de um site e o melhor.

Livros sobre a dieta dos Pontos do Doutor Alfredo Halpern:

1. A Dieta Que Sempre Funciona: Doutor Alfredo Halpern

dieta dos pontos - livro a dieta que sempre funciona2. Site: Vigilantes do Peso e o programa ProPontos:

http://www.vigilantesdopeso.com.br/comofunciona/programa/

Bônus: Entrevista com Doutor Alfredo Halpern no programa De Frente com Gabi: