Amendoim É Low-Carb? Quando E Quanto Amendoim Consumir Na Dieta Low-Carb Ou Cetogênica? E Ainda: Receitas Low-Carb Com Amendoim

Se você não é capaz de controlar a sua pasta de amendoim, não pode esperar controlar sua vida.”

Calvin, das famosas tirinhas Calvin E Haroldo (criadas por Bill Waterson).

O amendoim é um alimento delicioso — e que faz muitas pessoas perderem o controle.

Porém, será que consumi-lo é uma boa ideia para você?

Neste texto, vamos falar tudo sobre o amendoim, a pasta de amendoim, e a farinha de amendoim — 3 alimentos que causam muita polêmica.

Pois eles têm uma certa aura de saudável — ao mesmo tempo em que têm muitas gorduras e calorias.

Será que eles são uma boa opção para sua alimentação saudável?

Ao final deste texto, você saberá tudo sobre:

  • O amendoim e a pasta de amendoim são saudáveis?
  • Quantas calorias, proteínas, gorduras e carboidratos têm no amendoim?
  • O amendoim é um alimento permitido na dieta low-carb / cetogênica?
  • Quando comer amendoim é uma boa ou ótima ideia? Benefícios do amendoim,
  • Quais os perigos de se comer amendoim? Quem deveria evitar amendoim?,
  • Quanto amendoim comer por dia,
  • Como fazer sua própria pasta de amendoim caseira, e
  • Quais são as melhores receitas saudáveis com amendoim e pasta de amendoim.

Como você pode ver, este texto está super recheado — sendo que você pode receber novos artigos do site gratuitamente ao deixar seu email aqui.

(E também pode receber artigos grátis no aplicativo Telegram.)

Então vamos entender, nutricionalmente, o que é o amendoim.

Aproveite o frete grátis!

Conteúdo do post:

Amendoim É Low-Carb? Nutrientes Do Amendoim

Caso prefira o conteúdo em vídeo, basta apertar o play acima!

Procurando o amendoim em tabelas nutricionais — como a Tabela TACO, elaborada por pesquisadores da Unicamp, e que usamos como base para a nossa tabela de quantidades de carboidratos dos alimentos — obtemos as seguintes informações.

Temos, a cada 100g de amendoim cru:

  • Energia: 544kcal
  • Proteínas: 27,2g
  • Gorduras: 43,9g
  • Carboidratos totais: 20,3g
  • Fibras: 8g
  • Carboidratos Líquidos: 12,3g

Importante notar que os carboidratos líquidos são o total de carboidratos menos as fibras.

Sendo assim, podemos notar que o amendoim é um alimento, ao mesmo tempo:

  • relativamente baixo em carboidratos,
  • moderado em proteínas, e
  • alto em gorduras.

O que faz com ele seja um alimento completamente adequado, em termos de proporção dos nutrientes, para dietas low-carb ou cetogênicas.

Afinal, essas vertentes alimentares são justamente baixas em carboidratos, e proporcionalmente mais altas em gorduras — dietas Low-Carb, High-Fat.

Sendo que dois derivados bastante comuns do amendoim incluem a pasta de amendoim e a farinha de amendoim.

Para esses alimentos, temos os seguintes dados.

A cada 100g de pasta de amendoim:

  • Energia: 639kcal
  • Proteínas: 29g
  • Gorduras: 55g
  • Carboidratos totais: 17g
  • Fibras: 7g
  • Carboidratos Líquidos: 10g

No caso, estamos falando de pastas de amendoim feitas apenas com amendoim torrado e sal — e não daquelas excessivamente adoçadas.

(Se quiser aprender a fazer uma pasta de amendoim caseira docinha — porém sem açúcar — continue lendo este artigo.)

Dessa forma, como a pasta de amendoim é feita usando o amendoim torrado, ela também pode entrar no seu cardápio de dieta low-carb.

E, para 100g de farinha de amendoim:

  • Energia: 400-600kcal
  • Proteínas: 30g
  • Gorduras: 25-50g
  • Carboidratos totais: 35g
  • Fibras: 16g
  • Carboidratos Líquidos: 19g

Você pode notar, no caso da farinha de amendoim, que existe uma grande variação em termos do conteúdo calórico e de gorduras dela.

Isso porque várias ofertas comerciais de farinha de amendoim são parcialmente desengorduradas.

Na prática, isso faria com que os valores médios de proteínas e carboidratos a cada 100g também se alterassem.

No entanto, para mais adequadamente refletir que o teor de gorduras é a grande diferença entre as variedades de farinhas de amendoim, optamos por deixar valores médios de proteína e carboidratos totais.

De toda forma, a farinha de amendoim é uma farinha baixa em carboidratos, e por isso pode ser usada em receitas e preparações da dieta low-carb.

Resumindo: Tanto o amendoim quanto seus derivados mais comuns (pasta de amendoim e farinha de amendoim) são alimentos baixos em carboidratos.

A farinha de amendoim comercial muitas vezes é parcialmente desengordurada — o que faz com que ela seja menos caloricamente densa do que o amendoim.

Desengordurada ou não, ela continua sendo baixa em carboidratos.

Por isso, todos esses alimentos podem fazer parte da sua lista de compras low-carb.

Amendoim É Saudável? Por Que Comer Amendoim

Bom… Porque é delicioso!

Mas, além disso, o amendoim pode ser um alimento útil para sua estratégia alimentar.

Desde que você lide bem com ele (já vamos falar mais sobre isso.)

Pois, conforme vimos, o amendoim é um alimento que se encaixa facilmente em dietas cetogênicas.

Amendoim é prático

Além disso, ele ganha pontos por ser um alimento extremamente prático.

Pois, geralmente:

  • tem boa durabilidade,
  • não necessita de geladeira,
  • é fácil de encontrar (com porções de 30 gramas, por exemplo), e
  • não é financeiramente caro.

Por todos esses motivos, o amendoim acaba se tornando uma boa opção de lanche na dieta low-carb.

Sendo que existe um público que aprecia ainda mais o potencial do amendoim na dieta low-carb ou cetogênica.

São as pessoas vegetarianas e veganas.

Amendoim é um alimento low-carb vegetariano

Isso porque, numa dieta low-carb vegetariana, pode ser difícil obter uma ingestão adequada de proteínas e gorduras — e que seja também baixa em carboidratos.

(Este é um erro extremamente comum em dietas vegetarianas.)

Isso acontece porque são os alimentos de origem animal (como ovos, carnes, e laticínios) que costumam apresentar a combinação de proteínas e gorduras como maior fonte das calorias.

E é por isso que o amendoim e outras castanhas (amêndoas, macadâmias, castanhas do Pará, dentre outras) são opções interessantes para consumo ocasional em dietas low-carb vegetarianas.

Embora as oleaginosas não devam ser suas principais fontes de proteínas numa dieta cetogênica vegana.

Mas o amendoim é diferente das castanhas em dois aspectos.

O primeiro é botânico: pois, botanicamente, o amendoim não é uma oleaginosa.

(Ele é uma leguminosa como o feijão.)

E o segundo é econômico: pois o amendoim costuma ser muito mais em conta do que as oleaginosas.

Amendoim é barato

O amendoim costuma ser bem mais barato do que castanhas, amêndoas, e outros alimentos low-carb de perfil nutricional parecido.

Por exemplo, pesquisando na loja de ingredientes Tudo Low-Carb (que prima pela qualidade dos produtos oferecidos), observamos os seguintes preços (consultados em outubro/2019):

  • Amendoim torrado sem pele e sem sal (200g): R$ 3,99
  • Amendoim torrado sem pele e com sal (200g): R$ 3,99.

(Sendo que comprando pacotes maiores — como 500g ou 1000g de amendoim — fica ainda mais barato.)

Ou seja, cada 100g de amendoim torrado, seja ele com ou sem sal, custa menos de R$ 2,00.

Compare isso com os seguintes valores de outras oleaginosas (obtidos na mesma loja, e também referentes a 100g do produto):

  • Amêndoa crua e sem sal: R$ 8,99
  • Amêndoa torrada e salgada: R$ 8,99
  • Avelã crua: R$ 8,99
  • Castanha de caju torrada (com ou sem sal): R$ 8,99
  • Castanha do Pará média: R$ 8,99
  • Macadâmia torrada (com ou sem sal): R$ 13,99
  • Noz Quartz: R$ 8,99
  • Pistache torrado e salgado: R$ 15,99

Dessa forma, o amendoim ganha em mais uma perspectiva — a do preço.

Além de ser bem mais fácil de encontrar: pois ele costuma estar à venda até mesmo em mercados, mercearias e bares Brasil afora.

Resumindo: O amendoim é um alimento low-carb, saboroso, rico em boas gorduras e com alguma proteína. Ele é prático, barato e fácil de encontrar.

Mas isso não significa que o amendoim seja bom para todo mundo.

Por Que Não Comer Amendoim

Nem todas as pessoas lidam bem com o amendoim.

Alergias

Na verdade, o amendoim é um dos alimentos com maior prevalência em termos de alergias, especialmente comuns em crianças.

Existem grandes chances de que as pessoas que apresentam alergia ao amendoim na infância vão continuar a apresentá-la durante a vida adulta.

Aflatoxinas

O amendoim pode ser contaminado com um tipo de fungo que produz aflatoxinas.

Essas toxinas podem causar danos ao fígado, e são um sério risco à saúde de seres humanos e de animais domésticos.

O risco de contaminação por aflatoxina depende das condições de armazenamento dos amendoins — assim como alguns outros tipos de fungos, o risco de contaminação aumenta em ambientes quentes e úmidos.

Antinutrientes

O amendoim apresenta alguns bons nutrientes, como:

  • folato,
  • fósforo,
  • magnésio,
  • manganês,
  • niacina, e
  • vitamina E.

No entanto, é importante notar que ele também apresentam alguns antinutrientes.

Antinutrientes são substâncias que atrapalham a absorção de nutrientes importantes da sua alimentação — como os oxalatos (que já causaram problemas para a fisiculturista Claudia Villaça) e os goitrogênicos (que, em excesso, podem danificar a tireoide).

No caso do amendoim, eles apresentam bastante ácido fítico e também algumas lectinas.

Esses antinutrientes podem diminuir a biodisponibilidade dos outros nutrientes do amendoim (como zinco e ferro), por exemplo.

(Importante notar que ferro e zinco são nutrientes muito melhor obtidos de fontes animais, como a injustamente temida carne vermelha.)

Embora o consumo ocasional de amendoim não seja motivo de preocupação em adultos saudáveis, é importante notar o conteúdo de antinutrientes do amendoim caso você tenha algum tipo de condição autoimune.

Descontrole e compulsão

O último motivo para ser mais consciente com a ingestão de amendoim é uma razão comportamental.

Acontece que o amendoim pode ser uma das chamadas “comida-dominó”.

Pois muita gente tem dificuldade em moderar as porções desse alimento — não sendo incomum alguém sentar e comer dezenas e dezenas de gramas de amendoim enquanto assiste à televisão.

(Ou aos vídeos do nosso canal do YouTube, claro.)

Nesse aspecto, o nome “comida-dominó” é que — para algumas pessoas — começar a comer amendoins é como derrubar a primeira peça de uma série de dominós enfileirados: todos os outros caem depois.

Isso acontece porque o amendoim — mesmo sendo comida de verdade — não ativa os mesmos sensores de saciedade que os alimentos que são a base da dieta, como:

Sendo assim, se você lida bem com o amendoim (isto é, não tem problemas com seus  antinutrientes, nem tem alergia a ele), você não precisa deixar de comê-lo.

Basta estar atento ao fato de que ele não deveria ser a base da sua alimentação.

Resumindo: Comer amendoim pode não ser uma boa ideia para todas as pessoas — pois ele tem

  • potencial de desencadear alergias,
  • risco de contaminação por micotoxinas (fungos), e
  • muitos antinutrientes.

No entanto, se você se sente bem ao comer amendoim, não precisa parar.

Apenas tenha em mente o potencial de abuso ao consumir este alimento.

Para assim poder ajustar a frequência e quantidade de ingestão do amendoim — que aliás é nosso próximo tópico.

Quanto Amendoim Posso Comer Por Dia?

Assim como muitas coisas no terreno da nutrição, as quantidades de amendoim são individuais.

Isto é: seria impossível determinarmos um número neste artigo que se aplicasse a todas as pessoas.

Ainda mais porque cada pessoa se encontra num trecho diferente de sua jornada em busca de mais saúde.

Isto é: algumas estão buscando déficit calórico para emagrecer.

Enquanto outras desejam aumentar a ingestão de bons alimentos para obter mais hipertrofia muscular.

Para ambos os casos, uma coisa é certa: não recomendamos a ingestão de centenas de gramas de amendoim diariamente.

Pois, conforme dissemos, ele não deve ser a base da sua alimentação.

No entanto, uma porção de 30g de amendoim já deve perfazer um bom lanche para emergências (conforme falamos, esse é um dos nossos usos favoritos para ele).

Ou ele pode ser consumido na forma de receitas (neste exato artigo, vamos elencar nossas receitas favoritas com amendoim).

Em ambos os casos, o importante é entender todo o contexto da sua alimentação.

De modo a não permitir que o consumo exagerado de amendoim leve seus resultados a uma estagnação (o temido efeito platô).

Se você come muito amendoim, diminuir a frequência ou a quantidade da ingestão desse alimento pode te ajudar a continuar progredindo na sua perda de peso.

Resumindo: O amendoim pode ser considerado um alimento saudável e adequado para dietas com restrição de carboidrato

No entanto, ele não deve ser a base dessas dietas — e o controle de porções pode ser necessário para impedir uma ingestão excessiva de calorias vindas do amendoim.

Fechando a questão do amendoim na dieta low-carb / cetogênica

Resumidamente, podemos dizer que o amendoim é um alimento pobre em carboidratos.

Portanto, desse ponto de vista, o amendoim pode se encaixar em uma alimentação low-carb ou cetogênica.

Porém, por ser um alimento altamente calórico e que pode desencadear algumas reações indesejadas em algumas pessoas, pode ser interessante moderar seu consumo.

Tendo dito isso, vamos ver algumas receitas low-carb deliciosas à base de amendoim.

Aproveite o frete grátis!

Receitas Para A Dieta Low-Carb E Cetogênica Com Amendoim

Agora que você já entendeu os prós e contras do amendoim, já tem totais condições de decidir se esse é um alimento que deve ou não figurar no seu dia a dia.

E, se você faz parte das pessoas que não têm problemas com ele, então vai adorar esta próxima seção do texto.

Porque agora vamos compartilhar algumas de nossas melhores receitas low-carb que levam amendoim.

Para tanto, escolhemos receitas low-carb de todos os tipos e para todas as ocasiões:

Sendo que, antes de nos deliciarmos com as receitas de amendoim, você precisa saber de algo.

É que lançamos o nosso livro físico “120 Receitas Low Carb De Sucesso”.

É um livro com as nossas melhores receitas low-carb, impresso em papel de qualidade, e entregue diretamente na sua casa.

Você nunca mais vai ficar sem saber o que comer na sua dieta low-carb.

No exato momento em que você está lendo este texto, o livro está com promoção de frete grátis para todo o Brasil — clique aqui para conferir a promoção e aproveitar o frete grátis.

Tendo dito isso, vamos às receitas com amendoim!

Como Fazer Pasta De Amendoim Caseira Low-Carb E Cetogênica

(Gostou do vídeo? Clique aqui para se inscrever gratuitamente em nosso canal do Youtube e sempre ter acesso a receitas como essa.)

Tempo de preparo: 20 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos na receita toda: 15g

Ingredientes:

  • 200g de amendoim sem casca e sem sal
  • 15g (1cs) de adoçante xilitol (opcional)
  • 15 a 30g (1 a 2 cs) de manteiga sem sal (opcional)

Preparo:

  • Colocar o amendoim em um processador de alimentos (ou liquidificador);
  • Bater um pouco o amendoim;
  • Parar de bater, abrir e desgrudar a massa das paredes do liquidificador;
  • Repetir o processo algumas vezes;
  • Adicionar a manteiga e o adoçante;
  • Bater novamente até formar uma mistura homogênea;
  • Servir ou armazenar na geladeira por até 30 dias.

Relacionado: veja como maionese low carb de duas formas diferentes

Receita Low-Carb Com Amendoim #2 — Smoothie Cetogênico Amendocream De Chocolate

Tempo de preparo: 5 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por smoothie: 8g

Ingredientes (1 smoothie):

  • 200 ml (1 xic) de leite de coco
  • 50g (3 cs) de pasta de amendoim
  • 15g (2 cs) de cacau em pó
  • 1 pitada de canela
  • 1 pitada de sal
  • Adoçante low-carb a gosto (opcional)

Preparo:

  • Misturar todos os ingredientes no liquidificador;
  • Bater até que o gelo fique picado e a textura fique homogênea;
  • Servir.

Relacionado: veja conheça nossa receita favorita de pão low-carb de microondas!

Receita Cetogênica Com Amendoim #3 — Paçoquinha Low-Carb

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de espera: 30 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por paçoquinha: 5 g

Ingredientes (10 paçoquinhas):

  • 250g de amendoim torrado sem casca e sem sal
  • 100g (1 xic) de farinha de amêndoas ou de coco
  • 45g (3 cs) de manteiga sem sal amolecida
  • 60g (4 cs) de adoçante eritritol
  • 1 pitada de sal

Preparo:

  • Colocar todos os ingredientes em um processador de alimentos (ou liquidificar potente) e bater até obter uma “farofa fina”;
  • Colocar essa farofa em uma forma ou em várias forminhas com o formato desejado, apertando bem a massa contra a forma;
  • Levar à geladeira por cerca de 30 minutos;
  • Retirar da geladeira e servir.

Relacionado: veja como fazer arroz doce low-carb em duas versões incríveis!

Receita Low-Carb Com Amendoim #4 — Bolinho Cetogênico De Caneca Amendolate

Tempo de preparo: 4 minutos
Tempo de espera: 3 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por bolinho: 7g

Ingredientes (1 bolinho):

  • 1 ovo
  • 20g (2 cs) de manteiga (ou óleo de coco)
  • 15g (1 cs) de pasta de amendoim
  • 20g (4 cs) de coco ralado
  • 15g (1 cs) de adoçante xilitol
  • 5g (½ cc) de fermento em pó
  • Gotas de chocolate 70% cacau (a gosto e opcional)

Preparo:

  • Misturar todos os ingredientes dentro de uma caneca;
  • Levar ao microondas por cerca de 2 a 3 minutos dependendo (da potência de seu aparelho);
  • Retirar do microondas e servir.

Relacionado: veja outras 4 receitas super práticas de bolinho de caneca low-carb

Receita Cetogênica Com Amendoim #5 — Bolo Paçoca Low-Carb

Tempo de preparo: 5 minutos
Tempo de espera: 30 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por fatia: 4g

Ingredientes (10 fatias):

Preparo:

  • Bater os ovos e o adoçante com o auxílio de uma batedeira por cerca de 3 minutos;
  • Adicionar a farinha de amendoim e misturar com cuidado com uma colher até que fique homogênea;
  • Distribuir a massa por uma assadeira antiaderente (ou untada);
  • Levar a mistura ao forno preaquecido em temperatura média por cerca de 30 minutos (fazer o “teste do palitinho” para ver se está no ponto);
  • Desligar o forno, esperar o bolo esfriar;
  • (Opcionalmente você pode cobri-lo com canela em pó e/ou pasta de amendoim);
  • Servir.

Relacionado: veja as 12 melhores receitas de bolo para a dieta low-carb ou cetogênica

Receita Low-Carb Com Amendoim #6 — Cajuzinho Low-Carb E Cetogênico

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de espera: 30 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por cajuzinho: 2g

Ingredientes (10 cajuzinhos):

  • 30g (2 cs) de pasta de amendoim
  • 50g (½ xic) de farinha de amêndoas ou de amendoim
  • 30 ml (2 cs) de creme de leite
  • 15g (1 cs) de manteiga ou manteiga de coco
  • 15g (1 cs) de adoçante xilitol (ou eritritol)
  • Coco ralado ou xerém de amendoim para decorar (opcional)

Preparo:

  • Misturar todos os ingredientes em temperatura ambiente em uma tigela;
  • Adicionar aos poucos o creme de leite até dar o ponto de enrolar;
  • Quando estiver em um ponto consistente, enrolar;
  • Decorar com o coco ralado ou com o xerém de amendoim;
  • Levar a geladeira por certa de 30 minutos;
  • Servir.

Relacionado: conheça nossas receitas de brigadeiro e de beijinho low carb.

Receita Cetogênica Com Amendoim #7 — Cookies Low-Carb De Amendoim

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de espera: 10 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por cookie: 1g

Ingredientes (12 cookies):

  • 1 ovo
  • 15g (1 cs) de adoçante xilitol
  • 45g (3 cs) de manteiga
  • 50g (3 cs) de pasta de amendoim
  • 100g (1 xic) farinha de amendoim
  • 1 pitada de sal
  • 10 a 15 gotas de essência de baunilha (opcional)

Preparo:

  • Misturar a manteiga, a pasta de amendoim e o xilitol até obter uma massa homogênea;
  • Adicionar o restante dos ingredientes e misturar bem novamente;
  • Distribuir bolinhas feitas com a massa em uma forma untada ou coberta com papel manteiga;
  • Amassar as bolinhas para formar os cookies;
  • Levar ao forno preaquecido a 180ºC por cerca de 10 minutos (sempre olhando para se certificar que os cookies não estão queimando);
  • Desenformar, e servir.

Relacionado: conheça nossas 3 receitas low-carb favoritas de cookie

Receita Low-Carb Com Amendoim #8 — Sorvete Low-Carb De Pasta De Amendoim

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de espera: 3 horas

Quantidade de carboidratos por porção: 4 g

Ingredientes (8 porções):

  • 200g (1 xic) de pasta de amendoim
  • 5ml (2 cc) de essência de baunilha
  • 2g (¼ cc) de goma xantana
  • 260ml (4/3 xic) de creme de leite
  • 200 ml (1 xic) de leite de coco
  • 1 pitada de sal
  • 60g (5cs) de adoçante xilitol

Preparo:

  • Bater os ingredientes no liquidificador até obter uma mistura homogênea;
  • Levar a mistura a uma máquina de sorvete, seguindo as instruções do fabricante;
  • Se não utilizar a máquina, levar a mistura ao freezer por 3 horas, mexendo a cada 20 minutos.

Relacionado: descubra 5 receitas cetogênica de sorvete para refrescar no verão

Receita Cetogênica Com Amendoim #9 — Frango Xadrez Low-Carb

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de espera: 20 minutos

Quantidade de carboidratos por porção: 4g

Ingredientes (3 porções):

  • 500g de peito de frango picado em cubos
  • 8 dentes de alho picados
  • 1 cebola grande
  • 2 pimentões (das cores que você preferir)
  • 50g de amendoim torrado e sem casca
  • Shoyu a gosto (de preferência de shoyu orgânico e sem glúten)

Preparo:

  • Colocar em uma frigideira untada o frango, o alho e o shoyu;
  • Deixar cozinhando por cerca de 10 minutos, mexendo às vezes para evitar que o frango grude no fundo na frigideira;
  • Neste meio tempo, picar os pimentões e a cebola em pedaços grandes;
  • Adicionar a cebola, os pimentões picados e os amendoins à frigideira e deixar cozinhar por cerca de 5 a 10 minutos;
  • Servir.

Relacionado: conheça nossas 7 receitas favoritas de sopas, caldos e cremes low-carb

Receita Low-Carb Com Amendoim #10 — Canjica (Ou Mungunzá) Cetogênica

Tempo de preparo: 20 minutos

Quantidade de carboidratos líquidos por porção: 5g

Ingredientes (10 porções):

  • 200 ml (1 xic) de leite de coco
  • 200 ml (1 xic) de creme de leite
  • 25g (1 colher de sopa) de pasta de amendoim (opcional)
  • 50g de amendoim (sem sal — não precisa ser torrado)
  • 50g de coco ralado
  • 50g de castanhas de caju (torrada mas sem sal)
  • adoçante low-carb — 50g (4cs) de xilitol ou 70g (5,5cs) de eritritol
  • canela em casca e canela em pó a gosto
  • cravo da Índia a gosto
  • 5g (1 colher de chá) de goma xantana (opcional)

Preparo:

  • Cortar as castanhas pela meta e deixá-las de molho na água ou leite de coco por cerca de 10 a 15 minutos e reservar;
  • Colocar o creme de leite e o leite de coco em uma panela em fogo baixo;
  • Misturar e continuar mexendo durante toda a receita;
  • Adicionar o restante dos ingredientes na ordem em que aparecem acima — sempre mexendo de modo a evitar que a mistura comece a borbulhar;
  • Esperar a mistura engrossar até que esteja com a consistência desejada;
  • Desligar o fogo, esperar esfriar um pouco;
  • Salpicar com canela em pó na hora de servir.

Relacionado: 9 receitas low-carb incríveis de café da manhã.

Receita Cetogênica Com Amendoim #11 — Pé De Moça Junina Low-Carb

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de espera: 6 horas

Quantidade de carboidratos líquidos na receita toda: 6g

Ingredientes (10 a 12 porções):

  • 200 g de amendoim torrado sem casca e sem sal
  • ½ xícara de adoçante low-carb (xilitol ou eritritol)
  • 100 ml de creme de leite ou leite de coco
  • 1 colher de chá de cacau em pó
  • ½ colher de chá de goma xantana
  • ½ colher de sopa de manteiga ou óleo de coco

Preparo:

  • Colocar o amendoim em um processador de alimentos (ou liquidificador);
  • Bater um pouco o amendoim;
  • Parar de bater, abrir e desgrudar a massa das paredes do liquidificador;
  • Repetir o processo algumas vezes;
  • Adicionar a manteiga e o adoçante;
  • Bater novamente até formar uma mistura homogênea;
  • Servir ou armazenar na geladeira por até 30 dias.

Amendoim Na Dieta Low-Carb E Cetogênica — Conclusão E Palavras Finais

Neste artigo, tivemos uma visão geral sobre o consumo de amendoins numa alimentação saudável.

Nós vimos que os amendoins são alimentos baixos em carboidratos, e que por isso são adequados até mesmo numa dieta cetogênica.

Mas, ao mesmo tempo, também vimos que o consumo de amendoins não é completamente sem ônus.

Pois o amendoim é caloricamente denso, tem um certo potencial de “abuso”, e ainda traz consigo riscos de contaminação, alergias, e alguns antinutrientes.

Dessa forma (se os pontos acima não forem um problema para você) , o consumo de amendoim é algo que pode ser inserido com alegria na sua alimentação low-carb — desde que com sabedoria.

E foi para aumentar seu grau de satisfação ao consumir amendoins é que separamos 8 receitas diversas com amendoim para você.

Que vão de café da manhã, até almoço, sorvete, e sobremesa — perfazendo assim um rico menu low-carb com muito amendoim e muito sabor.

Se gosta da ideia de comer receitas baixas em carboidratos, que te ajudam a emagrecer ao mesmo tempo em que degusta alguns dos melhores pratos da sua vida, convidamos você a conhecer o nosso livro físico com 120 receitas low-carb.

Pois será um prazer dividir a cozinha com você — e, com amendoins ou sem, seguir ao seu lado nessa jornada em busca por mais saúde.

Estamos juntos nessa!

Forte abraço,
— Guilherme e Roney

Referências

Para tornar a leitura mais fluida, agrupamos nesta seção algumas das referências consultadas para a elaboração deste artigo.

Note que você pode ter acesso a um livro físico que reúne em linguagem simples (e com mais de 300 referências bibliográficas) tudo o que a ciência reúne de melhor sobre alimentação e saúde: conheça o livro Saúde Sem Mitos.

  1. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. 4ª edição revisada e ampliada. Unicamp, 2011http://www.nepa.unicamp.br/taco/tabela.php?ativo=tabela
  2. Peanuts, all types, raw, Nutrition Facts & Calories  https://nutritiondata.self.com/facts/legumes-and-legume-products/4355/2
  3. Burks, A. W. (2008). Peanut allergy. The Lancet, 371(9623), 1538–1546. http://doi.org/10.1016/S0140-6736(08)60659-5
  4. Sicherer, S. H., Muñoz-Furlong, A., & Sampson, H. A. (2003). Prevalence of peanut and tree nut allergy in the United States determined by means of a random digit dial telephone survey: a 5-year follow-up study. The Journal of Allergy and Clinical Immunology, 112(6), 1203–1207. http://doi.org/10.1016/s0091-6749(03)02026-8
  5. Wild, C. P., & Gong, Y. Y. (2010). Mycotoxins and human disease: a largely ignored global health issue. Carcinogenesis, 31(1), 71–82. http://doi.org/10.1093/carcin/bgp264
  6. Wang, Q., Yu, L.-G., Campbell, B. J., Milton, J. D., & Rhodes, J. M. (1998). Identification of intact peanut lectin in peripheral venous blood. The Lancet, 352(9143), 1831–1832. http://doi.org/10.1016/S0140-6736(05)79894-9

10 comentários em “Amendoim É Low-Carb? Quando E Quanto Amendoim Consumir Na Dieta Low-Carb Ou Cetogênica? E Ainda: Receitas Low-Carb Com Amendoim”

  1. Excelente artigo! Completo, prátio de direto como todos do Senhor Tanquinho!
    Uma dúvida, ao assar ou cozinhar o amendoin o risco das aflatoxinas ou os antinutrientes como a lecitina são diminuidos?

    1. Guilherme e Roney

      Oi Daniel, bom dia!

      Sim, depois de deixar de molho por ao menos 12 horas.

      Nesse caso só acho que ele ficará mais próximo de um feijão do que de um petisco.

      Forte abraço.

  2. gostei muito, o blog de vocês é muito bom e informativo, estou adorando!
    Eu tbm gostaria de avisar que a receita do pé de moça escrita, não tem nada a ver com a feita no video, os ingredientes são iguais, mas o preparo não tem nada a ver com o descrito no video.

    Muito obrigada pelo conteúdo de qualidade :)

    1. Guilherme e Roney

      Oi Érica! Tudo bom? Obrigado pelo comentário.

      Vamos verificar!! Ficamos felizes que goste do nosso trabalho e agradecemos a colaboração!

      Forte abraço!

  3. Adorei o post amo amendoim e pasta de amendoim, eu comprei o livro tem essas receitas? Vocês são o máximo tudo que tenho dúvidas consigo encontrar em algum post de vocês ou no Instagram, parabéns.

    1. Guilherme e Roney

      oi Sandra! Muito obrigado pelo comentário e pela sua compra ?

      Vi que você comprou o livro físico de 120 receitas de sucesso ( http://www.120receitas.com.br/ ), então pode ficar tranquila: pois as nossas melhores receitas estão lá (incluindo estas com amendoim).

      Ficamos muito felizes de saber que nos acompanha aqui no site e também no Instagram ( https://www.instagram.com/senhortanquinho/ ).

      Seguimos juntos!

      Forte abraço,
      – Guilherme e Roney, do Senhor Tanquinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.