Dieta Primal E Dieta Paleo — Qual É A Diferença Entre Elas?

Tradução, adaptação e finalização por Guilherme Torres e Roney Fernandes. O texto original é do Mark Sisson e está aqui.

Primal Paleo – FACETHUMB1

A dieta paleo e a dieta Primal (também chamada de alimentação primal ou estilo de vida primal) são ambas baseadas na mesma ciência evolutiva.

E seu raciocínio é mais ou menos o seguinte.

Nossa dieta moderna ocidental possui pouca semelhança com os hábitos alimentares das primeiras espécies humanas — que surgiram e evoluíram ao longo de centenas de milhares de anos.

No entanto, desde a revolução agrícola (que aconteceu há apenas 10.000 anos), adotamos um regime nutricional para o qual a nossa fisiologia é mal adaptada.

Então, quando a nossa alimentação volta a ter as mesmas bases daquela dos nossos antepassados pré-agrícolas, o que acontece é que passamos a trabalhar a favor (e não contra) a nossa fisiologia.

Ou, de maneira mais simplificada: coma o que nossos antepassados comiam para ser mais saudável.

Nesse aspecto, tanto a dieta paleo quanto o Primal Blueprint (ou dieta primal) recomendam:

  • limitar a ingestão de carboidratos (especialmente grãos) para apenas a quantidade exigida para seu bom desempenho,
  • comer mais proteína e gordura, e
  • incluir muitos vegetais e legumes como base de sua alimentação.

Mas no meio dessas semelhanças, há algumas diferenças importantes.

E a primeira delas surgiu quando a dieta primal estava apenas começando.

Diferença #1 Entre Primal E Paleo: Gorduras Saturadas

carne, saúde, emagrecer, saúde, mitos, mentira,

Ela era uma diferença fundamental de opinião entre paleo e Primal sobre o papel das gorduras saturadas na dieta.

Por um lado, Loren Cordain (criador da dieta Paleo) e muitos outros dentro da comunidade paleo adotavam a linha convencional sobre a gordura saturada.

Isto é, a viam como um inimigo que eleva o colesterol e fomenta a doença cardíaca.

Por outro lado, o Primal Blueprint foi mais rápido em reconhecê-la como uma fonte neutra e estável de gordura, que é importante para várias funções como:

  • fornecimento de energia,
  • desempenho da função neurológica,
  • fabricação de hormônios, e
  • manutenção da estrutura celular.

Adeptos da paleo recomendavam focar em carnes magras, evitar a manteiga e limitar o óleo de coco.

Já a comunidade Primal não fazia isso, apontando para os muitos exemplos de caçadores-coletores que preferiam porções de maior teor de gordura dos animais.

Além das extensas evidências do consumo de medula óssea por seres humanos da era Paleolítica, somadas com as pesquisas científicas modernas que isentam a gordura saturada.

Desde aquela época, a postura da paleo mudou — sendo assim, já não há uma distinção significativa a esse respeito.

Diferença #2 Entre Primal E Paleo: Laticínios

dieta paleo, emagrecer, saúde

Outra grande diferença é como lidamos com laticínios.

A Paleo restringe produtos lácteos, considerando-os mal-adaptativos, ou mesmo tóxicos.

Eles consideram as proteínas do leite (especificamente a caseína) como alergênicas e problemáticas.

Já a Primal tem uma visão diferente.

Porque nós concordamos que produtos lácteos podem ser problemáticos para pessoas intolerantes à lactose (ou às proteínas do leite).

Mas nós não descartamos que o leite integral (de preferência cru, fermentado como no caso do kefir, e/ou de animais de pasto), é uma fantástica fonte de gordura saudável.

E que pode ajudar a reforçar a imunidade, além de ser repleto de proteínas que ajudam a construir músculos, e de cálcio biodisponível.

Diferença #3 Entre Primal E Paleo: Solanáceas

molho de tomate

Outra diferença é como nós lidamos com a família de legumes das solanáceas (que inclui batata, pimentão, berinjela e tomate).

Eu amo todos esses legumes.

Eu não como um monte de batatas, mas se eu for escolher uma fonte densa de amido e não for a época de batata-doce, irei pegar uma batata inglesa sem medo.

Mas pimentões e tomates são coringas na minha dieta.

A Paleo assume uma postura mais cautelosa sobre as solanáceas, considerando-as como potenciais desencadeadoras do intestino permeável e mesmo de inflamação celular.

E eles são especialmente contra a batata branca, popularmente conhecida como batata inglesa aqui no Brasil.

Outras Diferenças Sutis Entre Paleo e Primal

beneficios do café mark sisson (2)

Ainda podemos citar mais alguns pontos sutis que diferenciam esses dois modelos alimentares.

Um deles é o café.

A primal é totalmente a favor do café, enquanto a paleo não.

E outro é com relação às leguminosas.

Pesquisas recentes indicam que leguminosas são menos problemáticas do que originalmente se tinha assumido.

Ainda assim, a dieta paleo tradicional opta por limitá-las.

Já na dieta primal você pode comer as leguminosas se gosta delas e, principalmente, se o seu organismo lida bem com elas.

Nesse caso, uma dica para eliminar a maior parte de suas toxinas é deixar as leguminosas de molho por 24 horas ou mais antes de cozinhá-las.

Essas Diferenças São Importantes?

Primal Paleo 1

À exceção das discordâncias quanto aos seguintes alimentos:

  • café,
  • leguminosas,
  • batatas,
  • solanáceas, e
  • laticínios,

não existem muitas diferenças entre as alimentações Paleo e Primal.

A maior diferença está no nome: a dieta paleo é uma dieta, enquanto o Primal Blueprint está mais para um estilo de vida.

Você pode ouvir por aí “faça uma mudança de estilo de vida, e não uma dieta” — e esse é um ótimo conselho.

As dietas malucas e restritivas não funcionam, principalmente no que diz respeito ao longo prazo.

Elas vêm por definição com pontos de partida e de chegada, inclusive com metas de peso.

Porém, ao atingir sua meta de peso, muitas pessoas usam isso como justificativa para desistir e voltar ao estilo de vida cheio de hábitos ruins.

Que foi o que as levou até aquela situação triste em primeiro lugar.

No entanto, o Primal Blueprint funciona como uma abordagem ampla, holística, e para a vida — e não trata apenas de comida.

Enquanto eu concordo com a maioria dos pressupostos subjacentes e sugestões da paleo para comer, a dieta é apenas uma engrenagem na máquina.

Saúde, felicidade e bem-estar dependem de muitos outros fatores como sono, exercício, contato social, estimulação mental, imersão na natureza, satisfação de vida e exposição à luz.

É raro encontrar pessoas que entendem isso, e que tentam incorporar todos estes aspectos essenciais da experiência humana.

Isto é, quem consegue juntar tudo e traçar as linhas entre cada peça aparentemente díspar.

O Primal Blueprint faz isso muito melhor do que a maioria das outras “dietas”.

Ainda assim, há outras importantes distinções entre Primal e Paleo no que diz respeito à saúde.

Paleo Ou Primal, Não Seja Radical

Primal Paleo 2

Que fique claro: O Loren Cordain é um homem honesto e bem embasado na ciência, e ele exprime suas recomendações baseado na sua visão particular da literatura.

Mesmo que eu não concorde com tudo o que ele diz (e eu concordo com a maioria dos pontos), ele não está apenas dizendo coisas jogadas.

Isto é: ele não está vivendo num mundo de ilusões e mitos.

No entanto, alguns dos seguidores mais rigorosos da paleo praticam uma negação antecipada de qualquer coisa que se pareça moderna (isto é, do período Neolítico para frente).

E essa atitude pode te fazer perder algumas coisas bem interessantes, e que alegram a vida.

Sendo que a Primal é um excelente ponto de partida: porque ela gera hipóteses, experimentação e mais perguntas.

E os alimentos, hábitos e maravilhas modernas com poucos precedentes evolutivos podem até ser vistas com um olhar cético na Primal, porém nós não negamos nada a priori.

Saiba Aproveitar As Ferramentas Modernas — Se Elas Te Ajudarem A Ter Mais Resultados

Primal Paleo 3

As pessoas que seguem um estilo de vida primal não são bitolados que só aceitam o que é antigo.

Na verdade, nós somos pragmáticos: se algo funciona, funciona e ponto final — não importando muito se é moderno.

Por exemplo, suplementação inteligente é adequada a um estilo de vida Primal, e pode ser interessante para combater o estresse e as toxinas exclusivas de nossa vida de hoje em dia.

Por um lado, é claro que nós lidávamos com alguns estresses agudos antigamente — como uma intensa caça, um encontro com uma cobra venenosa ou um felino selvagem, ou até mesmo uma batalha por recursos.

Por outro lado, naquela época nós não precisávamos lidar com o tipo de estresse crônico que as pessoas têm de lidar atualmente — como as longas jornadas, as contas se acumulando, o trânsito, e o estresse de um ciclo de 24 horas de notícias sensacionalistas.

O mundo de então era relativamente puro, livre de contaminantes industriais, poluição, metais pesados e xenoestrógenos.

Já o nosso mundo moderno está repleto disso, e a suplementação pode ajudar a atenuar alguns destes estressores modernos inevitáveis.

Por exemplo, o homem paleolítico certamente não tomava whey protein, mas esse suplemento de proteína pode ser muito útil e conveniente se você deseja aumentar a síntese de proteína muscular após um treino, por exemplo.

Além disso, pela minha própria experiência, a suplementação de colágeno resultou em melhorias visíveis em minha mobilidade e força dos tendões.

O que sugere que, a menos que eu comece a fazer caldo de ossos ou quantidades enormes de miúdos quase que diariamente, provavelmente seria mais fácil tomar um suplemento de colágeno.

O mesmo pode se aplicar no contexto das atividades de nosso dia a dia: a comunidade Primal reconhece o perigo de gastar muito tempo no reino digital em oposição ao físico, mas ainda assim todos podemos usar a tecnologia moderna para melhorar a saúde (como no caso dos aplicativos de celular), e não para a prejudicar.

Estas tecnologias são apenas ferramentas — e você está fazendo um bom uso delas agora, lendo este texto para melhorar sua saúde em um dispositivo conectado a uma rede global.

Todos Podem Ser Mais Saudáveis

Tudo Atkins 1

Muitas pessoas amam sair ao ar livre, mas comem comida horrível.

Outras são fanáticos por exercícios e genuinamente adoram halteres e sprints, mas que gastam todo seu tempo livre olhando para seus smartphones.

Praticamente qualquer pessoa sabe que comer “comida de verdade” é melhor do que “alimentos processados”.

Mesmo que muita gente diga a frase “eu vou dormir quando morrer”, existem muito mais pessoas que amam e valorizam uma boa noite de sono.

Meditação e outras modalidades de alívio de estresse estão se popularizando cada vez mais.

Quase todo mundo gosta de socializar com pessoas queridas.

Uma boa parte das pessoas prefere andar descalço, pelo menos em casa.

Ou seja, é um público bem distinto entre si.

Mas esta é uma das belezas da primal.

Sua capacidade de reunir as pessoas que, caso contrário, iriam torcer o nariz com o pensamento “essa coisa de dieta paleo”.

Talvez ela atraia o vegetariano que gosta de caminhadas — e talvez essa pessoa possa aprender sobre a importância de levantar coisas pesadas, comer alimentos não processados e largar o glúten.

(E mesmo reconheça que a carne vermelha não faz mal à saúde, mesmo que ele opte por não a comer.)

Primal É Fluída, Não Uma Ideologia Rígida

Primal Paleo 4

Ninguém é perfeito. Todos cometemos erros. E às vezes o “erro” não é um erro.

Às vezes só queremos comer aquela fatia de pizza e beber cerveja e ficar acordado até tarde assistindo um jogo.

Sem problemas.

Você pode não se sentir ótimo na manhã seguinte, mas você está preparado e aceita isso.

Nós não temos nenhum problema com adultos bem informados tomando decisões.

E claro, esse estilo de vida também leva em consideração o progresso da ciência.

(Não que nós tenhamos uma escolha sobre isso: pois a ciência se desenrola. Ela não para e fica lhe esperando.)

Ela não diminui a velocidade para suas opiniões preconcebidas.

Ela se move. E a Primal move-se com ela.

Por exemplo, eu adaptei minha opinião sobre a ingestão de proteínas ao longo dos anos, sugerindo que talvez não precisemos tanto quanto eu pensava ou defendia, baseado na pesquisa disponível no momento.

Outro bom exemplo é como a ciência crescente da genética populacional está rapidamente revelando que a evolução humana não parou 10.000 anos atrás.

E também mostrou que os humanos de uma parte do mundo não são geneticamente idênticos aos seres humanos de outra parte.

Pois a necessidade de nutrientes, o metabolismo de macronutrientes, e até mesmo a composição da fibra muscular são variáveis entre as pessoas.

E a sua variação genética pessoal pode ser responsável por determinar as melhores práticas de dieta e exercícios para sua saúde.

Agora, este campo ainda está engatinhando e não temos boas respostas no momento, mas eu estou animado e acompanhando tudo isso de perto.

Paleo E Primal — Palavras Finais

Marcela 1

O Estilo de Vida Primal foi desenvolvido com a finalidade de oferecer um guia para todos os elementos de uma vida saudável.

E, com a ajuda da comunidade que vive isso no dia a dia, esse estilo de vida está cada vez melhor.

É claro que em alguns dias fica particularmente difícil seguir a dieta perfeita.

E algumas pessoas não querem nem ter que pensar em comida.

Por isso, nós gostamos de pensar no Primal Blueprint como uma cobertura abrangente, por assim dizer.

Porque o conhecimento e os esforços que você exerce em cada área (dieta, esporte, suplementação, gestão do estresse, sono, etc.) podem fazer a diferença quando as realidades da vida do dia-a-dia lhe impedem de fazer 100% em uma determinada área.

A Paleo é uma boa indicação de como comer. Ela funciona. Não me entenda mal.

Só que não é o suficiente.

Por isso, o estilo de vida primal é, por um lado, uma espécie de orientação para saber como comer, viver e se mover de acordo com a sua fisiologia.

E, por outro, é um sistema operacional para fazer perguntas sobre saúde, fazer boas escolhas e descobrir as melhores práticas para o enriquecimento da sua existência.

É por isso que adoto não apenas uma dieta, mas sim um verdadeiro estilo de vida.


Agora é a sua vez de dizer.

Como têm sido suas experiências com este estilo de vida?

Você começou com uma perspectiva paleo?

O que você pensa sobre as diferenças entre essas duas vertentes (paleo e primal)?

Vamos enriquecer essa conversa nos comentários :)

  • Boa noite Helio!

    Primeiramente, parabéns pelos resultados atingidos. Estão realmente muito bons, ficamos felizes em ver

    Em relação a sua dúvida, a dieta cetogênica estrita originalmente não específica de onde devem vir as proteínas, gorduras e poucos carboidratos da dieta, enquanto a primal blueprint efetivamente defende a comida de verdade e apenas as fontes positivas de macronutrientes

    Por exemplo os óleos vegetais não fazem parte da dieta primal, enquanto poderiam fazer parte de uma dieta cetogênica clássica (com certeza não incentivamos o uso de gorduras ruins apenas para bater os macronutrientes diários da cetogênica)

    Por outro lado, a primal blueprint, por mais que seja uma dieta low carb quando comparada às diretrizes ocidentais de alimentação, não necessariamente chega a ser cetogênica, sendo um pouco mais liberal mesmo com alimentos mais ricos em carboidratos como frutas e raízes. O foco da primal é muito mais em relação a estilo de vida, bons hábitos, bons alimentos, bastantes exercícios físicos do que em relação a restringir muito carboidratos

    Espero ter ajudado!

    • Helio T

      Obrigado, pessoal!

  • Oi Dayse!

    Realmente a primal é mais flexível e de mais fácil adesão. Nós particularmente também preferimos a abordagem dela

    Esperamos que o artigo tenha lhe ajudado e estamos a disposição para o que precisar