12 Melhores Aplicativos Low-Carb: Como Usar O Celular Para Emagrecer Com Low-Carb, Cetogênica E Jejum Intermitente

A evolução da tecnologia nos tornou sedentários, e possibilitou uma enorme oferta de alimentos que nos fazem engordar. Agora, estamos descobrindo como usar a tecnologia para emagrecer.”

Você tem smartphone?

Eu imagino que sim.

Afinal de contas, um estudo de 2018 indica que mais de 83% dos brasileiros têm um telefone celular.

E que, destes telefones, mais de 72% são smartphones.

Ou seja: estima-se que, até 2023, existam mais de 100 milhões de pessoas — apenas no Brasil — usando smartphones todos os dias.

No entanto, a quantidade de usuários de smartphones não é o único número a crescer no Brasil.

Pois, atualmente, mais de 50% dos brasileiros estão com sobrepeso.

E praticamente 1 a cada 5 brasileiros estão obesos.

Com essas estatísticas alarmantes, cada vez mais pessoas têm buscado perder peso, melhorar a saúde, e recuperar a boa forma.

Sendo natural procurar o uso da tecnologia a nosso favor nessa busca.

E contar com aplicativos de celular para nos ajudar nessa missão.

No entanto, existem literalmente milhões de aplicativos disponíveis para você baixar.

Como separar o que é útil do que é inútil — e, assim, usar apenas os aplicativos certos para emagrecer?

É isso que vamos ver hoje.

Por isso, leia atentamente este artigo até o final.

Pois, desta forma, você descobrirá exatamente:

  • quais os melhores apps que te ajudam a controlar calorias e carboidratos para emagrecer,
  • quais aplicativos podem ser úteis para te ajudar a praticar exercícios físicos,
  • quais apps no seu celular podem te ajudar a dormir melhor e monitorar a saúde no geral, e mesmo
  • quais aplicações te ajudam a fazer jejum intermitente da maneira certa.

Tudo isso é muito empolgante — e estamos animados para te ajudar a escolher os aplicativos supremos para colocar a sua saúde em dia.

E não — nenhum deles é de delivery de comida. 😉

Antes disso, apenas um aviso rápido.

Você provavelmente tem o app de leitura de emails no seu celular.

Então saiba que você pode receber nossas dicas gratuitamente ao cadastrar seu endereço de email aqui.

De bônus, você recebe também uma tabela com a quantidade de carboidratos dos principais alimentos (o que facilita você não ter que baixar um app apenas para isso).

Dito isso, vamos aos apps em questão.

Começando, justamente, por aqueles que te ajudam a controlar a quantidade de carboidratos ingeridos por dia.

Aplicativo #1 | Low-Carb Cetogênica – FatSecret

Este é um dos apps mais queridos por seguidores de dietas low-carb.

Sendo que ele apresenta uma base de dados bem completa com informações de alimentos.

Este aplicativo ganhou muita popularidade por permitir personalizar a sua meta diária de ingestão de calorias e de macronutrientes — e tudo isso gratuitamente.

Adicionalmente, o FatSecret apresenta os dados de maneira gráfica e intuitiva.

E permite a configuração de contagem dos carboidratos líquidos no app de maneira automática.

(Lembrando que carboidratos líquidos é a quantidade total de carboidratos, subtraindo-se a quantidade total de fibras alimentares.)

Ensinamos a fazer essa configuração no vídeo acima.

Para começar a utilizá-lo, você deve primeiro ir ao site do Fat Secret e se registrar.

O app está disponível em português — mas fica o aviso de que não necessariamente todos os dados presentes nele estão corretos.

Embora esse seja um problema que exista em quase todos os aplicativos de restrição de carboidratos — inclusive o próximo da nossa lista, o MyFitnessPal.

Aplicativo #2 | Low-Carb Cetogênica — MyFitnessPal

Usamos extensivamente este app durante uma época em que resolvemos documentar nossa alimentação (inclusive para poder analisar qual variação de dieta cetogênica estávamos fazendo).

E descobrimos muitos recursos e funcionalidades do MyFitnessPal que nos levaram a preferi-lo em detrimento do FatSecret.

Dentre elas, as funcionalidades de guardar receitas, e de salvar refeições típicas.

No vídeo acima, mostramos como usar o MyFitnessPal para emagrecer com a dieta cetogênica.

Mas este app pode ser usado por seguidores de diversas estratégias diferentes — sendo bastante popular entre pessoas que fazem a dieta flexível.

Assistindo ao vídeo, você ainda vai aprender como calcular a quantidade de carboidratos de todas as receitas low-carb que você fizer daqui para a frente.

Ele é disponível em português, e sua base de dados de alimentos é bem ampla, contemplando comidas ao redor do mundo todo.

(Muitas vezes escaneamos códigos de barras de alimentos enquanto estávamos em viagem — pois esta é mais uma facilidade que o MyFitnessPal possibilita.)

Aplicativo #3  | Low-Carb Cetogênica — TecnoNutri

O TecnoNutri é uma alternativa 100% brasileira aos dois apps mencionados acima — o FatSecret e o MyFitnessPal.

Ele possui diversos recursos úteis, sendo que sua navegação é facilitada pelas interações com a “nutri virtual” Jéssica. (É um bot que conversa com você).

O TecnoNutri possui diversas funções, e a integração de todas elas é bem feita.

Um dos destaques é a sugestão de cardápio low-carb para emagrecer, que é enviada diariamente para o seu email.

Isso ajuda a ter ideias de refeições a seguir no seu menu diário.

Infelizmente, vários dos melhores recursos (como o cálculo de nutrientes para seguir uma dieta cetogênica) estão disponíveis apenas na versão paga.

Nós tivemos acesso à versão paga por cortesia da equipe TecnoNutri, e gravamos o vídeo acima mostrando como funciona.

Realmente é bem completo, sendo uma satisfação ver a indústria brasileira elaborando cada vez apps mais adequados à estratégia low-carb.

O próximo aplicativo é mais um exemplo disso.

Aplicativo #4  | Low-Carb Cetogênica — UaiKeto

O app UaiKeto é uma iniciativa da Salude Tecnologias para popularizar a dieta cetogênica.

A Salude Tecnologias é uma empresa mineira, criadora dos populares aparelhos UaiKeto.

(O UaiKeto é um aparelho que é capaz de medir o seu nível de corpos cetônicos apenas pela respiração.)

Sendo que já entrevistamos o fundador dessa companhia (o inventor Iago Rezende) para o nosso podcast.

O app UaiKeto funciona como um bom companheiro para o aparelho de mesmo nome — mas ele também cumpre uma função educacional, por explicar mais sobre a cetose e a dieta cetogênica.

Por isso, pode ser usado livremente por qualquer pessoa que se interesse por estes assuntos.

O app é 100% gratuito, totalmente em português, e ainda conta com algumas receitas úteis para entrar em cetose e emagrecer.

Tem desde opções low-carb de almoço e jantar até algumas sobremesas.

Assim, fechamos com chave de ouro esta seção sobre apps que ajudam a seguir a estratégia low-carb.

Vamos ver agora 3 aplicações que são especialmente úteis para criar e manter o hábito de praticar exercícios físicos.

Aplicativo #5 | Movimento — Fitify

O app Fitify foi uma sugestão dos nossos seguidores no Instagram.

Pois pedimos a eles algumas dicas de aplicativos favoritos para cuidar da saúde e emagrecer.

(Interaja com a gente lá — basta nos seguir em @senhortanquinho.)

O foco deste app é o treinamento físico sem usar equipamentos de academia — isto é, focando em exercícios que usam o peso do corpo (calistenia) para treinar força sem sair de casa.

Os treinos são rápidos (dá para configurar várias durações) e dinâmicos, com muitas combinações de exercícios.

As pessoas muitas vezes se queixam de que fazer academia pode ser maçante.

No entanto, eu pessoalmente achei mais chato fazer treinos em casa (que por vezes contavam com muitas repetições do mesmo exercício) do que treinar na academia.

Mas pode ser que eu simplesmente esteja mais acostumado com o treino na academia, e isso seja um viés pessoal meu.

De toda forma, em épocas de quarentena e academias fechadas, treinar em casa muitas vezes é a única opção de que dispomos.

Agora, o que não achei maçante foi a nova atividade que adotei com mais um app sugerido pelos nossos seguidores do Instagram.

O app Down Dog, que veremos a seguir.

Aplicativo #6 | Movimento — Down Dog

View this post on Instagram

[Atualização] O Que Estamos Fazendo Na Quarentena . Por aqui, estamos em quarentena . E procurando formas de ocupar o tempo de maneira produtiva e positiva. O que isso quer dizer na prática? . Recentemente, comecei a experimentar umas aulas de yoga pelo YouTube . O fato é que, muito provavelmente, a pose em questão está bem abaixo do ideal. Mas que, mesmo assim, ela simboliza muita coisa . Simboliza que, mesmo em tempos de quarentena, podemos cuidar da nossa saúde . Podemos aprender coisas novas. Podemos nos desafiar, crescer, e evoluir . (E dar a cara a tapa ao postar uma pose que claramente ainda não sei fazer direito) . Porque o ponto aqui não é fazer poses (ou “asanas”) perfeitas . E sim aproveitar a quarentena para experimentar algo novo . Aprimorar suas habilidades . E sair dela mais forte do que entrou. Por isso, minha sugestão para você é que se dedique a alguma atividade positiva nestes próximos dias . E, se você está sem ideias, a minha sugestão pessoal é a culinária. :woman::egg: Veja, aprender a cozinhar pratos saudáveis é uma atividade muito poderosa e recompensadora . Pois ela vai te permitir, ao mesmo tempo: – Aprimorar suas habilidades, – Se divertir, – Cuidar bem de você mesmo(a) e das pessoas que estão com você, e ainda – Emagrecer e ser mais saudável nesse processo todo . Discutivelmente, uma das melhores maneiras de fazer isso é com nosso livro físico de receitas . Neste livro, reunimos as 120 melhores receitas low-carb que já fizemos na vida. E as organizamos num formato bonito e ricamente ilustrado . (continua nos comentários)

A post shared by Guilherme e Roney (@senhortanquinho) on

Com esse nome estranho, Down Dog pode parecer algum tipo de aplicativo para cuidar do seu pet.

No entanto, este é um app de Yoga — sendo que seu nome faz alusão ao “downward facing dog”, uma pose tradicional dessa prática.

(Em português, é algo como “cachorro invertido”.)

O app na verdade tem duas versões — tanto o “Yoga” quanto o “Yoga for beginners” (yoga para iniciantes).

(Eu pessoalmente estou fazendo o para iniciantes.)

Apesar do nome em inglês, as práticas estão disponíveis em vários idiomas, inclusive em português.

As poses são bem explicadas — o que é importante para completos novatos na prática —, inclusive com dicas de “onde” prestar atenção (extensão torácica, respiração, dentre outras).

Na foto ao início desta seção, o Guilherme está se esforçando para tentar fazer uma das poses ensinadas.

Aplicativo #7 | Movimento — Strava

O Strava é um aplicativo voltado principalmente para o monitoramento de atividades físicas do tipo caminhada, corrida ou ciclismo.

A partir do momento em que você aciona o Strava, ele grava a rota que você percorre.

E, ao final da atividade, fornece diversas dados sobre o seu percurso, como:

  • mapa do trajeto percorrido;
  • velocidade média;
  • variação de altitude; e
  • distância percorrida.

Sendo que um dos fatores mais interessantes do Strava é conseguir criar um aspecto social em atividades que tendem a ser essencialmente solitárias.

Isso porque ele funciona também como uma “rede social” de atletas.

Pois você pode seguir seus amigos, curtir os treinos deles, comentar… e, claro, compartilhar os seus treinos também.

Ao nosso ver, ele é útil principalmente para pessoas que querem acompanhar o histórico de suas atividades físicas.

Como, por exemplo, corredores que querem melhorar seus tempos em determinadas distâncias e/ou percursos específicos.

Agora, se você não tem pretensões de desempenho esportivo — e, em vez disso, gostaria apenas de acompanhar o quanto se movimenta no seu dia a dia —, o app Google Fit pode ser mais útil.

Então vamos falar sobre ele agora — percorrendo uma suave transição de “apps de esporte e treinos” para aplicativos de monitoramento geral da saúde

Aplicativo #8 | Saúde — Google Fit

Nós particularmente usamos e adoramos o Google Fit.

Isso porque ele é prático, tem recursos que gostamos e não é pesado para o celular.

É verdade que ele não tem muitas funcionalidades… mas parece ter o bastante.

E, dentre os “recursos de que gostamos”, podemos destacar os seguintes.

O primeiro deles é a facilidade de anotar e acompanhar seu peso — inclusive, o aplicativo traça um gráfico a partir dessas informações.

Também gostamos muito do seu contador de passos, que acompanha a distância percorrida por dia. 

Essas duas funcionalidades tornam dispensável o uso de outros apps para a mesma função.

Sendo que ainda há a possibilidade de monitorar seus treinos — ou anotá-los manualmente — no Google Fit.

Além de registrar (manualmente) seus horários de dormir e de acordar — o que permite acompanhar a sua rotina de sono ao longo do tempo.

Como dissemos, não são muitas funcionalidades — mas são as funcionalidades que usamos e que são suficientes para nós.

Sendo assim, o Google Fit tem a vantagem de ser bem leve, com funções básicas e úteis, que não atrapalham o desempenho do smartphone, e nem consomem muita bateria.

Nesse aspecto, ele é bem diferente do nosso próximo aplicativo — o Samsung Health.

Aplicativo #9 | Saúde — Samsung Health

O Samsung Health se propõe a ser um app bem completo para diversas funções relacionadas à saúde.

Nele, você consegue fazer tudo o que faria no Google Fit (como contar passos, e anotar seu sono)… e ainda fazer muito mais.

Pois você também consegue:

  • anotar sua ingestão de alimentos e calorias (assim como nos apps de alimentação que indicamos no início deste artigo),
  • criar metas de perda de peso
  • ajustar sua ingestão de água,
  • ter acesso a alguns artigos sobre alimentação
  • selecionar programas de exercícios, e 
  • participar de desafios de movimento (com amigos ou desconhecidos).

Além disso, ele também facilita o monitoramento de outros dados, como seus batimentos cardíacos — o que é possibilitado pelo uso de relógios, smartwatches, pulseiras, e outros wearables.

Ou seja: a intenção é ser um app completo, que eliminaria a necessidade de usar quaisquer outros.

Falamos com alguns usuários do app (este app em específico não testamos para este artigo), e eles gostam muito.

No entanto, o Samsung Health está disponível apenas para alguns aparelhos da Samsung.

Mas, se em vez de ser fã da Samsung, você prefere os smartwatches da Apple (como o Apple Watch), o próximo app pode ser útil a você.

Aplicativo #10 | Saúde — SleepWatch

(Nota: este app em específico não testamos para este artigo.) 

O SleepWatch é o seu companheiro para dormir melhor.

Ele promete monitorar o seu sono, te acordar na hora certa (quando seu sono estiver mais leve, para que você fique menos cansado), e fornecer todo o tipo de estatísticas sobre seu repouso noturno.

O que inclui:

  • sua consistência de horários para dormir,
  • quantas vezes seu sono é interrompido durante a noite,
  • quanto tempo você leva até adormecer,
  • quão descansado você está pela manhã,
  • quanto a sua frequência cardíaca desacelera ao dormir,
  • quão cansado você está no meio do dia,

dentre outras.

Será que esse monte de dados é realmente útil?

Ou será que seria mais produtivo focar em criar bons hábitos e rituais diários, em vez de ficar obcecado com os gráficos coloridos de um aplicativo?

Difícil dizer ao certo. 

(Nota: este app em específico não testamos para este artigo.) 

Por um lado, certamente aplicativo nenhum vai salvar uma rotina de 4h de sono por dia, com péssima gestão do stress.

(Assim como app nenhum de produtividade te ajuda a ser mais produtivo do que aprender a priorizar as tarefas certas.)

Por outro lado, os gráficos mostrando péssimos indicadores podem servir como um sinal de alerta —  o que te ajuda a perceber que sua rotina precisa de uma mudança.

Assim como receber os resultados dos exames de sangue, e ter uma franca conversa com seu médico podem ser o ponto de virada para algumas pessoas — que, a partir daí, decidem mudar de vida e eliminar dezenas de quilos.

De todo modo, se você já tem o Apple Watch, e gosta do conceito do “eu quantificado” (isto é, gerar gráficos e estatísticas sobre sua saúde e desempenho), este aplicativo pode ser uma boa adição.

Já alguns outros apps, a gente fica até em dúvida sobre por que foram inventados — como os aplicativos de jejum intermitente a seguir.

Aplicativo #11 | Jejum intermitente — Rastreador De Jejum

O jejum intermitente é uma prática milenar, que tem diversos benefícios para a saúde.

E já faz um bom tempo que a ciência comprovou que comer de 3 em 3 horas não tem benefício algum para saciedade e composição corporal.

No entanto, muitas pessoas — após décadas sendo acostumadas a fazer diversas refeições e lanches ao longo do dia — têm dificuldade em começar a prática do jejum intermitente.

O app Rastreador de Jejum ajuda justamente neste ponto: pois ele facilita o controle de quantas horas você passa em jejum, e quantas horas passa alimentado.

Nós pessoalmente vemos dois problemas principais com este tipo de aplicativo.

O primeiro motivo é a completa redundância com outro app que você certamente já tem no seu celular: o relógio.

Pois não vemos muito motivo para instalar um aplicativo que basicamente se comporta como um cronômetro.

Já o segundo motivo é um pouco mais pernicioso: que é a busca incessante por cronometrar o jejum, buscando algum tipo de número mágico de horas.

Conforme argumentamos no vídeo acima, este é um dos 5 maiores erros que impedem os iniciantes no jejum intermitente de terem resultados no longo prazo.

E de transformarem a prática do jejum em um estilo de vida saudável.

(Assista ao vídeo completo para descobrir quais são os outros erros.)

Se você deseja transformar o jejum em um estilo de vida saudável, confira este treinamento completo sobre o assunto.

O próximo app da lista também tem a ver com o jejum, embora seja um pouco mais educativo do que este: é o app Zero Fasting.

Aplicativo #12 | Jejum Intermitente — Zero Fasting

Em termos da função de “cronometrar o jejum”, este app tem a mesma funcionalidade o Rastreador de Jejum indicado acima.

No entanto, este aplicativo — que conta com o apoio de médicos como o canadense Dr. Peter Attia — tem a seu favor o fato de ter um foco muito maior em educação.

Com artigos, curiosidades técnicas, e incentivos — o que ajuda a levar os iniciantes a se adequarem com mais facilidade a esta prática.

A grande desvantagem desta aplicação é que (pelo menos quando testamos) ela estava disponível apenas em inglês.

E esta pode ser uma barreira para quem não domina completamente o idioma.

No entanto, se você já fez nosso Treinamento de Jejum Intermitente (100% online e 100% em português), fique tranquilo: pois não vai encontrar informações a mais neste app que justifiquem sua instalação e seu uso.

Sendo que você provavelmente tem mais a ganhar comendo comida de verdade e seguindo a sua fome do que se preocupando se café quebra o jejum ou não.

Aplicativo Bônus | App Do Senhor Tanquinho

Até agora, vimos 12 aplicativos que podem te ajudar na sua busca por mais saúde.

Sendo que a função principal deles e te ajudar a acompanhar o que você já está fazendo.

Você reparou nisso? 

Os apps de low-carb e cetogênica (MyFitnessPal, FatSecret, Tecnonutri) têm a função principal de te ajudar a acompanhar seu cardápio low-carb diário.

Os apps de movimento, como o Strava, de registrar seus percursos e tempos.

Os de saúde, de registrar seu diário de peso e sono.

E, os de jejum, de acompanhar seus períodos sem se alimentar.

Porém, nenhum desses apps tem o foco na sua educação e no seu aprendizado.

Mas a verdade é que apenas o conhecimento que você adquirir é que vai poder te libertar e te ajudar a atingir resultados realmente duradouros.

Afinal de contas, de nada adianta você anotar tudo o que come, contando as calorias e tudo o mais…

Se come apenas sorvete, pão, pizza, bolo, e biscoito.

(Nesse caso, seria melhor comer carnes e vegetais, e deixar a saciedade tomar conta do processo todo.)

Sendo que, até o momento, você poderia contar com a leitura fiel de nossos artigos para te ajudar neste processo.

Afinal de contas, são mais de 400 postagens aqui no blog do SenhorTanquinho.com — incluindo artigos informativos, receitas, entrevistas de podcasts, e muito mais.

Felizmente, estamos muito felizes de anunciar uma novidade para você.

O fato de que estamos liberando gratuitamente, em fase de testes, o novo App do Senhor Tanquinho.

Por enquanto, está disponível para dispositivos Android — e, em breve, deve estar disponível para iOS também.

Você pode baixar o app neste link.

Queremos agradecer ao Lucio Teles, da Stack Tecnologia, por ter viabilizado este projeto.

Se tiver feedbacks sobre o aplicativo, mande suas opiniões (críticas, dicas, sugestões) para [email protected].

Porque ficaremos super felizes em ouvir o que você tem a dizer.

Aplicativos De Saúde E Emagrecimento — Conclusão E Palavras Finais

Hoje você viu 13 excelentes aplicativos (os 12 que revisamos, mais o nosso como bônus) que podem te ajudar a seguir uma rotina mais saudável com maior facilidade.

Pois eles podem te ajudar a melhorar aspectos como:

  • alimentação,
  • atividade física,
  • sono, e 
  • frequência alimentar (no caso do jejum intermitente).

E ver tantos aplicativos disponíveis para download nos anima muito.

Pois nos faz pensar que você pode sim usar a tecnologia como aliada para a perda de peso e o ganho de saúde.

Mas a verdade é que você não precisa de nenhum desses apps para ter resultados.

(Nem mesmo do nosso.)

Sendo que, mesmo se você quiser usar a tecnologia a seu favor para aprofundar sua educação em termos de saúde, e investir em si mesmo(a)…

Você pode fazer isso com os apps que já tem no seu celular.

Isso inclui:

Ou mesmo, simplesmente colocar nosso podcast para tocar no Spotify e sair para dar uma volta.

Ou ouvir enquanto lava a louça. (Nós mesmos fazemos isso.)

E ainda existe uma outra alternativa — que não envolve app nenhum.

E sim usar o tempo que você já passa na frente do computador para aprender mais sobre alimentação.

São duas maneiras principais.

A primeira é o nosso canal do YouTube, que conta com centenas de vídeos grátis (são mais de 300 vídeos informativos e de receitas saborosas).

E a segunda é participar das nossas Aulas, Cursos e Treinamentos Premium.

(Esta opção é perfeita caso você prefira uma orientação mais próxima com a gente).

Em qualquer um dos casos, saiba que a tecnologia chegou para ficar.

E que você pode usar seu smartphone tanto para pedir um lanche no iFood.

Quanto para receber orientações sobre alimentação. 

Sendo assim, faça a escolha consciente.

Até porque existem cada vez mais estudos científicos mostrando o poder que a orientação à distância possui.

Nós estaremos ao seu lado nessa jornada.

Fomentando esta esta grande rede mundial de pessoas que se importam com a própria saúde.

Uma rede que chamamos, carinhosamente, de Família Senhor Tanquinho.

Vamos juntos nessa?

Forte abraço,
— Guilherme e Roney, do Senhor Tanquinho

P.S.: Apesar do mundo cada vez mais digital, cada vez mais pessoas recebem felizes o seu exemplar do Livro Físico de Receitas Low-Carb.

>>> Garanta o seu por este link e ganhe frete 100% grátis para qualquer lugar do Brasil)

Referências

Muita pesquisa e algumas horas de uso de aplicativos foram necessárias para produzirmos este artigo. 

Para tornar a leitura mais fluida, reunimos nesta seção algumas das referências e observações usadas para compor o artigo que você acabou de ler.

  1. Informações de cada app: nós mesmos testamos os apps indicados neste artigo, então os dados são impressões do nosso uso. Lembre-se de que os apps podem ser atualizados (alterando recursos e funcionalidades) a qualquer momento.
  2. Ideias de apps: agradecemos aos nossos seguidores do Instagram pelas sugestões de aplicações para teste.
  3. Estatísticas de uso de smartphones no Brasil: Statista Research Department.
  4. Estatísticas de obesidade e sobrepeso no Brasil. Vigitel Brasil 2018. Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2018.
  5. Athinarayanan SJ, Adams RN, Hallberg SJ, et al. Long-Term Effects of a Novel Continuous Remote Care Intervention Including Nutritional Ketosis for the Management of Type 2 Diabetes: A 2-year Non-randomized Clinical Trial. Frontiers in Endocrinology. 2019; 10:348. https://doi.org/10.3389/fendo.2019.00348  
  6. Hallberg, S.J., McKenzie, A.L., Williams, P.T. et al. Effectiveness and Safety of a Novel Care Model for the Management of Type 2 Diabetes at 1 Year: An Open-Label, Non-Randomized, Controlled Study. Diabetes Ther 9, 583–612 (2018). https://doi.org/10.1007/s13300-018-0373-9 
  7. McKenzie AL, Hallberg SJ, Creighton BC, et al. A Novel Intervention Including Individualized Nutritional Recommendations Reduces Hemoglobin A1c Level, Medication Use, and Weight in Type 2 Diabetes. JMIR Diabetes. 2017; 2(1):e5. https://doi.org/10.2196/diabetes.6981 
  8. Bhanpuri, N.H., Hallberg, S.J., Williams, P.T. et al. Cardiovascular disease risk factor responses to a type 2 diabetes care model including nutritional ketosis induced by sustained carbohydrate restriction at 1 year: an open label, non-randomized, controlled study. Cardiovasc Diabetol 17, 56 (2018). https://doi.org/10.1186/s12933-018-0698-8
  9.  Vilar-Gomez E, Athinarayanan SJ, Adams RN, et al. Post hoc analyses of surrogate markers of non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD) and liver fibrosis in patients with type 2 diabetes in a digitally supported continuous care intervention: an open-label, non-randomised controlled study. BMJ Open 2019;9:e023597. https://doi.org/10.1136/bmjopen-2018-023597 
  10. Athinarayanan SJ, Adams RN, Hallberg SJ, et al. Long-Term Effects of a Novel Continuous Remote Care Intervention Including Nutritional Ketosis for the Management of Type 2 Diabetes: A 2-year Non-randomized Clinical Trial. Frontiers in Endocrinology. 2019; 10:348 https://doi.org/10.1016/j.sleep.2018.12.014 
Receba atualizações dos comentários
Notifique-me de
guest
10 Comentários
mais votados
mais novos mais antigos
Inline Feedbacks
View all comments
André Luiz Liberato
André Luiz Liberato
29 de julho de 2020 06:22

Talvez seja interessante informar que o app mayfitnesspal EXIGE que o usuário AUTORIZE o compartilhamento de dados (“dados sensíveis”), inclusive, FORA DO BRASIL. Alegação subestima a inteligência. Isso não é legal.

Guilherme e Roney
Guilherme e Roney
28 de junho de 2017 23:26

Ádilson, boa noite!

Obrigado pela participação

Na verdade os carboidratos líquidos nada mais são do que a quantidade de carboidratos brutos – as fibras.

Então configurando dessa maneira o seu FatSecret estará de acordo com a curda do The Primal Blueprint, pode ficar tranquilo rs

abraços!

Guilherme e Roney
Guilherme e Roney
20 de dezembro de 2016 11:30

Ola Ricardo!

Também já sofremos muito com esse tipo de “professor” de academia, realmente eles passam o mesmo padrão para todos!

Hoje em dia colhemos informações de vários lugares e de vários modos para elaborar nosso treinos, mas acho que algo que é relativamente bem simples, e apresenta resultados bem melhores que os treinos dados em academia, é fazer os testes e seguir o plano de treino do site http://www.bodybuilding.com/fun/find-a-plan.html

Acho válido que entre lá e veja o plano de treinos que mais se adequa a seu estilo e objetivos!

Guilherme e Roney
Guilherme e Roney
18 de novembro de 2016 20:28

Ola Ana!

Rs, ótima dica! Quem sabe algum dia ne?!

Guilherme e Roney
Guilherme e Roney
11 de novembro de 2016 19:53

Ola Luana! Pelo ponto de vista que temos sobre emagrecimento, você deveria mudar essas porcentagens para cerca de 50%-60% das calorias vindas de gorduras boas (gordura natural presente nos alimentos como carnes, castanhas, queijos, etc), 25%-30% das calorias vindo de proteínas, e 10% a 15% das calorias vindas de carboidratos (estes sendo consumidos via legumes e verduras). Claro que se pegou esta alimentação com um nutricionista você deve segui-la, mas caso contrário, recomendo que leia nossos textos sobre dietas low carb!

Ricardo Oliveira
Ricardo Oliveira
16 de setembro de 2016 15:37

Prezados, estou com uma dúvida que se puderem sanar eu agradeço. Instalei o aplicativo FatSecret e estou registrando tudo lá, entretanto não entendi direito esse relatório quanto à relação de Carboidratos X Gordura em Gramas e Percentual pelos seguinte: Em “gramas” tenho as seguintes informações: Total Carboidratos: 69,31 g Total Gorduras: 232,89 g Total Proteínas: 212,29 g Ou seja, somando esses valores em “g” temos um total de 514,49 g, sendo que se eu fizer o cálculo percentual de cada um deles para o total teria: Carboidratos: 13,47% Gorduras: 45,27% Proteínas: 41,26% Pelos valores acima preciso diminuir muito a quantidade… Read more »

Guilherme e Roney
Guilherme e Roney
16 de setembro de 2016 15:47

Olá Ricardo,

o aplicativo está correto!

Isso porque essas porcentagens se referem ao total de calorias proveniente de cada macronutriente.

Porém 1g de gordura contém cerca de 9 kcal, enquanto 1g de proteína ou de carboidratos possui cerca de 4 kcal.

Sendo assim, multiplicando os gramas pela quantidade de kcal/grama, obtemos as proporções que o app forneceu a você :)

Esperamos ter ajudado,
Forte abraço!

PS: Suas refeições estão ótimas! Eu só adicionaria mais salada ;)

Ricardo Oliveira
Ricardo Oliveira
16 de setembro de 2016 15:59

Caramba, nem acredito que vocês já responderam em 10 minutos, achei que a resposta demoraria dias :O Antes de tudo, gostaria de agradecer pela resposta. Irei considerar o percentual mostrado pelo aplicativo então e seguir dessa forma, tentando manter os carboidratos entre 5~10%, proteínas entre 20~30% e gorduras 65~75% do total de calorias. Comecei essa dieta na segunda-feira e ontem comecei inserir salada (ODEIO salada!), mas vou dar um jeito de ingerir mais. Ontem comi só alface, hoje já comi alface e pepino… Amanhã adiciono mais alguma coisa e assim por diante, até acostumar hahaha. Apesar de ter lido MUITO… Read more »

Guilherme e Roney
Guilherme e Roney
20 de setembro de 2016 15:45

Olá Ricardo, essa de adicionar alimentos aos poucos é uma boa estratégia! Sobre as calorias, a princípio não se preocupe. Coma até a saciedade e vá reeducando seu paladar – a gostar de saladas, inclusive ;) Justamente por você ter bastante peso a perder, não vemos muito sentido em ficar obcecando com calorias no começo desta jornada. Talvez mais para a frente, quando a perda de peso estagnar, seja mais interessante começar a manipular outras variáveis (como aliar à dieta jejuns, exercícios e restrição calórica). Por fim, muito obrigado pelas palavras gentis em relação ao nosso produto! Nada é mais… Read more »