Alimentos Light, Diet, Zero, Fit: Saiba Qual É A Diferença De Uma Vez Por Todas

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

Atualmente, é possível encontrar diversos alimentos nas prateleiras dos mercados que prometem ser  benéficos a sua saúde.

E, por mais que aqui no Senhor Tanquinho a gente defenda uma abordagem baseada em comida de verdade, nós sabemos que muita gente ainda se deixa levar por produtos industrializados ditos “saudáveis”.

Geralmente, esses produtos vêm acompanhados de palavras como diet, light, zero e fit.

E esses termos muitas vezes são usados livremente pelos produtores.

Sendo que a maioria dos consumidores desconhece seus verdadeiros significados.

E isso pode gerar  muitas dúvidas, principalmente naquelas pessoas que buscam emagrecer com saúde.

Nós já falamos anteriormente sobre os alimentos denominados orgânicos, agora é hora de abordar outras denominações.

Então, vamos a elas.

Alimentos Light

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

Alimentos light são aqueles que tem uma quantidade mínima de 25% reduzida de algum nutriente.”

Os nutrientes considerados geralmente costumam ser:

  • açúcar,
  • gordura total,
  • gordura saturada,
  • sódio, ou
  • valor energético (calorias)

E essa redução de 25% é relativa ao produto convencional da mesma marca.

No caso de a marca não possuir o produto convencional, os 25% devem ser calculados com base na média dos produtos convencionais disponíveis para venda.

Antigamente, o termo “light” podia ser usado menos rigorosamente – a regra atual entrou em vigor no inicio de 2014.

Alimentos Diet

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

Alimentos diet são aqueles voltados para pessoas com restrições alimentares específicas.

Alguns alimentos diet, por exemplo, são orientados aos diabéticos (que não deveriam ingerir muito açúcar), ou aos celíacos (isto é, pessoas com intolerância ao glúten).

Estes alimentos não contêm o nutriente que se busca evitar, isto é:

  • açúcar,
  • proteínas,
  • glúten,
  • gorduras
  • ou algum outro nutriente.

Porém, o fato de um alimento ser diet não quer dizer necessariamente que ele contém menos calorias.

Um caso comum é dos produtos diet que buscam ser zero açúcar: muitas vezes, eles contêm mais gorduras e mesmo adoçantes calóricos (como o maltitol) de modo a manter o dulçor e a consistência.

Sendo assim, ele continua rico em carboidratos e gorduras, apenas consegue ostentar o rótulo “diet” por estar livre de açúcares adicionados.

(Sendo assim, ele não é nada adequado a uma dieta low-carb.)

Por isso, é importante ficar atento às opções diet.

Porque apenas a presença desta palavra na embalagem não faz com que o produto seja necessariamente melhor para quem quer emagrecer.

Por isso, esteja sempre atento às informações nutricionais dos alimentos.

Relacionado: saiba as informações nutricionais dos principais alimentos do dia a dia clicando aqui.

Alimentos Zero (ou 0%)

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

São produtos com “zero” (faz sentido, não?) de algum nutriente, como açúcar, gordura, ou sódio.

O público alvo são pessoas que desejam emagrecer, ou que estejam em dietas com alguma restrição alimentar – por exemplo, um alimento Zero Açúcar teoricamente poderia ser consumido por diabéticos.

Alguns dos itens que podemos encontrar são Zero Calorias, Zero Gorduras ou Zero Sódio – então preste atenção para saber o que exatamente você está comprando.

Também podemos destacar os alimentos zero glúten e zero lactose – que são produtos alimentares feitos especialmente para pessoas com doença celíaca ou intolerância láctea.

Mesmo assim, é sempre importante prestar atenção.

Pois existem alimentos que se dizem “zero açúcar”, por exemplo – mas que querem dizer apenas que “não foram adicionados açúcares além daqueles presentes naturalmente nos ingredientes”.

Porém, os ingredientes muitas vezes contêm sucos concentrados de frutas, por exemplo – isto é, açúcar puro.

Então o aviso de prestar atenção para não ser enganado pelo marketing continua valendo.

Alimentos Fonte de…, e Alto Conteúdo

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

Para que um alimento possa usar essa denominação de “fonte de”, ele deve possuir uma concentrações previamente determinada do nutriente em questão.

Por exemplo, no caso do ômega 3, o alimento deve apresentar pelo menos 300 mg (miligramas) de ácido alfa-linolênico, ou mínimo de 40 mg da soma de EPA e DHA (que são tipos de ômega 3).

Já para um alimento poder declarar “Alto Conteúdo”, no caso do mesmo nutriente, ele deve conter pelo menos o dobro das concentrações de um alimento “fonte de” ômega 3.

Já no caso de vitaminas e minerais, a regra é que, para alimentos “fonte de”, a porção deve conter pelo menos 15% da ingestão diária recomendada e, para alimentos com “alto conteúdo”, o dobro disso.

Mas afinal… o que é um alimento fit?

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

Acabamos de analisar todas as principais variedades de alimentos para emagrecer exploradas comercialmente: diet, light, zero, rico em nutrientes, etc.

No entanto, o que dizer dos alimentos ditos fit?

Porque, indo ao mercado, encontramos diversos alimentos com a palavra “fit” estampada em seus rótulos.

Afinal, o que essa palavra quer dizer?

E a verdade é que, diferentemente das outras palavras que abordamos (como light ou diet ou zero), a palavra fit não quer dizer absolutamente nada.

Isto é, ela não está contemplada na classificação do ministério da saúde.

Em vez disso, ela é utilizada pelas principais marcas comerciais para promover os alimentos que elas julgam ser mais saudáveis.

(Ou que elas querem que você pense que são saudáveis.)

Geralmente, essa classificação fit é utilizada em pães e massas integrais, por se acreditar que esses alimentos possuam menor índice glicêmico.

Entretanto, como a classificação de alimento fit pode ser usada livremente pelas indústrias, sugerimos que fique atento para não comprar alimentos que sejam apenas puro marketing.

A sugestão do Senhor Tanquinho, então, é que você foque em comer alimentos minimamente processados – que aliás muitas vezes nem têm rótulos – e deixe que a escolha dos alimentos torne a sua dieta naturalmente fit.

Relacionado: saiba tudo sobre a dieta cetogênica

“Nossa, Senhor Tanquinho… mas são tantas denominações!”

light diet zero fit (6)

Sim, são mesmo!

E isso porque nem ainda existem critérios como “aumentado” em relação a proteínas, “não contém” para gorduras totais e saturadas, dentre outros.

A lista é grande, e não temos a intenção de fazer deste um post imenso e inconclusivo sobre o assunto.

Até porque essas denominações são baseadas numa norma, promulgada no final de 2012, e que entrou definitivamente em vigor em janeiro de 2014.

(Você pode inclusive ver mais informações no site da Anvisa.)

Consideramos essa resolução da Anvisa um grande avanço, por regulamentar melhor  o que os fabricantes podem (e também o que não podem!) colocar nas embalagens como informação nutricional.

(Por exemplo, houve denúncias de alguns salgadinhos – alimentos super processados, e cheios de calorias e carboidratos vazios – que colocavam, em suas embalagens, “não contém colesterol”.

Todavia, o colesterol é um composto encontrado em quantidades relevantes apenas em alimentos de origem animal.

Desse modo, eles advertiam um suposto benefício do alimento como algo especial de sua marca, e não como uma característica inerente ao alimento.

E esse tipo de abuso foi coibido com a nova legislação.)

light, diet, zero, fit, alimentos, dieta, o que é, saúde

Mas é importante notar que, assim como qualquer outra lei ou decreto, esta atual também é passível de mudanças.

E que, na nossa opinião, não é ideal você deixar na mão do governo o papel de decidir o que é importante ou não para a sua nutrição diária.

E é por isso que salientamos a importância de ler as tabelas nutricionais, e de aprender sobre nutrição.

Porque apenas você (bem acompanhado de um profissional de confiança) pode definir o que é melhor para sua saúde.

E nosso papel aqui é apenas informar – para que você esteja de posse da melhor informação possível para fazer escolhas conscientes e acertadas.

Se quiser receber informações atualizadas todas as semanas gratuitamente, coloque seu email abaixo.