Tudo Sobre A Cetose – A Dieta Cetogênica, Os Corpos Cetônicos, Os Sintomas E O Passo A Passo Para Entrar Em Cetose E Queimar Gordura

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Você sabe como seu corpo funciona?

Quando começamos a estudar e pesquisar mais sobre o mundo da nutrição, buscando pelas melhores soluções para viver de forma mais saudável e feliz, invariavelmente nos deparamos com o conceito de cetose.

Neste artigo, abordaremos tudo o que você precisa saber para entender por que a cetose está tão na moda, quais suas vantagens e desvantagens, e como usá-la para perder peso de maneira ainda mais acelerada.

E, se você está procurando um cardápio para Dieta Cetogênica, basta clicar aqui e obter um cardápio gratuito de 6 dias para iniciar a Dieta Keto.

O Que É Cetose

Basicamente, a cetose é um estado metabólico no qual o organismo obtém energia não da glicose (que seria o funcionamento mais comum do corpo, chamado de glicólise), mas sim de moléculas chamadas de corpos cetônicos.

Esses corpos cetônicos são produzidos pelo fígado durante períodos de restrições de alimento (jejum) ou de carboidrato (dietas low carb), para serem usados como fonte de energia.

Então, a cetose nada mais é do que esse estado no qual o corpo obtém energia de uma fonte diferente da usual. (É importante mencionar que, do ponto de vista biológico, ambas são formas normais de se obter energia.

Dizemos aqui que o estado de glicólise é mais comum porque a dieta da maioria das pessoas é altamente inclinada a um consumo majoritário de carboidratos.)

Como Funciona A Cetose

dieta cetogênica keto ketogênica saúde emagrecer sintômas cetose diabetes metabolismo

O funcionamento do processo, embora tenha alguns detalhes bioquímicos mais complexos, pode ser entendido como 3 simples passos:

#1 – Devido à restrição de carboidratos, o seu corpo fica privado do fornecimento usual de glicose;

#2 – Como suas células precisam de energia, seu corpo necessita de outra fonte para supri-la. (E, curiosamente, você tem uma poderosa reserva de energia na forma de gordura… e está louco para gastá-la!)

#3 – O fígado, então, quebra os ácidos graxos, provenientes do seu tecido adiposo, em corpos cetônicos (que, como mencionamos, podem ser usados como substitutos à glicose).

Simples, não é? Mas de onde será que veio essa ideia?

Como A Cetose Começou? A Introdução Da Dieta Cetogênica Ou Dieta Keto

dieta cetogênica keto ketogênica saúde emagrecer sintômas cetose diabetes metabolismoConforme dissemos, a cetose é um processo natural do corpo humano – logo, não faz sentido falar em um início da cetose.

Porém, podemos sim traçar o uso da indução de cetose por meio da dieta.

A primeira dieta indutora de cetose foi a chamada Dieta Cetogênica (Cetônica, ou do Cetônico ou Ketogenic Diet ou Dieta Keto, do original em inglês), elaborada por médicos para tratar casos de epilepsia em pacientes que não estavam respondendo bem aos tratamentos convencionais para essa condição.

Curiosamente, além do sucesso em reduzir os episódios de epilepsia, foi observada perda de gordura corporal nesses pacientes, e melhora de outros indicadores de saúde.

Com isso, a dieta cetogênica ou dieta Keto se popularizou entre pessoas sem problemas de saúde, mas que desejavam perder peso.

Resumidamente, a dieta se baseia em ingestão baixíssima de carboidratos, mediana de proteínas e bem elevada de gorduras.

(Para saber mais sobre como iniciar uma dieta cetogênica, clique aqui.)

Colocando essa frase em proporções de macronutrientes, nós podemos dizer o seguinte:

  • A ingestão de carboidratos não deve ultrapassar 5 a 10% do total de calorias;
  • A ingestão de proteínas deve ficar em torno de 20 a 30% do total das calorias consumidas diariamente;
  • E a ingestão de gorduras deve fornecer de 65 a 75% das calorias (possivelmente até mais).

Lembrando que a quantidade de carboidratos a que nos referimos acima é de carboidratos líquidos – isto é, o total de carboidratos menos o total de fibras.

E que a maneira mais fácil de entender essas proporções é observando a tabela nutricional dos alimentos.

Geralmente, a dieta se inicia com um jejum de 24h, de forma a acelerar a indução do estado de cetose no paciente.

A partir daí, a distribuição estrita de macronutrientes se encarrega de garantir que o indivíduo permaneça nesse estado de cetose, e acelere sua perda de peso.

Clique aqui para baixar gratuitamente um cardápio modelo da Dieta Keto

Interessantemente, alguns benefícios adicionais reportados por pessoas que seguiram uma dieta como a cetogênica ou keto são: aumento do HDL (colesterol bom), melhor regulação da fome e da glicemia (reduzindo ou mesmo eliminando casos de hipoglicemia), alívio de alguns sintomas de Alzheimer e Parkinson, e diminuição de dores nas articulações.

Claro que você provavelmente não vai colher todos esses benefícios (porque, se você não tem sintomas de Parkinson, não há como diminuí-los, não é mesmo?), mas é interessante saber que essa dieta rica em gorduras e restrita em carboidratos pode ajudar no tratamento de condições médicas diversas.

Tem medo de sair da cetose, leia nosso texto: Será Que Isso Vai Me Tirar da Cetose?

Entendi bem as bases da dieta cetogênica, porém como fazer um café da manhã cetogênico!?

Receitas Low-Carb de Café da Manhã para Emagrecer Feliz: Clique Aqui!Esta é uma excelente pergunta, porque o café da manhã na dieta Keto é uma dificuldade para muitas pessoas.

Claro, você pode comer ovos e bacon – mas muita gente não consegue comer apenas isso todos os dias.

E foi pensando nisso que preparamos uma coletânea de livros de receita de café da manhã low-carb – e que é perfeito para a Dieta Cetogênica.

(Ou você pode clicar aqui para ver os vídeos grátis de receitas.)

Mas… Como A Cetose Ajuda A Emagrecer?

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Conforme mencionamos anteriormente, a cetose é um processo normal do corpo, que utiliza os ácidos graxos para gerar os corpos cetônicos – que, por sua vez, fornecem energia para o corpo.

O grande “pulo do gato” reside no fato de que esses ácidos graxos atualmente estão armazenados nas suas células em forma de gordura.

Desse modo, a cetose funciona para emagrecer porque ela para de retirar energia da glicose (porque você restringiu a ingestão desse açúcar) e passa a fornecer energia para seu corpo a partir da sua queima de gordura.

Ou seja, é um mecanismo que te ajuda a eliminar o excesso de gordura sem a necessidade de exercícios físicos– tudo porque seu corpo estará usando uma fonte de energia diferente da usual.

Observação: Os exercícios podem e devem ser feitos para uma vida idealmente saudável, e sugerimos que você adote alguma prática ou esporte de que goste.

Porém, o que estamos dizendo aqui é que é possível emagrecer sem exercícios.

E, caso você queira otimizar seu emagrecimento, sugerimos o 3 tipos de exercícios ótimos para otimizar a queima de gordura em uma dieta low-carb, incluindo o método de treinos intervalados.

Cuidado apenas para não exagerar na intensidade, especialmente antes de você estar cetoadaptado (leia mais abaixo para entender a cetoadaptação).

Como Entrar Em Cetose – Passo A Passo Para Níveis Ótimos De Cetose Nutricional

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Aviso Importante Sobre Entrar Em Cetose Nutricional

Antes de explorarmos essa ferramenta poderosa, usada por milhões de pessoas para emagrecer, apenas um aviso: nesta seção, damos dicas e procedimentos orientados para entrar em cetose nutricional, especialmente em indivíduos não-diabéticos, com objetivo de perda de peso.

Falamos um pouco sobre diabetes mais abaixo, e até traçamos uma comparação com a cetoacidose, porém não recomendamos que diabéticos do tipo 1 entrem em cetose de qualquer maneira.

Então, se você tem alguma condição de saúde preexistente, leia o texto à vontade, mas fale com seu médico antes de tomar qualquer medida.

Dito isso, vamos tratar dos fatores importantes e fornecer orientações para você entrar em cetose de maneira rápida, saudável e eficaz.

Os Fatores Mais Cruciais A Considerar Na hora De Entrar Em Cetose Nutricional

Fator #1 – Carboidratos

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Se está lendo este texto atentamente, talvez você já tenha percebido que uma das chaves para entrar em cetose nutricional de maneira efetiva passa pelo controle da quantidade de carboidratos.

Sendo mais específico, os números podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente a recomendação é ingerir menos de 20-30 gramas de carboidratos líquidos por dia (isto é, descontando fibras).

(Repare como essa parte importante da indução da cetose nutricional consiste na mesma recomendação que a primeira fase da Dieta Atkins… que, por sinal, se chama indução.)

Por outro lado, assim como essa mesma dieta do Doutor Atkins prega, é importante não “zerar” seu consumo de carboidratos, ingerindo ao menos alguns gramas de fibras (que virão acompanhados de um pouco mais de açúcares naturais, se você estiver comendo “comida de verdade”).

Caso você não saiba como montar um cardápio para entrar em cetose, clique aqui para obter um plano alimentar completo de 13 semanas para a dieta cetogênica + livro de receitas Keto e não ter mais dúvidas do que comer para emagrecer.

Mas o que queremos dizer com isso?

Basicamente, que você pode e deve consumir folhas e vegetais crucíferos (brócolis, alface, rúcula, agrião, escarola, repolho, nabo, couve-flor, couve de Bruxelas, dentre outros) na sua alimentação rotineira.

Fator #2 – Proteínas

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

É importante notar que parte do segredo para entrar em cetose de maneira bem sucedida consiste não só em evitar as fontes óbvias de carboidratos (doces, pães, massas, arroz, batatas…) mas também vigiar sua ingestão de proteínas.

Não é um erro muito comum, mas existem pessoas que, ao tentar diminuir a ingestão de carboidratos, acabam por simplesmente substitui-los por proteínas.

Isso pode provocar um leve desconforto estomacal, e também um progresso abaixo do que seria ótimo para a cetose – uma vez que a ingestão de proteínas também afeta os níveis de insulina, conforme ensinamos aqui.

Observe que isso não significa a adoção de uma dieta pobre em proteínas, mas sim moderada.

Se você está bem perdido sobre o que seria  “moderada” ou “elevada”,  uma boa métrica seria: algo em torno de 20-30% das suas calorias diárias vindas de fontes de proteína.

(Não esquecendo que 1 g de proteína apresenta 4 kcal, 1 g de carboidrato apresenta 4 kcal e 1 g de gordura apresenta 9 kcal.)

“Mas Senhor Tanquinho… e o que mais eu como?

É aí que entra o fator #3.

Fator #3 – Gorduras

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

A ingestão mais elevada de gorduras vai propiciar uma dieta que é sustentável no longo prazo, além de apresentar alguns benefícios importantes para o bom funcionamento do seu corpo.

Basicamente, a gordura ingerida:

  • Fornece maior saciedade durante as refeições;
  • É uma poderosa fonte de energia;
  • Não eleva a insulina;
  • É importante para a boa regulação dos hormônios.

Eu sei que pode ser difícil começar a ingerir mais gorduras, ainda mais porque o que ouvimos durante a maior parte da nossa vida foram mitos assustadores sobre como comer gordura iria entupir nossas artérias e nos matar.

Bom, acontece que não há nenhuma comprovação científica desse fato.

(Já dietas baixas em carboidratos e mais elevadas em gordura apresentam sim resultados efetivos para perda do sobrepeso e manutenção de níveis ótimos de saúde.)

De todo modo, algumas pessoas podem achar difícil aumentar sua ingestão de gordura.

Um modo fácil de implementar isso consiste em simplesmente comer de maneira mais “natural e intuitiva: isto é, não tirar a gema dos ovos (saiba por que), não cortar a gordura da carne, optar por cortes mais gordos, comer bacon (sim… você pode!), etc.

Outras pessoas preferem métodos alternativos como adicionar manteiga ou outras fontes de gordura em seu café (como óleo de coco, por exemplo), de modo a aumentar a ingestão diária de gordura.

(Caso queira saber minha preferência, eu pessoalmente gosto do meu café preto, e do meu bife/contra filé bem gordo ;-)  )

Fatores Adicionais – Álcool, Calorias, Jejum, E Dia Do Lixo

Apresentamos acima os três principais fundamentos de dieta para você entrar em níveis ótimos de cetose e colher todos os benefícios que ela proporciona.

No entanto, algumas pessoas nos perguntam sobre alguns pontos mais sutis, então nesta seção vamos endereçá-los.

Álcool E Cetose

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

O álcool não é aconselhado numa fase inicial, ainda mais porque seu metabolismo ainda estará se adaptando a essa nova condição de cetose. Se resolver beber, pode acabar descobrindo que suas ressacas tendem a ser mais fortes.

Porém, depois que estiver cetoadaptado, você pode se divertir ocasionalmente, e até adicionar vinhos e drinks Low Carb na sua rotina.

Alternativamente, você pode beber drinks e bebidas elevadas em carboidratos como cervejas, caipirinhas, bebidas adocicadas e o que mais quiser numa ocasião de dia do lixo, caso opte por um.

Calorias E Cetose

Numa dieta cetogênica (ou na maioria das dietas que induz cetose, inclusive praticamente todas as dietas Low Carb), a contagem de calorias não é necessária.

Todavia, saiba que uma ingestão muito elevada de calorias, mesmo que em proporções como as da dieta cetogênica (dieta keto), pode influenciar a cetose.

Um exemplo numérico (e irreal, mas que estamos considerando porque esta é uma pergunta que recebemos): Caso você consuma 10.000kcal por dia, mesmo que apenas 5% delas venham dos carboidratos, isso perfaz 500 kcal, ou cerca de 125g de carboidratos por dia.

Mas, se você já fez alguma dieta de contagem de calorias, sabe quão surreal é esse número de 10.000 kcal por dia. Mesmo metade disso já seria um número bem pouco atingível para a maioria das pessoas.

E novamente, isso são casos extremos.

Se você se alimenta em quantidades minimamente normais (isto é, se come menos de 3kg de comida por dia), e especialmente “comida de verdade”, é extremamente difícil que isso influa em sua entrada na cetose por meio da dieta.

Um Cardápio pensado para evitar o ganho de peso mesmo comendo-se até a saciedade é este aqui.

Dia do Lixo E Cetose

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

O dia do lixo certamente vai te tirar do estado de cetose, ainda que temporariamente.

Especialmente se você tem muito peso a perder, e deseja usar a cetose como ferramenta, não é recomendado que faça dia do lixo nos estágios iniciais, ou até que esteja cetoadaptado.

Depois desse período, um dia do lixo ocasional vai te tirar da cetose, mas nada que seu corpo não retorne em até uns 3 dias.

Jejum e Cetose

Por fim, o jejum. Conforme mencionamos, ele geralmente está presente no início da dieta cetogênica, para que o corpo entre em cetose mais rapidamente.

E, de fato, no intervalo entre o jantar e o café da manhã, a maioria das pessoas não se alimenta – e é nessa janela que elas mais queimam gordura, justamente pela ausência da ingestão de glicose nesse período.

Pensando nisso, algumas pessoas gostam de aproveitar essa oportunidade natural e, por exemplo, pular o café da manhã, prolongando o período de cetose – praticando o jejum intermitente.

Esse método, se aliado a uma dieta baixa em carboidratos, pode ser bastante eficiente para a indução de níveis ótimos de cetose.

Essa tática não é maléfica, e tem se tornado cada vez mais popular – e falamos muito mais sobre esse assunto aqui.

Por enquanto, resta saber que jejuns de qualquer tipo não são necessários para atingir a cetose mesmo em seus níveis ideais.

Mas, já que falamos em níveis ótimos de cetose, vamos definir o que eles seriam.

Níveis De Concentração De Corpos Cetônicos No Sangue

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

  • Abaixo de 0,5 mmol/L – esse nível não é considerado cetose. Nessa zona, seu metabolismo está praticamente todo dependente de glicose;
  • Entre 0,5 e 1,5 mmol/L – você está numa cetose nutricional bem sutil. Esse nível até ajuda a emagrecer, dependendo do seu estado inicial, mas o processo será bem lento;
  • Entre 1,5 a 3 mmol/L – é o nível ótimo de cetose, recomendado para a máxima perda de peso, e o que buscaremos neste tutorial. É o nível que dietas como Atkins ou mesmo Paleo Low Carb acabam atingindo se seguidas da maneira correta;
  • Acima de 3 mmol/L – os benefícios não são fundamentalmente diferentes do nível anterior, e para atingir esse nível você provavelmente terá de comer bem menos quantidade de comida. Ainda está bem longe da cetoacidose (que detalhamos mais abaixo no texto), mas realmente não há necessidade de se ultrapassar esse nível.

Mas como saber se você está ou não em cetose?

Como Saber Se Estou Em Cetose? – Sintomas E Métodos

Nesta seção, vamos explorar os três métodos que as pessoas costumam utilizar para saber se estão em cetose, cada qual com suas vantagens e desvantagens. São eles: exame sanguíneo, fitinhas coloridas e avaliação de sintomas.

Método #1 – Exame Sanguíneo

A única maneira real de saber se você está em cetose é por meio do do seu sangue.

Não quero com isso desmerecer os outros dois métodos, que podem fornecer “boas pistas” para você saber se está em cetose ou não. Mas, se você, por qualquer motivo, quer realmente garantir que entrou em cetose, deve fazer um exame de sangue.

A grande desvantagem deste método é que ele é mais inconveniente: É o único que envolve você sair da sua casa e ter agulhas espetadas no corpo – uma experiência que nem todos gostam. E, para completar, ainda pode acabar saindo mais caro – o que vai depender do laboratório e do seu plano de saúde.

Devido a esses fatores, muita gente acaba optando pelo uso do método #3.

Método #2 – Medidor de Cetonas Portátil

Ao invés de ir até um laboratório medir seu sangue, você pode simplesmente comprar um medidor portátil de cetonas e medir a quantidade de cetonas em seu sangue de maneira fácil e em casa.

A leitura é feita seguindo os parâmetros citados acima.

Abaixo uma opção disponível para venda no Brasil:

Método #3 – Fitas Para Medição De Cetose

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Um dos métodos mais populares para avaliar o estado de cetose consiste no uso de  fitinhas coloridas que servem para medir se você entrou em cetose através da concentração de corpos cetônicos na sua urina.

Então, você colocaria a fitinha em contato com a urina e a observaria mudar de cor – sendo que, quanto maior a concentração deles na urina, mais escura ficaria a fitinha, simbolizando que você estaria mais intensamente em cetose.

Sendo assim, a medição de cetose se dá pela concentração de corpos cetônicos na urina – isto é, na quantidade de corpos cetônicos que estão sendo eliminados.

E, justamente por isso, o problema maior com esse método é que, em inúmeras situações, as fitas medidoras de cetose simplesmente podem não funcionar.

Algumas das situações em que esse método não se torna mais confiável são as seguintes:

  • As fitinhas estão danificadas (passaram da validade ou ficaram úmidas, por exemplo);
  • Você está bebendo muito líquido (e diminuindo a concentração de corpos cetônicos. Note que a diferença de ingestão de líquido poderia afetar até mesmo a comparação entre diferentes dias ou semanas);
  • Você faz o teste em períodos inconsistentes (um teste em jejum antes do café da manhã, por exemplo, e outro após o jantar);
  • Você está Cetoadaptado.

Apenas para esclarecer o último ponto, que é o mais importante para nós: estar cetoadaptado (ou ceto-adaptado) significa que o seu corpo já se adaptou a utilizar corpos cetônicos como fonte de energia – o que seria um processo normal do organismo.

No entanto, como a dieta ocidental é muito concentrada em carboidratos, a maior parte das pessoas não está completamente apta a utilizar integralmente os corpos cetônicos – isto é, elas estão muito mais adaptadas à glicólise do que à cetose.

Esse processo de cetoadaptação ocorre em média após 4 a 6 semanas numa dieta que controla a ingestão de carboidratos – o tempo médio pode variar de pessoa para pessoa (caso ela já tenha experimentado jejuns ou outras dietas low carb, por exemplo) e também caso a dieta seja mais ou menos restritiva em relação a eles.

Um exemplo de dieta mais restritiva seria a dieta cetogênica, que vimos acima.

Já um exemplo de dieta (bem) menos restritiva seria a Dieta Slow Carb.

E, enquanto não estiver cetoadaptado, não é prudente fazer atividades físicas extenuantes – isto é, nada de maratonas ou exercícios de CrossFit diários.

Depois de estar cetoadaptado, porém, sua gama de opções de exercícios aumenta.

De todo modo, como o uso das fitas ainda apresenta algum gasto financeiro (elas não são grátis!) e inconveniência (urinar numa fitinha) – além da chance de incorreções, conforme mostramos – muitas pessoas acabam optando por um terceiro método.

Método #4 – Avaliar os Sintomas da Cetose

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Este terceiro método, de observação dos sintomas, apresenta as seguintes vantagens: é o mais barato dos três (pois é completamente grátis), é imediato (porque não há espera pela chegada de produtos ou resultados) e não tem nem mesmo inconveniências (pois você não tem de fazer nada – apenas observar).

No entanto, sua imprecisão é a maior de todas, e por dois motivos simples.

O primeiro é um lado psicológico e de atenção: muitas vezes, as pessoas “pensam” que estão vendo alguma alteração, quando na verdade elas estão apenas mais atentas a sinais que, de outra forma, não perceberiam.

Por outro lado, reciprocamente, a pessoa por vezes é mais distraída e não observa os sintomas se manifestando, mesmo quando aqueles ao seu redor os percebem claramente.

Já o segundo lado é fisiológico: muitas vezes, os sintomas podem não se manifestar da mesma maneira em todas as pessoas – que, por isso, podem pensar que não estão em cetose, quando de fato estão.

Tendo feito essas ressalvas, vamos elencar alguns dos principais sintomas relatados e associados ao estado de cetose:

  • Sensação de euforia;
  • Clareza de raciocínio;
  • Diminuição da sensação de fome;
  • Mau hálito;
  • Gosto metálico na boca;
  • Dor de cabeça;
  • Náusea;
  • Fraqueza;
  • Desregulação do sono;
  • Necessidade mais frequente de urinar (muitas vezes o cheiro da urina pode mudar também);
  • Mãos ou pés gelados.

Note que esses sintomas podem não se manifestar; ou então, podem ocorrer apenas alguns deles em vez de todos.

E, para piorar, podem ocorrer, mas devido a outras causas – afinal, a cetose não é a única causa de mau hálito, nem de dor de cabeça.

Uma Observação Interessante: Você Sabe Por Que O Hálito Fica Com Um Aroma Diferente Durante A Cetose?

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Conforme dissemos, os ácidos graxos são metabolizados em corpos cetônicos no fígado. Acontece que são três os corpos cetônicos criados nesse processo: ácido acetoacético, Ácido beta-hidroxibutírico, e acetona.

Porém, enquanto os dois primeiros são utilizados pelos tecidos cerebrais e musculares como fonte de energia, a acetona não serve a essa mesma finalidade, e parte dela acaba sendo excretada na urina enquanto outra parte é expirada, o que gera o hálito cetônico característico.

Esse hálito é ainda mais marcante, e pode servir como sinal de alerta, para uma condição clínica bem distinta da nossa amiga cetose: a cetoacidose, da qual falaremos a seguir.

Igualmente, a diminuição da sensação de fome pode ser devida também à adoção de alimentos que saciam mais, ricos em proteínas e gorduras, conforme mencionamos neste artigo que ensina a aproveitar festas sem engordar.

Os sintomas tendem a diminuir com o tempo: se você nunca entrou em cetose – ou nunca restringiu carboidratos antes – entrar numa dieta cetogênica “de uma vez” pode causar dor de cabeça e fraqueza facilmente, numa situação nada agradável.

Nosso conselho: não precisa sair de uma alimentação rica em carboidratos para um jejum de 24h e depois uma dieta muito restritiva: você pode experimentar reduzir os carboidratos de maneira mais ou menos gradual, além de tomar outras precauções para prevenir alguns dos sintomas mais desagradáveis.

Especialmente, sugiro um cuidado especial em beber mais água, de modo a evitar desidratação, uma vez que seu corpo tende a eliminar mais dela nos estágios iniciais de uma dieta de restrição de carboidratos; e também a adoção de um multivitamínico, para suprir eventuais carências que podem ser acentuadas devido às restrições – ou mesmo de alguns dos suplementos que falamos nesse texto.

De todo modo, é importante esclarecer que os sintomas mais acentuados tendem a desaparecer após cerca de uma semana de dieta – assim, você talvez nem se lembre de que está em cetose após esse tempo, pois seu único sintoma será uma perda de peso acelerada.

Além disso, existem maneiras de aliviar ou suprimir completamente os sintomas desagradáveis – isto é, você não precisa sentir dor de cabeça para emagrecer!

Além da água e do multivitamínico que mencionamos, é importante não passar fome.

Uma medida simples que pode auxiliar é comer à vontade durante as refeições, e cozinhar comidas saborosas pode ajudar bastante a tornar seu início de cetose bem mais agradável.

E capriche nos temperos! (Você não precisa comer de 3h em 3h como o mito da nutrição diz, como quando der fome e pronto – nada de se preocupar com horários.)

Clique aqui para baixar grátis um livro de deliciosas receitas low carb.

Cetose E Cetoacidose – Uma Confusão Que Não Faz Bem

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Esta seção vem para desmistificar uma confusão que infelizmente é bem comum – a confusão entre cetose e cetoacidose.

A cetoacidose é uma condição clínica caracterizada pelo excesso de corpos cetônicos no sangue, e não é atingida clinicamente por meio da dieta, mas sim é geralmente sintomática de diabetes e resistência a insulina – e vem acompanhada do hálito cetônico, que mencionamos acima.

Quadros de cetoacidose podem ocorrer, por exemplo, quando um diabético do tipo 1 não administra a dose correta de insulina.

Nesse caso, as células do fígado aumentam a conversão de ácidos graxos para corpos cetônicos para fornecer energia para o corpo.

O excesso de corpos cetônicos diminui o pH do sangue, e os rins tentam excretar o excesso de glicose (que não pôde ser metabolizada devido à falta de insulina) e de corpos cetônicos (que estão em quantidades anormais).

Esse processo vai causar a remoção de água e eletrólitos do sangue, podendo causar desidratação, taquicardia e queda de pressão. Não é um quadro nada animador.

Felizmente, na cetose induzida pela dieta que tratamos aqui (a chamada cetose nutricional), a concentração  de corpos cetônicos é bastante inferior: enquanto na cetose nutricional a concetração de corpos cetônicos é da ordem de 0,5 até 5 mmol/L, na cetoacidose patológica esse índice se encontra na faixa de 15-25 mmol/L.

Portanto, por favor, não confunda sua cetose nutricional, normal e saudável, com uma condição patológica associada a um quadro clínico bem mais grave.

Alguns defensores de dietas ricas em carboidratos são rápidos em associar uma coisa com a outra, mas como vimos basta um exame de sangue para dizer com certeza em qual categoria você se encontra.

Palavras Finais

keto,cetose,cetogenica,dieta,emagrecer,saúde,low carb,cetonicos

Conforme vimos, a cetose pode ser uma ferramenta poderosa da sua dieta.

Ela é capaz de acelerar seu emagrecimento, além de fazer parte de um mecanismo interessante de regulação de insulina, grelina e outros hormônios, além de ser benéfica para tratamento de outras condições, como dissemos.

Todavia, você não precisa entrar em cetose para emagrecer.

Ela é uma ferramenta ótima, sim, mas certamente não é a única maneira de emagrecer.

Inclusive, muitas pessoas nem podem contar com esse recurso.

É o caso de diabéticos tipo 1 (e até diabéticos tipo 2 caso tenham o pâncreas muito danificado).

Embora existam casos de diabéticos tipo 1 em cetose, aliada a um controle mais estrito da administração de insulina, certamente não é a regra.

(A cetose também não é recomendada para pessoas com deficiência na enzima piruvato carboxilase ou com porfiria. Mas eu tenho a forte impressão de que, se você tivesse alguma dessas raríssimas condições, não estaria lendo este texto agora.)

“Mas, se não é necessária para emagrecer, por que falar tanto sobre isso?”

E a resposta é simples: porque acreditamos que muitas pessoas podem se beneficiar desse conhecimento.

E porque queremos fornecer os recursos, informações, e ferramentas, para que todos possam ter condições de fazer escolhas bem informadas sobre quais os métodos exatos que desejam utilizar para atingir uma vida com mais saúde.

Essa é a nossa missão aqui no Senhor Tanquinho.

E, agora que explicamos tudo o que você precisa saber sobre a cetose para fazer escolhas adequadas…

Tem alguma dúvida? Já utilizou a dieta cetogênica – ou entrou em cetose com outra dieta? Conte sua experiência nos comentários!

Save

Save

  • SenhorTanquinho

    Boa tarde!

    Nos emails que recebemos sobre a Dieta Atkins, invariavelmente as pessoas relatam duas situações típicas:

    #1 – que estão emagrecendo muito, adorando os resultados;
    e
    #2 – que não aguentam mais comer os mesmos alimentos!

    Isso acontece porque a maioria das pessoas conhece poucas combinações de alimentos bons para emagrecer, ainda mais se tiver que contar carboidratos para seguir direitinho as regras…

    E, justamente para resolver esse problema, criamos um cardápio completo de 91 dias, repleto de refeições saborosas!

    Afinal, ninguém merece comer comida enjoada…

    Você pode saber mais sobre ele clicando neste link:

    http://landing.senhortanquinho.com/atk91-sistema-de-emagrecimento-dieta-atkins/

    Com ele, seu emagrecimento terá ainda mais sucesso – e muito mais sabor.

    Forte abraço!

  • SenhorTanquinho

    Olá, Aline

    Muito obrigado pelos elogios, e pelas excelentes perguntas. Vamos a elas:

    1) Muito provavelmente você já está cetoadaptada – inclusive, pelo seu relato, você começou há dois meses e as indicações começaram a diferir há duas semanas. Isso dá uma faixa de seis semanas, um tempo adequado para a cetoadaptação.

    2) Mesmo cetoadaptada, você ainda consegue emagrecer – separei um artigo com dicas para você, como resposta à pergunta 4.

    3) Interessantes essas fitinhas, eu não as conhecia. Como a medição é realizada diretamente pelo sangue, me parecem mais confiáveis do que as que utilizam a urina.

    4) Talvez a taxa de perda de peso diminua. Porém, ainda é possível emagrecer, sendo que, para sair de um platô, sugerimos algumas dicas: http://www.senhortanquinho.com/12-dicas-imperdiveis-para-sua-dieta/

    E saliento: entendo que você queira perder mais peso, e em primeiro lugar quero dar os parabéns pelos resultados obtidos até o momento. Afinal, 4 kg não é pouca coisa!

    Esperamos poder te ajudar cada vez mais com os conhecimentos e materiais que disponibilizamos. Agradecemos a confiança em nossos produtos e também o seu comentário. Esse é o tipo de leitor que queremos!

    Desejo muito sucesso em seu emagrecimento.
    Forte abraço!

  • SenhorTanquinho

    Boa noite, Angela!
    Muito legal que você tenha vindo procurar informações em nosso site. Desejamos tudo de bom para você.
    Atualmente já está sendo cada vez mais comprado e aceito que as melhores e mais saudáveis dietas para emagrecer são aquelas com restrição de carboidratos e ingestão mais liberada de gorduras.
    Muito boa sorte!

  • SenhorTanquinho

    Olá Caroline,

    pelo seu relato, você parece estar fazendo tudo certo! Meus parabéns pela disciplina.

    Porém, os resultados não estão muito bons mesmo.

    Claro que poderíamos propor algumas hipóteses, como por exemplo, se você já está próxima ao seu peso ideal, ou se a quantidade de calorias estimada pela soma de 20g de carboidratos + 70g de proteína +200g de gordura (no caso, cerca de 2160 kcal) está muito acima de sua taxa basal… Mas sinceramente não vejo muito valor nisso – porque talvez haja outros pontos importantes por trás dos fatos.

    Sendo assim, sugiro que consulte um médico de sua confiança, que peça exames para averiguar a sua situação hormonal. Muitas vezes, hormônios desequilibrados estão por trás de resultados inadequados.

    Desejo boa sorte na sua caminhada – e pela pessoa determinada que parece ser, não tenho dúvidas de que irá conseguir.

    Forte abraço!

  • Olá, Jéssica,

    Muito provavelmente essa alimentação que você mencionou poderia levar à cetose, e a dor de cabeça é um indicar disso.
    Porém, a única ressalva é que não há como ter 100% de certeza sem usar os métodos descritos no texto.

    Desejo muito sucesso na dieta!

  • Marta Ribeiro

    Muito bom!!!

  • Marta Ribeiro

    Muito bom seus posts.
    E olha que tenho visto muita coisa sobre o assunto!
    Obrigada pela preciosa contribuição!!!

    • Olá Marta

      Muito obrigado pelo seu comentário!

      É esse tipo de feedback que nos motiva para escrever cada vez mais conteúdos de qualidade.

      Por favor, sempre que desejar, sinta-se à vontade para comentar aqui no Senhor Tanquinho, ok?

      Muito obrigado novamente pelo elogio!
      Forte abraço,
      Guilherme Torres

  • Paulo Masetti

    Olá. Estou lutando pra entrar em cetose e não estou tendo sucesso. Fiquei uma semana consumindo menos que 20 G de carboidratos e comendo 1200 calorias por dia. Comprei o aparelho FreeStyle neo e as fitas de medir a cetose no sangue. Notei que depois dessa semana na base de 20g de carb por dia que meu sangue apontava o, 4 de cetonas e que isso não é cetose. Já fazem 2 dias que estou comendo só 4 claras de ovo no almoço e no jantar e mesmo assim minhas cetonas subiram só para 0,9. É assim mesmo? Demora pra entrar?

    • Olá, Paulo,

      Na verdade acredito que seu baixo consumo de gorduras esteja atrapalhando seu progresso.

      Na dieta cetogênica o recomendado é ingerir de 60 a 70% (talvez até mais) das calorias advindas das gorduras.

      E você não precisa se preocupar em contar calorias, apenas não passe fome e foque em alimentos ricos em gorduras boas e proteínas.

      Seguindo a alimentação correta, você deve levar cerca de 3 dias para começar a sentir os primeiros sintomas.

      • Paulo Masetti

        Eu jamais imaginaria que não estou entrando em cetose por não comer gordura! Kkk Vou comer um pouco mais. Obrigado. Paulo

      • Paulo Masetti

        Olá! gostaria de saber quantas gordura eu devo consumir por dia. 1 tablete de manteiga? ou X colheres de azeite? ou 300 gramas de bacon! Quando falam que temos que comer gordura ninguém diz quanto! Sabe né orientar?

        • Boa noite, Paulo!

          Você está coberto de razão, realmente muitas vezes falta mastigar mais o conteúdo.

          A questão é que isso é tanto quanto pessoal, sendo o mais importante atingir os 70% de calorias diárias.

          E você pode atingir essa medida de diversas maneiras, seja com ovos, carnes, manteiga, azeite, óleo de coco…

          Vamos supor que você queira consumir 3000 kcal por dia, sendo que 2100 kcal devem vir de gorduras, o que dá aproximadamente 230 g de gordura pura. O que nos dá uns 300 g manteiga.

          Obviamente não recomendamos isso, mas essa é a ideia: você pode fazer as contas utilizando os alimentos que mais gostar para atingir as calorias do dia.

          Espero tê-lo ajudado,
          Forte abraço!

  • Mauricio Santos

    Olá! Muito bom o seu site.
    Li sobre a dieta Dukkan, atkins e cetogenica. Minha pergunta é esta: sobre a Dukkan, eu li que precisa fazer o dia da proteína que vai de 2 a 7 dias. Então eu posso fazer isso pra perder mais peso e pode ser considerada uma dieta cetogenica, atkins e Dukkan juntas nesta primeira fase?

    Depois eu li que a dieta paleo Low carb pode estar tudo liberado dentro do grupo que a dieta permite. Se eu comer verduras e legumes da dieta paleo, ainda assim estarei em cetose?

    • Olá, Maurício,

      Não sei se entendi perfeitamente sua pergunta, mas vou tentar tentar responder da melhor maneira possível.

      As primeiras fases das dieta Atkins e Dukan são muito parecidas e tendem sim a induzir a cetose nos indivíduos.

      Lembrando que o fator principal para entrar em cetose é consumir cerca de 20 g de carboidratos líquidos (total de carboidratos menos as fibras) por dia.

      Desta forma, você pode entrar em cetose mesmo fazendo a dieta Paleo, basta contar os carboidratos que ingerir.

      Espero ter ajudado!
      Forte abraço.

  • Olá, Andreas,
    Muito obrigado pelos parabéns!

    Tentei apontar no texto as principais razões que impedem as pessoas de entrarem em cetose, como por exemplo a ingestão elevada de proteínas. Vale lembrar que o recomendado é que cerca de 70% das calorias sejam advindas das gorduras.

    Mas dado que vocês estão emagrecendo e estão se sentindo bem, eu não me preocuparia com isso (estar em cetose ou não)… :)

    Espero tê-lo ajudado,
    Forte abraço!

  • Olá, Maurício!
    Obrigado por esclarecer a questão, assim podemos respondê-lo de maneira mais exata.

    É um ponto controverso da dieta. Mas eu pessoalmente não acredito que haja razão para evitar a ingestão de vegetais crucíferos em nenhum momento da sua vida.

    Na minha opinião, fica ainda mais difícil fazer a dieta sem nenhuma salada dados os baixos ganhos adicionais.

    No final das contas, é uma decisão que cabe a você levando em conta as suas preferências.

    • Mauricio Santos

      Valeu!
      Mas pra mim fica muito mais fácil com saladas. Cada um tem um gosto. Heheheh

      PergunteI isso por que na dukkan tem que fazer o dia da proteína que é a fase ataque.
      A meu ver a liberacão das carnes pode ter um efeito muito mais calórico do que uma salada grande com uma carne media.

      Obrigado pela atenção

  • O limite de carboidratos que você pode ingerir e ainda continuar emagrecendo varia muito de pessoa para pessoa (sem nem entrar no mérito da cetose).

    Afinal, diversos fatores influiriam nesse número, como idade, genética, atividade física, resistência à insulina e muito mais.

    Por isso o melhor a se fazer é testar e descobrir o melhor para seu organismo.

  • isa

    ola! Qual seria o melhor horário para medir a cetose (com o aparelho freestyle)?

    • Olá, Isa,

      O mais importante é ser consistência, ou seja, medir todos os dias no mesmo horário. Pessoalmente prefiro logo ao acordar.

      Forte abraço!

  • Olá José,

    O ECA é atualmente proibido no Brasil, e por isso não recomendamos seu uso em nenhum caso.

    De todo modo, a dieta Dukan consegue trazer resultados mesmo sem o uso de nenhum suplemento nutricional. Sugeriria, então, que experimentasse seguir apenas a dieta por algum tempo para, depois, considerar o uso de suplementos.

    Forte abraço!

    • José Bezerra

      Tentarei.
      Obrigado

  • UAU, Leandro!

    Muito obrigado por compartilhar sua história. Ela é muito inspiradora e incentivadora.

    E também gostaria de parabenizá-lo por toda sua luta e sua vitória, realmente é de se tirar o chapéu. Meus parabéns!

    Inclusive vou colocar seu comentário em destaque em nosso texto para que assim mais pessoas possam se inspirar e atingir seus resultados.

    Muito obrigado e Forte abraço!

  • Anna

    Muito bom o artigo, de todos o que li o seu é o que me sanou mais duvidas, porém ainda tenho uma. No jejum podemos beber água?!

    • Olá, Anna,

      Obrigado pelo elogio! Ficamos muito felizes com seu comentário.

      Pode sim beber água. =)

      Água e outras bebidas sem sem calorias, como café e chá sem açúcar, estão liberadas.

      Sinta-se sempre à vontade para comentar em nossas postagens, será sempre um prazer respondê-la… :)

      Forte abraço,
      Guilherme e Roney

  • Olá, Caio,

    Obrigado por sua pergunta. =)

    Se você estiver cetoadaptado, os valores tendem a se manter mais baixos mesmo.

    Mas na verdade você não precisa se preocupar muito com números, o mais importante mesmo é você se sentir bem e estar tendo resultados.

    Forte abraço!

  • Olá, Kamilla,

    Bem complexa sua pergunta… Vamos lá.

    Muitas vezes uma dieta com restrição de carboidratos é indicada para auxiliar na sensibilidade à insulina inclusive para pessoas com problemas de ovário policístico.

    Mas sinceramente não temos como dar uma diagnóstico sobre a relação entre os sangramentos e a restrição de carboidratos. Isso seria irresponsável da nossa parte. Por isso recomendamos que procure um especialista de sua confiança.

    O consumo desenfreado de açúcar sempre aumenta sua resistência à insulina, e isso pode estar sim relacionado à combinação chocolate + ansiedade. Novamente sugerimos que procure um médico de sua confiança.

    Forte abraço!

  • Manuzinha Uchiha

    Obrigada (:

  • Diego

    Bom dia!
    Eu comecei a dieta do cetônico a 5 dias, comprei as fitinhas medidoras e pela coloração esta indicando que estou perto dos 15 mmol/L quando deveria estar entre 0,5 a 5 mmol/L medi umas 5 vezes em 3 dias e o resultado e sempre o mesmo, fiquei um pouco com receio de estar perto de uma cetoacidose, como faço para diminuir a concentração de corpos cetonicos sem quebrar a dieta? (obs: não tenho diabets)

    • Oi Diego,

      Estranho mesmo esse resultado, dado que você não tem diabetes!

      Nossa recomendação é que você faça um exame sanguíneo para confirmar os níveis de corpos cetônicos.

      Nessas horas, vale a pena consultar um médico de sua confiança.

      Em todo caso, nesse meio tempo assegure-se de beber bastante líquido – porque, caso os corpos cetônicos estejam realmente elevados, isso ajudará a diluir sua concentração (eliminando o excesso deles pela urina).

      Espero ter ajudado – e não se esqueça de falar com seu médico!

      Forte abraço

  • Olá Anderson,

    Obrigado pelo seu comentário e pelos votos de sucesso.

    E, claro, parabéns pelos resultados obtidos até o momento!

    Por outro lado, a dieta descrita com frutas, torradas, e poucas gorduras não se parece muito com a cetogênica.

    Sobre as receitas, temos algumas aqui nos site (que você pode conferir no link: http://www.senhortanquinho.com/receitas/
    ). Sugiro especialmente o filé romântico, as sopas low-carb, e o nosso livro de receitas para todas as dietas.

    Por fim, a melhor maneira de contar carboidratos e proteínas é consultar a tabela nutricional dos alimentos.

    Grande abraço!

  • Guilherme Paiva

    No 1º dia não senti muitos sintomas. No 2º dia comecei a ter um pouco de enjoo e dor de cabeça. Estou no 3º dia da dieta e seguindo firme apesar dos sintomas continuarem. Acredito que antes do final da 1ª semana já terei me adaptado…

    Nem se eu quisesse conseguiria comer de 3 em 3h, devido ao enjoo. Acabo me alimentando de 4~5 em 5h. Consumindo também muitos vegetais folhosos verdes e bastante água. Estou fazendo AEJ e tomando ECA.

    O site contém ótimas informações! E olha q eu já li muita coisa por aí viu…. E dá-lhe besteira nesse mundão da internet!

    Parabéns pelo conteúdo de qualidade!

    • Olá Guilherme,

      Obrigado pelo seu comentário – e também obrigado pelos elogios :)

      Os sintomas tendem a diminuir após uma semana mesmo.

      E sempre que quiser pode se sentir à vontade para passar aqui no site e contar como está sendo a sua experiência e os seus resultados.

      Forte abraço e sucesso!

  • Rodrigo,

    entrar em cetose é mesmo muito louco!

    Porém, queremos lembrar que fazer exercícios extremos em 2 dias e meio de jejum pode não ser uma boa ideia.

    De todo modo, pode se sentir à vontade para voltar aqui no site e contar dos seus resultados.

    Forte abraço!

  • Bárbara, boa tarde!

    Sinceramente acredito que houve um erro de medição entre uma pesagem e outra. Digo isso porque é quase impossível engordar 4 kg em 24 horas sem esforço consciente.

    Outro ponto importante a se destacar é o seguinte: você NÃO deve se pesar todos dias, apenas uma vez por semana. Isso porque é normal haver uma variação natural de seu peso e medir todos os dias só servirá para atrapalhar sua auto-estima.

    (Sugestão de leitura: http://www.senhortanquinho.com/medidas-corporais-guia-completo-tirar-medidas-do-corpo-com-fita-metrica/)

    E tudo bem se você não conseguir muita gordura e não entrar em cetose, ela não é o fator único responsável pelo emagrecimento. Uma dieta low-carb, mesmo que sem muitas gorduras, já pode proporcionar excelentes resultados.

    Espero tê-la ajudado,
    Forte abraço!

  • Olá, Cintia,

    Seguindo a dieta corretamente como você segue e fazendo jejum intermitente, acredito que não terá problemas em não ter restrições por 48h – isso apenas pode atrasar um pouco seus resultados.

    Com relação as suas perguntas:
    1) após o consumo de carboidratos e alimentos que a levem a sair da cetose, o corpo leva cerca de 3 dias para retornar ao estado cetogênico. Mas é claro que isso varia de organismo para organismo.

    2)apesar de ser uma questão complexa, uma possível alternativa para compreensão dela é mesmo a de não serem alimentos naturais – isto é, simplesmente nós não evoluímos para comer assim, uma justificativa basicamente nós não evoluímos para comer assim. Além disso, podem apresentar muitas substâncias nocivas, como conservantes no caso dos processados.

    Esperamos ter ajudado, e sinta-se a vontade para esclarecer outras dúvidas que venha a ter,

    Forte abraço

  • camila paula rodrigues

    Ola, primeiro excelente Post ! Muito esclarecedor .
    Agora tenho uma duvida, voces acham que seria possivel entrar em cetose em 36 horas, ou dois dias? Pq tive exatamente todos esses sintomas (sem ter lido quais eram anteriormente) , inclusive com alteração do odor da urina. Nao tenho diabetes, e todos exames estão OK .

    • Olá, Camila,

      Obrigado pelo elogio =)

      Esse número de horas pode variar bastante de pessoa para pessoa, por isso acredito que seja sim possível entrar em cetose num período menor, como foi seu caso.

      Forte abraço!

  • Olá, Fred,
    obrigado por seu comentário.

    Se você não aumentou a ingestão de carboidratos, manteve uma alta ingestão de gorduras e mediana de proteínas, provavelmente você não saiu de cetose, apenas se acostumou com seus sintomas.

    Mas não se preocupe mesmo se está conseguindo emagrecer e viver de forma mais saudável. =)

    Forte abraço!

  • Olá, Mariana,

    Acredito que a mesma resposta que demos acima seja válida para você.

    Se você está realmente preocupada, vale a pena procurar um médico e fazer alguns exames. =)

    Forte abraço!

    • Mariana Moura

      Obrigado.
      Fico grata pela atenção

    • Leonardo Oliveira

      Compre o Freestyle Optium Neo da Abbott, e depois uma caixa de tiras de cetona, muito mais confiável e preciso. Da urina se refere a dois dias anteriores, do sangue é imediato.

  • Silvio

    posso tomar café adoçado com açúcar e comer uma fatia de queijo minas no café da manha

    • Olá, Silvio,
      Obrigado por seu comentário.

      Infelizmente açúcar e queijo branco não são condizentes uma alimentação cetogênica ou low-carb. O melhor seria tomar café puro (ou com adoçante) e comer um queijo amarelo, como provolone. =)

      Forte abraço!

  • Oi Vanessa!

    Muito obrigado pelo seu comentário e pelos elogios :)

    Você fez excelentes perguntas. Porém, como costuma ser o caso com perguntas excelentes, as respostas não são simples!

    Sobre o óleo de coco, ele pode ser consumido sem problemas.

    Sobre as demais questões, sobre queima da gordura abdominal tipo “pochete”, existem diversos protocolos indicados para esse caso. Queremos fazer um post sobre o assunto, porém ainda não sabemos quando vai ficar pronto.

    Caso você tenha um interesse mais imediato, recomendo a leitura do livro “The Stubborn Body Fat Solution”, do Lyle McDonald (em inglês), no qual ele detalha alguns possíveis caminhos para a diminuição da gordura (abdominal e de outras regiões) que não quer sair de jeito nenhum, a qual ele chama de “teimosa”.

    Você encontra o livro diretamente no site do autor: http://www.bodyrecomposition.com/the-stubborn-fat-solution/

    Desejamos muito sucesso a você em 2016! Beijos

    • Vanessa Marques

      Obrigada meninos! Beijooos!

  • Joana Kuzuyabu

    Adorei sua historia, achei muito ótima, tenho tbém muita vontade de ajudar as pessoas, pq eu sei que tristeza é viver sem rumo e obeso.

    • Olá, Joana,

      Realmente é muito recompensador ajudar as pessoas e levar o conhecimento a cada vez mais gente.

      É isso que nos motiva a seguir sempre dando nosso melhor. =)

      Forte abraço!

  • Oi Daniele,

    obrigado pelo seu comentário!

    Pode ficar tranquila, porque você não precisa ficar “neurótica” nem com as calorias e nem com as indicações da fitinha.

    Pelo seu relato, você está fazendo tudo certo e logo deve começar a ver os primeiros resultados!

    Por fim, obrigado pelos seus elogios – são palavras como as suas que nos motivam a sempre fazer o nosso absoluto melhor em tudo o que nos propomos.

    Grande abraço!

  • Otavio

    Minha ingestão de carboidratos fica em torno de 150g diários. Sou corredor e verifiquei se essa quantidade é a ideal para mim. Mas mesmo assim, meus exames acusam a insulina em 2,9mg/dl, tive no início da LCHF a maioria dos sintomas descritos e, mesmo que se diga que não, eu me considero cetoadaptado. É possível mesmo?

  • Chule C. Santos

    Bom dia! – Muito bom o blog de vocês … Estão de Parabéns!

    Comecei na Low-Carb aproximadamente 20 dias seguidos de um jejum de 24 horas.

    Na parte da manhã comecei a comer bacon com ovos, de 3 a 4 ovos, almoço carne com salada caprichado no azeite, passo a tarde em jejum e a noite logo que chego da faculdade, como bastante torresmo, barriga de porco, ovos e salada, sempre variando, torresmo ou barriga de porco, deves enquanto também tem uma costela bovina, feita na própria gordura, tudo natural. Lembrando que eu me alimento até ficar satisfeito …
    Tem quase uma semana que eu substitui os ovos e bacon na parte da manha por café com oleo de coco acompanhado com ovos cozidos.

    Vou esperar completar 6 semanas para começar a fazer dia do lixo, levando em consideração a cervejinha com os amigos, namorada e etc que estão me crucificando … E não colocando a culpa só neles, uma gelada para relaxar depois de uma semana de trabalho sempre vai bem …

    Minha dúvida é a seguinte … Com esse consumo elevado diariamente de barriga de porco, toucinho, ovos, o meu consumo de proteínas está muito alto? Tendo em vista que para entrar em cetose o consumo de proteínas também ter que ser baixo?

    Não vejo redução de peso alguma, peso 104 kg com 1,76 de altura. O bom que a minha glicose está baixa, que variava de 100 a 115 e hoje está em 76 (Ponto a se ganhar, pois tenho índices de diabetes na família).

    Vejo que tem algumas pessoas que perdem de 5 a 12kg em um mês ou outras em uma semana. Como isso funciona? A perda de peso é só quando estiver em cetose … Ou no processo de cetose?

    Acredito que eu esteja 0g de carbo diário. Ontem que eu comi uma goiaba por ter vitamina C e eu estar constipado. E deves em quando rola um café com 2 gotas de adoçantes até me acostumar pois na maioria das vezes é sem adoçante mesmo.

    Desculpe esse post gigantes … E novamente parabéns pelo Blog … Abraçoo

    • Olá Chule,

      Parabéns pela sua dieta e pela disciplina – prova incontestável disso é a glicose bem mais controlada que você já conquistou em tão pouco tempo :)

      Sobre o emagrecimento, ele não acontece apenas em cetose – na verdade, a cetose não é necessária para que ele aconteça. Ela é apenas um estado metabólico no qual ele pode acontecer de forma acelerada (justamente por você estar “educando” seu corpo a utilizar outra fonte de combustível, a gordura).

      Sobre o emagrecimento em si, eu recomendaria que não se baseasse apenas no peso para acompanhar seu progresso… porque, sozinho, ele é uma ferramenta bem limitada. ( escrevemos um pouco sobre isso aqui: http://www.senhortanquinho.com/medidas-corporais-guia-completo-tirar-medidas-do-corpo-com-fita-metrica/ )

      Temos a impressão de que seguindo uma alimentação como a sua ao longo de 6 semanas, você verá progresso sim nessa área.

      (Todavia, caso isso não aconteça, é interessante buscar auxílio profissional para entender quais as possíveis causas. Sendo que o Dr Souto compilou uma lista de profissionais qualificados nesta página: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/05/lista-de-profissionais-de-saude-paleo.html )

      Te desejo muito sucesso – e temos certeza de que você vai atingi-lo.
      Forte abraço!

  • fabiana

    De várias matérias que li à respeito, essa é a mais simples e esclarecedora, muito obrigada! Adorei…

    • Olá, Fabiana,

      Muito obrigado por seu comentário!

      Ficamos muito felizes em saber que gostou do artigo, isso só nos motiva mais ainda a querer sempre fazer nosso melhor.

      Muito obrigado,
      Forte abraço!

  • Olá, Lucas,
    Obrigado por seu comentário. :)

    Os níveis de cetose tendem a variar durante o dia. Por exemplo, tendem a ser menores de manhã e maiores a noite – e também variam logo após atividades físicas.

    Sendo assim, em nossa opinião, o mais importante é manter a consistência durante as medidas, ou seja, medir sempre no mesmo dia e horário.

    Por fim, acreditamos que os laboratórios que fazem esse tipo de exame, ou médicos que indiquem esse exame, saberão indicar melhor os tempos mínimo e máximo de jejum.

    Esperamos ter ajudado,
    Forte abraço!

  • Mariana A. Antunes

    Olá!
    Primeiramente, parabéns pelo site!
    Não tive uma experiência boa com cetose e dieta low carb e gostaria de uma orientação…
    Conheci a dieta paleo lowcarb recentemente e coloquei em prática durante uma semana. Pratico musculação há 10 anos e o objetivo era reduzir drasticamente o meu percentual de gordura preservando a massa muscular (tenho 1,62cm e 59kg, e desejava perder no máximo 2 kg, ou seja, a alteração que eu queria ver era mais no shape e não na balança). Também comecei com a dieta esperando perder compulsão por carbo e me alimentar de forma mais natural.
    Os primeiros 4 dias foram ótimos – redução de fome, visivel melhora da pele, disposição)- , porém, não havia treinado até então. Treinei no quarto dia e acordei no quinto dia de dieta debilitada. Muito enjoo, náuseas, vômito, diarréia e dor de cabeça. Li sobre os colaterais e imaginei que provavelmente havia reduzido muito a quantidade de carbo. Aumentei então o carboidrato e a gordura, mas só fui piorando. Foram 4 dias de cama, sem comer, só levantando para ir no banheiro por conta do vômito e da diarréia. Não queria introduzir açucar na dieta ainda assim, e vendo que não melhorava, inseri banana pelo menos por conta da frutose. Não deu certo. À medida em que ia perdendo líquido e sódio com a diarréia e o vômito, fui entrando em pânico.

    Agora estou melhorando, tem dois dias que voltei a comer e a trabalhar depois de ficar no soro. Perdi os 2 kg (rs), mas certamente de água. Ainda estou levemente enjoada, sobretudo toda vez que vejo ou tento comer os alimentos que estava comendo na low carb (omelete de dois ovos com gema, queijo, presunto e espinafre no café da manhã, por exemplo; porém, não consigo chegar perto de ovo).

    Por que comigo não funcionou? Têm alguma ideia de onde eu errei?
    Grande abraço e continuem com as dicas ;)

    • Olá, Mariana,

      Obrigado por seu comentário. =)

      Lamentamos muito pelo ocorrido com você, e realmente essa é a primeira vez que ouvimos algum relato sobre uma reação tão severa quanto a sua a alguns poucos dias de alimentação low-carb.

      Acreditamos que o melhor a se fazer é buscar um profissional de sua confiança para tentar achar uma resposta para essa questão e até para orientá-la melhor em como proceder para que isso não volta a acontecer.

      Também achamos que uma boa dúvida a ser inicialmente levantada é: você tem certeza que o vômito e a diarréia foram causado por conta da dieta low-carb e não por causa de algum outro fator como uma infecção ou doença?

      Pode parecer bobo, mas por vezes a verdade se esconde nos lugares óbvios onde esquecemos de procurar ;)

      Esperamos ter ajudado de alguma forma, Mariana,
      Forte abraço!

      • Mariana A. Antunes

        Olá! Muito obrigada pela resposta!
        De fato, fui a um gastro e ele me disse que provavelmente uma virose por conta de vegetais mal lavados deve ter causado os sintomas, que se agravaram com a insistência em permanecer na dieta no período.
        De qualquer forma, tentei voltar da forma como havia fazendo e o enjôo continuou.
        Resolvi então fazer a dieta aumentando a quantidade de carboidratos e o retorno foi positivo: há uma semana estou comendo carbo paleo de alto IG no café da manhã e no pós treino, e de baixo IG no almoço e no pré-treino (na primeira vez só estava comendo carboidrato residual, de verduras), e observei que estou secando sem perda de massa e sem os enjôos e fraquezas!
        Acho que é uma dica válida para quem treina mais pesado.
        Vou continuar acompanhando as dicas e o blog.

        Muito obrigada mais uma vez!

        • Olá, Mariana,

          Obrigado mais uma vez por seu comentário. =)

          Ficamos felizes em saber que seus sintomas foram passageiros e que você já está de volta se alimentando de maneira mais natural possível – e rumando para atingir seus objetivos.

          Continuamos sempre a sua disposição e torcendo para que dê tudo certo,
          Forte abraço!

  • JORGE

    Olá, gostei muito da matéria. Uma dúvida; Para quem é magro, há vantagens em ser cetoadaptado?

    • Olá, Jorge,

      Obrigado por seu comentário… =)

      Essa é uma excelente pergunta.

      Acreditamos que se você não nenhum problema de saúde, não existe necessariamente uma vantagem real em ser cetoadaptado.

      Por outro lado, mesmo quem já é magro pode experimentar viver de uma maneira mais low-carb do que a dieta americana padrão, e assim poderia passar por uma “lipoadaptação” (penso que a primeira vez que vi esse termo em português foi por meio do Doutor Souto). Nesse caso, a pessoa pode experimentar alguns benefícios mesmo se não quiser perder peso, como sentir menos fome e ter uma boa regulação da insulina, por exemplo.

      (E nesse caso não estamos falando mais de cetose).

      De todo modo, alguns atletas de provas extensas/endurance tendem a experimentar a cetoadaptação para obter melhor performance – mas isso é evidência anedótica e eu não recomendaria mudar totalmente sua nutrição sem falar com seu treinador antes.

      De toda forma, se você de fato testar e se sentir melhor sendo “cetogênico” , por que não manter?

      Esperamos ter ajudado,
      Forte abraço!

      • JORGE

        Grato pelo retorno. Diminuir a fome já é uma grande vantagem. Faço jejum intermitente. No meu caso, faço-o para meu dia render mais. Parar para fazer lanches acho desperdício de tempo. Pratico corrida e treino em jejum.  Diminuí bastante o consumo de carboidratos e estou me sentindo bem melhor. Cereais não consumo mais, de nenhum tipo. Dos carboidratos, como pequenas porções de raízes, exceto batata inglesa. Vocês têm ajudado muito nessas mudanças. Gratidão, Jorge

        • Que ótimo, Jorge!

          Ficamos muito felizes em saber que estamos ajudando você a atingir seus objetivos e a se sentir melhor. E realmente o jejum intermitente tem inúmeras vantagens, inclusive o fato de economizar tempo. :)

          Continue assim, e estamos sempre à disposição,
          Forte abraço!

  • Michelly

    Olá! Hoje é meu nono dia na dieta cetonica. Até o sexto dia senti muitas dores de cabeça e fraqueza, então não fiz exercícios. Comecei a faze-los a 2 dias, e hoje ao me pesar ganhei 200g em relação ao dia anterior, sendo que desde que comecei só estava perdendo peso dia-a-dia. Fiquei chateada!
    Será que os exercicios estão me prejudicando?
    Obrigada!

    • Oi Michelly,

      entendemos que você fique chateada, porém não parece haver motivo para isso: pois o nosso peso flutua naturalmente dia após dia, provavelmente se tratando de água e glicogênio.

      (Certamente você não ganhou 200g de gordura de um dia para o outro.)

      Para entender melhor essa questão – e inclusive entender por que você NÃO DEVE se pesar todos os dias, sugerimos a leitura deste texto: http://www.senhortanquinho.com/medidas-corporais-guia-completo-tirar-medidas-do-corpo-com-fita-metrica/

      Então, Michelly, pode ficar tranquila. E depois nos conte o que achou do artigo, e se ele fez sentido para você.

      Forte abraço

  • disqus_DPUJasC4cu

    O medidor de glicemia freestyle optium neo da abbott também mede cetose com fitas próprias pra isso…

  • Olá, Vera,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Vamos agora tentar responder as suas perguntas:

    1) Deve ser possível, ao menos em teoria, entrar em cetose com os números que nos passou.

    2) não entendemos bem a conta das calorias, 2000kcal parece bastante coisa, ainda mais para emagrecer. Entretanto, se o seu foco é se alimentar de maneira low-carb, pode ser possível emagrecer mesmo ingerindo com uma quantidade de calorias um pouco acima do que algumas contas forneceriam como seu gasto diário (lembrando que essas contas também podem ser imprecisas por vezes).

    O lado bom é que a dieta cetogênica não tem foco em contar calorias, apenas comer até a saciedade em cada uma das refeições SEM contar calorias. Porque, pelo fato de você comer alimentos que fornecem maior saciedade, você acaba reduzindo a ingestão calórica como CONSEQUÊNCIA.

    3) O tempo até você conseguir observar uma perda expressiva de peso varia muito de pessoa para pessoa. Isto é, não há uma medida precisa para isso. O mais importante é manter a consistência e evitar ficar se pesando todos os dias, conforme explicamos mais aqui: http://www.senhortanquinho.com/medidas-corporais-guia-completo-tirar-medidas-do-corpo-com-fita-metrica/

    4) Até onde eu saiba, não existem estudos sobre qual o maior período em que podemos ficar em cetose – provavelmente não há restrições de tempo. Porém, não há necessidade de ficar para sempre em cetose, se você não tem nenhuma doença que depende disso.

    5) Você não precisa fazer lanches entre as refeições – e nem comer a cada 3 horas: http://www.senhortanquinho.com/comer-3-em-3-horas-mentira/

    Porém, se fizer questão de comer alguma coisa, temos diversas receitas de lanches para o dia a dia, conforme você pode ver nesse vídeo aqui: http://landing.senhortanquinho.com/receitas-cafe-da-manha-video-1/

    6) Não consigo imaginar um cenário em que o jejum possa interferir negativamente na indução da cetose ou na perda de peso.

    7) A perda de peso tende a diminuir com o tempo, e não só porque você vai aumentar a ingestão de carboidratos… mas também porque você simplesmente vai ter cada vez menos peso para perder. E é importante lembrar que ela não ocorre de maneira linear.

    8) Fazer um dia do lixo pode ser positivo para algumas pessoas – mas certamente não é para todo mundo. Se quiser experimentar, você pode testar fazer um dia do lixo depois de algum tempo em cetose (uns 15 ou 20 dias após iniciar a dieta cetogênica) e ver qual a resposta do seu corpo.

    Para algumas pessoas, ele apresenta benefícios físicos e também psicológicos.
    Mais sobre o dia do lixo aqui: http://www.senhortanquinho.com/dia-do-lixo-beneficios-para-dieta-e-treino/

    9) Pensando apenas nos carboidratos, se a gelatina for realmente sem açúcar (e sem maltodextrina, etc) – pode.

    10) Se o seu foco é reduzir os carboidratos e a ingestão de amendoins não ultrapassar os 20 gramas de carboidratos diários que você estipulou, pode comer os amendoins.

    Sobre os sintomas, o tempo que eles duram também variam de pessoa para pessoa.

    Você pode ler mais sobre os sintomas de low-carb e como evitá-los aqui: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2016/02/como-evitar-o-mal-estar-em-low-carb-sal.html

    Persistindo os sintomas, o ideal é que aumente um pouco a quantidade diária de carboidratos e procure um médico de sua confiança ou um dos especialistas low-carb dessa lista: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/05/lista-de-profissionais-de-saude-paleo.html

    Porque o profissional também vai poder esclarecer muitas dúvidas que você possa vir a ter.

    Esperamos ter ajudado e que você consiga ler tudo que passamos: vai ser importante para sua evolução,
    Forte abraço.

  • Olá, Patrícia,

    Obrigado por seu comentário. :)

    Para começar, parabéns pelo excelente resultado, perder 3 kg em 14 dias é ótimo! Parabéns!

    Em segundo lugar, você não tem motivo para se preocupar, a perda de peso jamais será regular e é super comum que você alterne momentos de platô com momentos de grande perda de peso. Fique tranquila.

    Aqui aproveito para dizer que você não deve acompanhar seu progresso apenas com a balança, muita vezes você pode estar perdendo medidas (trocando gordura por massa magra) mas mantendo seu peso. Por isso recomendo fortemente a leitura desse texto aqui: http://www.senhortanquinho.com/medidas-corporais-guia-completo-tirar-medidas-do-corpo-com-fita-metrica/

    Por último, sua alimentação parece estar bem apropriada para uma dieta low-carb. Só certifique-se de não comer mais do que 10% de suas calorias diárias dos carboidratos provenientes da melancia, chocolate, pasta de amendoim, etc…

    Esperamos ter ajudado e continue nessa jornada, tem tudo para atingir seus objetivos,
    Forte abraço!

  • Olá Joyce,

    muito obrigado por seu comentário.

    E entendemos muito bem como é a sensação de ver todas as “verdades” que sempre ouviu caírem por terra!

    Felizmente, essa é a forma com a qual evoluímos para nos alimentarmos – e a ciência cada vez mais aponta essa mesma direção :)

    Tendo dito isso, as gorduras ingeridas na dieta paleo (que nada mais são do que, simplesmente, a gordura natural dos alimentos – pele de frango, gema de ovos, gordura dos cortes de carne, etc) serão utilizadas justamente para fornecer energia ao seu corpo.

    Sobre o queijo, eu pessoalmente gosto de queijo cottage e me alimento com ele ocasionalmente – só não faria dele a base da dieta.

    A dieta dukan já ajudou muitas pessoas a emagrecer. No entanto, nossa visão pessoal é a de que esse é um modo de alimentação com mais regras. Enquanto a dieta paleo tem orientações mais gerais, e é mais prazerosa por tender a fornecer maior sensação de saciedade – dois fatores facilitados justamente por causa da gordura.

    Esperamos ter ajudado, e que você tenha muito sucesso em sua nova maneira de se alimentar!

    Forte abraço

  • Oi Letícia,

    vou falar um pouco da minha experiência pessoal – lembrando que cada um deve tentar ajustar uma alimentação que funcione para si, tanto do ponto de vista da saúde quanto do psicológico.

    A low-carb mudou bastante coisa para mim e ainda sigo comendo poucos carboidratos e bastantes gorduras a maior parte dos dias – portanto, acaba sendo sim o “estilo de vida” que eu sigo a maior parte do tempo. E eu adoro!

    Eu tendo a ingerir um pouco mais de carboidratos (de boas fontes) umas 2 vezes por semana, que coincidem com os dias em que treino na academia.

    De todo modo, o glúten, a lactose e o excesso de açúcar são bem raros no meu dia a dia: ocasionalmente faço um dia do lixo ( http://www.senhortanquinho.com/dia-do-lixo-beneficios-para-dieta-e-treino/ ), no qual gosto de experimentar cervejas artesanais e até mesmo uma sobremesa, mas para por aí.

    E isso só é possível porque consumir esses alimentos se trata de uma OPÇÃO, e não uma compulsão como era antigamente.

    Inclusive, é o fato de seguir a dieta 90% do tempo que me permite experimentar outras opções de alimentos sem culpa nenhuma nos outros 10% do tempo. (Algo impensável quando eu era “viciado” no açúcar e afins).

    Enfim, essa é minha rotina, que não envolve nenhum “sacrifício” nem “privação” – apenas bons hábitos e a mentalidade de saber que tudo tem a sua hora ;)

    Espero ter ajudado e estamos à disposição!
    Forte abraço

  • Daiana

    Bom dia ;)
    Eu vou começar a dieta daqui 3 dias. Li muito sobre ela, porém tenho algumas dúvidas. E não queria começar cometendo erros.
    Pelo que li o coco pode comer, pode beber a água do coco?
    Sobre os embutidos (salame, peito de peru, presunto e linguiça), posso comer a vontade?
    E pasta de amendoim é permitido?
    Requeijão e cream cheese pode ser consumido?

    • Boa tarde, Daiana,

      Obrigado por seu comentário. :)

      Basicamente, numa dieta cetogênica, você deve monitorar a quantidade de carboidratos que ingere ao longo do dia, por isso, nessa hora, as informações nutricionais dos alimentos devem ser suas aliadas.

      Água de coco contém carboidratos, portanto tome bastante cuidado – se for beber, beba uma quantidade bem pequena.

      Embutidos praticamente não contêm nenhum carboidrato, ou seja, desse ponto de vista eles são seguro. Porém, vale sempre lembrar, que por serem alimentos processados, eles não devem ser a base absoluta de sua dieta.

      Amendoim: vale a regra de olhar a tabela nutricional – geralmente uma colher não irá causar estragos em sua dieta, mas não deixa de ser um alimento com uma quantidade que não pode ser ignorada de carboidratos.

      Requeijão e cream cheese: podem ser consumidos. Alerta especial aos requeijões, principalmente os ditos “light” e “diet”: fique sempre atenta às informações nutricionais.

      Esperamos ter esclarecido suas dúvidas,
      Forte abraço!

  • Olá, Gabriela,

    Uma dieta low-carb pode ser cetogênica se a restrição de carboidratos for ainda menor (para muitas pessoas, cerca de 20-30g por dia ou menos). Explicamos melhor essa diferença aqui nesse post completo: http://www.senhortanquinho.com/dieta-low-carb-variacoes-qual-melhor-opcao/

    Certamente ser low-carb é muito mais saudável do que seguir o padrão alimentar vigente e não deve apresentar nenhum tipo de prejuízo a longo prazo – sendo adotado por muitas pessoas como estilo de vida.

    Forte abraço!

  • Oi Gabriela,

    imagina – a sua dúvida aqui pode ser a de muitas outras pessoas também.

    De maneira simplificada, a ideia da dieta cetogênica é de que você “treine” seu corpo para queimar gorduras como fonte de combustível – tanto as da dieta quanto as do seu corpo.

    (Isso é feito por meio da regulação de hormônios como a insulina, por exemplo.)

    Claro que grande parte das gorduras queimadas virão sim da dieta – porém parte também vira do seu tecido adiposo.

    Num outro ponto, o que costuma acontecer numa dieta low-carb (e não necessariamente numa restrição calórica tradicional) é que a sensação de saciedade aumenta – então talvez você se veja consumindo menos quantidade de comida, ou menos gorduras.

    Nesse caso, é só não “fugir” das gorduras – isto é, coma a pele do frango, a gordura do bife, a gema do ovo… e não compre produtos zero gordura, leite desnatado, etc. Garantindo essa base, tudo tende a se ajustar com o tempo. Nosso corpo é bem esperto!

    Esperamos ter ajudado, Gabriela.

    Beijos!

  • Olá, Daiana,

    Não recomendamos de forma alguma uma ingestão calórica tão baixa. Na verdade um dos grandes trunfos das dietas low-carb é a saciedade , o que torna a dieta mais sustentável a longo prazo.

    Fora que um número de calorias tão baixo poderia não só prejudicar sua aderência a dieta, mas também seus hormônios e outras funções vitais do seu organismo. Terminando por baixar seu metabolismo e diminuir sua perda peso.

    Ou seja, não existe um benefício claro para tal restrição, poderia até perder mais peso nos primeiros dias, mas de maneira insustentável e prejudicial.

    Da mesma forma, os carboidratos não devem ser zerados, tanto por suas funções hormonais quanto por conta das fibras que auxiliam no bom funcionamento intestinal.

    Esperamos ter ajudado e continuamos a sua disposição, Daiana,
    Forte abraço!

  • André

    Qual seria o melhor horário para fazer o teste com essas fitas?

    • Olá, André,

      Muito obrigado por seu comentário. :)

      O mais importante é manter a consistência das medidas, por exemplo: sempre ao acordar e antes do café da manhã – seria um bom horário.

      Esperamos ter ajudado,
      Forte abraço!

  • Samuel Pereira

    Bom dia! Primeiramente, parabéns pelo excelente site! Sem dúvida alguma, foi a melhor explicação sobre cetose que encontrei na internet. Parabéns também pela atenção em responder todos os comentários, algo difícil de encontrar na net.
    Tenho uma dúvida sobre o amendoim torrado sem pele. Encontrei em muitos sites informações no qual o amendoim não é permitido na dieta cetogênica. Entretanto, consultando a tabela nutricional do amendoim torrado sem pele salgado verifiquei que em 100 gramas há 28 gramas de proteínas, 64,7 gramas de gorduras, 5,3 gramas de fibra alimentar e APENAS 9,3 gramas de CARBOIDRATO. Diante desta tabela nutricional, não seria possível afirmar que o amendoim, torrado e sem pele, é um alimento recomendado para a dieta cetogênica? O estranho é que em muitos sites é dito que amendoim não é permitido ou no máximo com moderação.

    Fico muito grato se puderem responder!

    Obrigado e novamente parabéns pelo site!

    Samuel

    • Olá, Samuel,

      Obrigado por seu comentário e por seus elogios – ficamos muito felizes em lê-los. :)

      Sobre o amendoim, é isso mesmo que você disso, são 9.3 gramas de carboidratos a cada 100 gramas, e sua proporção de macronutrientes é bem honesta para uma dieta cetogênica.

      Dessa forma você pode comê-los, porém com certa moderação, já que com apenas 100 gramas de amendoim você já bate mais ou menos metade dos carboidratos sugeridos para se manter em cetose.

      Claro que esse conceito de moderação é relativo, mas fato é que muitas vezes você pode estar petiscando com seus amigos e nem perceber que já comeu 50 – 70 gramas de amendoim sozinho, o que já representaria uma boa quantidade do seu “limite” diário.

      Resumindo, o problema do amendoim realmente está nos carboidratos e na facilidade de se comer uma grande quantidade desse alimento “sem nem perceber”.

      Esperamos ter ajudado, Samuel,
      Forte abraço!

  • Olá, Fernanda,

    Na verdade uma dieta cetogênica sempre é uma dieta low-carb. rsrs
    Uma low-carb as vezes pode não ser cetogênica…

    Do ponto de vista dos carboidratos, tomar refrigerante zero não seria uma grande ameaça para seu emagrecimento.

    Porém todos nós sabemos como todas aquelas substâncias artificiais e aquele monte de adoçantes podem não ser benéficos para nossa saúde.

    Dessa forma, o ideal mesmo seria conseguir ir diminuindo aos poucos essa quantidade para emagrecer com ainda mais qualidade e saúde.

    Esperamos ter ajudado, Fernanda,
    Forte abraço!

  • Olá Dalila,

    em primeiro lugar, parabéns pelos resultados! 40 kg é realmente impressionante e você merece todo o crédito por isso!

    Em segundo lugar, pode ficar tranquila: porque não entrar em cetose não vai impedir o seu emagrecimento, e você na verdade provavelmente vai atingir bons resultados mesmo sem ela :)

    Em terceiro lugar, adoçantes e outros alimentos são alvos de dúvidas frequentes do tipo “será que isso me tira da cetose?”. Por causa disso, abordamos amplamente o assunto neste artigo aqui: http://www.senhortanquinho.com/cetose-faq-verdades-mitos/

    Por fim, queremos agradecer pelo comentário e por você sempre nos acompanhar. Adoramos suas palavras gentis e ficamos muito felizes e motivados ao ler relatos como os seus.

    Abração!

  • Marianna Figueroa

    Boa tarde! Amei o post, vocês são muito didáticos e atenciosos. Existe alguma chance de um vegetariano conseguir fazer uma dieta lowcarb ou cetose? Obrigada!

    • Olá, Marianna,

      Muito obrigado por seu comentário e por seus elogios. :D

      Acreditamos que seja possível sim, focando principalmente legumes, folhas, ovos e queijos como base pra a dieta.

      Forte abraço!

  • Olá, Giceli,

    Muito obrigado por seu comentário. :)

    Sinceramente nós achamos que ninguém deveria encanar muito com os carboidratos da cebola.

    Em média, uma cebola possui entre 5 e 7 gramas de carboidratos líquidos, o que não deve interferir em sua dieta mesmo que coma uma cebola inteira por dia na salada. :)

    Nós gostamos de usar azeite, sal e vinagre ou limão para temperar nossa salada. :D

    Esperamos ter ajudado,
    Forte abraço!

  • Olá, Mayra!

    Muito obrigado por seu comentário e por seus elogios. :)

    Dificilmente haverá emagrecimento com perda zero de massa muscular, mas sempre dá para evitar – e até mesmo reverter essa situação – dependendo dos exercícios e alimentação que você levar durante o emagrecimento.

    Uma das soluções que enxergamos é fazer treino para hipertrofia pesado e se alimentar focando nas proteínas e gorduras.

    Se sua prioridade é a massa magra, então pode não ser necessário ficar tão preocupada em estar ou não cetose (lembrando que não precisa estar em cetose para emagrecer com low-carb). Nesse caso, tanto whey (de preferência isolado) e o BCAA podem ser consumidos sim.

    De toda forma, você pode distribuir a ingestão de proteínas ao longo do dia e tomar alguma quantidade de BCAA antes do treino caso treine em jejum.

    Esperamos ter ajudado,
    Forte abraço!

  • Olá Joelmir,

    muito obrigado por comentar – e pelos elogios, claro!

    Muita gente não repõe o carboidrato de maneira consistente – e vivem muito bem assim.

    Nós pessoalmente experimentamos e decidimos que um dia do lixo/ refeed ocasional nos faz sentir melhor, e por isso optamos por esse modelo.

    Pensamos que fazer ou não um dia do lixo acaba sendo uma escolha pessoal, e que pode trazer benefícios para alguns casos específicos.

    De toda forma, a restrição de carboidratos na maior parte do tempo certamente não faz mal para rim e fígado (pelo menos para pessoas que tenham esses órgãos saudáveis), e o carboidrato não é, de maneira nenhuma, um nutriente essencial.

    Desse modo, penso que essa dieta traz muito mais vantagens :)

    Abração e continuamos à disposição!

  • Olá, Marcela,
    Obrigado por seu email. :)

    Na verdade é super normal não perder muito peso sempre – e nem é recomendado ficar se pesando todos os dias. Falamos mais sobre isso aqui: http://www.senhortanquinho.com/medidas-corporais-guia-completo-tirar-medidas-do-corpo-com-fita-metrica/

    A quantidade de peso perdido varia muito de pessoa para pessoa, sendo meio difícil prever em quanto tempo você perderia o peso desejado.

    E a taxa de perda de peso tende a diminuir sim, já que no início tem muita água e glicogênio que são eliminados do corpo. Sendo também normal alternar períodos de maior perda de peso com períodos onde praticamente não há nenhuma perda de peso significativa. O importante é manter a consistência.

    O dr Souto fala mais sobre isso em um podcast gratuito sobre o assunto: http://hotmart.net.br/show.html?a=S4244902L&pad=http://emagrecerdevez.com/episodio-003-exercicios-para-emagrecer-carboidratos-perda-de-peso-em-1-semana-dicas

    Esperamos ter ajudado e continuamos sempre a sua disposição,
    Forte abraço!

    • Marcela

      Grata pelo retorno. Estou 3 dias exatamente com o mesmo peso e isso esta me dando uma desanimada, acho que to ingerindo a quantidade errada de proteína. Vou continuar insistindo.

      Valeu pelo auxilio ;)

  • Muito obrigado pelo seu comentário e por sempre ler nosso site!

    Não parece que você esteja fazendo nada de errado – para algumas pessoas, simplesmente é mais difícil entrar em cetose.

    De toda forma, eu recomendaria a leitura deste artigo aqui, que talvez possa te ajudar: http://www.senhortanquinho.com/cetose-faq-verdades-mitos/

    Forte abraço!

  • Olá, Jaqueline,

    Obrigado por seu comentário. :)

    Entendemos que seja difícil o começo dessa mudança, ainda mais porque vivemos nossas vidas todas ouvindo essas balelas e mentiras que nos empurram goela abaixo.

    Felizmente, tudo o que defendemos aqui no blog é embasado em ciência e você pode ficar tranquila, ainda mais quando começar a colher os frutos de todas essas mudanças saudáveis – não só na balança, mas também melhor na disposição, no sono, na atenção e muitas outras áreas de sua vida.

    Para complementar minha resposta, recomendo que escute(ou leia) esse podcast gratuito aqui: http://hotmart.net.br/show.html?a=S4244902L&pad=http://emagrecerdevez.com/episodio-006-5-dicas-nao-alimentares-para-emagrecimento-e-uma-discussao-sobre-medo

    Esperamos ter ajudado,
    Forte abraço!

  • Olá, Letícia,

    Obrigado por seu comentário e pelos elogios, ficamos felizes que goste de nossos conteúdos. :)

    Sobre a dieta cetogênica e exercícios físicos você pode ficar tranquila. Na verdade, quando seu corpo está cetoadaptado, você passa a usar gordura como fonte de energia primária, ou seja, não precisa dos carboidratos para esse papel. Nós mesmo já treinamos durante muito tempo comendo menos de 20 gramas de carboidratos líquidos por dia e em jejum. Ou seja, essa história de precisar de carboidratos para fazer exercícios é pura balela.

    Claro que até seu corpo se adaptar talvez seja interessante dar uma diminuída na intensidade dos treinos e ir aumentando aos poucos até voltar ao patamar que está e ir evoluindo.

    Você pode sim fazer a cetogênica e depois ir aos poucos reinserindo os carboidratos aos poucos em sua alimentação. A melhor maneira de fazer isso é de uma forma estruturada, ao reinserir carboidratos, você deve, por exemplo, diminuir um pouco as gorduras.

    Acreditamos que você possa ter interesse em saber mais sobre o Método Fique Sarado, que trata exatamente desse aproach com relação ao cálculo de macronutrientes para definição muscular. Nós compramos o produto e falamos mais sobre ele aqui: http://landing.senhortanquinho.com/fique-sarado/

    Esperamos ter ajudado e ficamos sempre à disposição,
    Forte abraço!

  • Olá Paula,

    Obrigado por sua pergunta. :)

    Sinceramente não existem muitas pesquisas feitas envolvendo mulheres amamentando e dieta cetogênica.

    Porém, optando por uma linha low-carb tradicional (sem ser cetogênica), não deve haver nenhum prejuízo para você e nem seu bebê durante esse período.

    Falamos mais sobre as diferentes dietas low-carb aqui nesse artigo: http://www.senhortanquinho.com/dieta-low-carb-variacoes-qual-melhor-opcao/

    De toda forma, recomendamos sempre que se consulte com um profissional alinhado a filosofia paleo/low-carb para ter um melhor parecer para seu caso.
    http://profissionaislowcarb.blogspot.com.br/

    Esperamos ter ajudado,
    Forte abraço

  • Adriana Correia Leao

    Gente, minha maior dúvida nesse vida lowcarb é saber quanto de proteína eu devo comer. Poderiam me ajudar nesse ponto??

    • Olá, Adriana,

      Obrigado por seu comentário. :)

      Você não precisa se preocupar muito em bater números precisos. Basta não se preocupar com a gordura natural dos alimentos e adicionar azeite, manteiga, óleo de coco naturalmente a sua alimentação (não precisa se forçar a comer gordura).

      Até porque o corpo não precisa estar em cetose para atingir o máximo de potencial de emagrecimento.

      Por outro lado, se quiser seguir proporções a risca, a ideia é que as proteínas representem 10% – 25% do total de CALORIAS ingeridas em um dia. Lembrando que proteínas e carboidratos apresentam 4 kcal por grama e gorduras possuem 9 kcal por grama.

      Falamos mais sobre esse ponto de divisão de macronutrientes em outro texto sobre o assunto: http://www.senhortanquinho.com/dieta-cetogenica-alimentos-permitidos-proibidos-receitas-cardapios-cetonica/

      Esperamos ter ajudado,
      Forte abraço

  • Fabrício

    Tenho dúvidas sobre 3 “alimentos”:

    1 – Óleo de Cártamo: Pode ser consumido? 3 a 6 cápsulas dia? Auxilia ou prejudica a cetose ou o equilíbrio da insulina?

    2 – Canela: Coloco no café uma colher de chá. Muitos sites dizem que auxiliam na regulação da insulina favorecendo a cetose e o emagrecimento. Mas a canela tem carbos. Qual o “custo/benefício” deste consumo?

    3 – Trident: Arma contra o hálito e o gosto de metal. Ele tem caloria (6 cada 2 e 2,5g de carbs). Tem malto. Qual o “custo/benefício” deste consumo? Melhor mascar gengibre?

    Obrigado

    • Oi Fabrício,

      Vamos aos seus questionamentos:

      #1 – Nós não vemos grande vantagem em consumir óleo de cártamo. Ele é uma gordura, claro, mas pessoalmente sempre optamos por comer a gordura natural dos alimentos. Por que não azeite de oliva?

      #2 – Não se preocupe com os carbos da canela. Pode usar à vontade.

      #3 – Certamente o trident não vai ser o fator decisivo entre o sucesso e o fracasso na dieta de ninguém. Dito isso, pode consumi-lo ocasionalmente, embora nós pessoalmente não achemos que haja qualquer “benefício” nisso.

      Abraço

  • Adriana Fernandes

    E nos lacticínios é preciso ser sem lactose visto que a lactose é o “açúcar” dos iogurtes, leites…??

  • Olá, Adriana,

    Você está certa, por serem ricas em carboidratos, as frutas devem ser evitadas.

    Porém existem algumas exceções: abacate, tomate e coco podem ser ingeridos sem muitas restrições. As frutas vermelhas como morango, amora e mirtilo podem ser consumidos com moderação.

    Conforme explicamos nos textos, a ingestão de carboidratos líquidos deve permanecer entre 5% a 10% das calorias ingeridas em um dia (lembrando que fibras não contam) – basta seguir essa regrinha na hora de comer as frutas.

    Falamos mais sobre o assunto aqui: http://www.senhortanquinho.com/dieta-cetogenica-alimentos-permitidos-proibidos-receitas-cardapios-cetonica/

    Esperamos ter ajudado,
    Forte abraço!

  • Oi Ana Paula,

    Não tem problema se você não gostar de comer carne vermelha.

    Você pode sempre contar com boas fontes de proteínas e gorduras vindas de outros alimentos, inclusive peixes, frangos e ovos.

    Chia é uma boa semente para se adicionar em receitas, por exemplo, mas também não é fundamental para o seu sucesso :)

    Um multivitamínico ou um suplemento de proteína geralmente “não fazem mal”, mas sempre damos preferência por ingerir os nutrientes da maneira mais “direta” possível, isto é: comendo comida!

    Basicamente, ingerindo muitas folhas verdes, saladas, e “bichos” (peixes, aves, ovos), o restante deve se ajustar sozinho.

    Esta é uma diretriz simples para pessoas saudáveis – isto é, caso você tenha alguma deficiência nutricional específica (ferro ou ácido fólico, por exemplo) ou condição “anormal” (seja atleta, por exemplo) é necessário o acompanhamento profissional para te indicar quais as melhores opções.

    De toda forma, existe bastante informação disponível na internet e aqui no site mesmo para te ajudar a se orientar nesse começo onde tantas dúvidas surgem.

    Uma dica é conferir as receitas que fazemos em nosso canal no youtube: http://senhortanquinho.com/youtube

    Esperamos ter ajudado, e estamos à disposição!
    Abraços

  • Olá Carla,

    muito obrigado pelo seu comentário. Dá para perceber que você está realmente empenhada, e por isso e pelos seus resultados, parabéns!

    A quantidade de gramas de carboidratos para se entrar e permanecer em cetose varia muito de pessoa para pessoa – sendo influenciada por fatores como quantidade de massa magra, grau de atividade física, etc.

    Mas uma medida comum é ingerir cerca de 20-30g de carboidratos por dia (basicamente, apenas folhas verdes) – e uma dica legal para aliar com esse tipo de dieta é alguma forma de jejum intermitente (por exemplo, pulando o café da manhã e se alimentando apenas entre o almoço e o jantar). Isso dá em média 16 horas por dia sem comer, e 8 horas por dia como “janela de alimentação”.

    Nós pessoalmente não vemos tanto sentido em contar gramas de carboidratos em um dia livre semanal – um experimento mais válido seria, na nossa opinião, restringir a duração da janela (para 24 horas, por exemplo).

    Mas são apenas experimentos que nós faríamos, que você deve avaliar e ver como o seu corpo responde.

    (E claro, em caso de dúvidas sempre vale se consultar com um profissional da área: http://profissionaislowcarb.blogspot.com.br/ )

    Esperamos ter ajudado, e depois conta para a gente os seus resultados!
    abraços

    • Carla Ribeiro

      Obrigada pela super atenção, meninos, fiquei muito feliz por terem respondido. Eu me sinto realmente eufórica com meu novo estilo de vida. Vou fazer essa redução de carbs para 20 a 30g e dar minha escapadinha no fim de semana (rsss). Em breve conto como foram os resultados.
      Quanto ao jejum, já fiz algumas vezes, e me senti muito bem. No entanto, 3 vezes por semana faço musculação + bike indoor na parte da manhã, é uma aula bem puxada. Fico com receio de fazer jejum nesses dias… Fazer JI apenas 3 vezes na semana, quando minha atividade física não é tão puxada, traria algum resultado? Mais uma vez obrigada.

      • Hahaha a euforia é normal, Carla!

        Inclusive, nós a sentimos até hoje ;-)

        Não tem problema nenhum fazer o jejum apenas 3 vezes na semana – e já traz benefícios sim!

        O importante é adequar sua estratégia alimentar ao seu estilo de vida e atividades físicas – descobrir o que funciona para você – e não o contrário.

        Abraços!

  • Olá, Lucas,

    Obrigado por seu comentário :)

    O mais importante é manter a regularidade nos horários e condições, ou seja, sempre de manhã e em jejum, por exemplo.

    O mais comum e que as pessoas mais praticam é exatamente esse caso, ou seja, medições pela manhã e em jejum.

    Esperamos ter ajudado ,
    Forte abraço!

    • Lucas Baldassari

      Ajudaram sim! Obrigado!

  • Hugo Sette Camara

    “Deus escreveu a Bíbilia e o Atkins”kkk. Boa. Parabéns pelo fabuloso resultado.

  • Olá Ricardo,

    eu não me preocuparia com os níveis logo no começo da dieta!

    Esse resultado é sim satisfatório, e mantendo a dieta por um prazo mais estendido ele só tende a melhorar :)

    Além de café bulletproof, outra medida que auxilia o corpo a mobilizar mais ácidos graxos é o jejum (simplesmente pular o café da manhã).

    E aeróbicos de baixa intensidade tendem a potencializar esse efeito :)

    Obrigado por comentar, e forte abraço!

  • Olá Carla,

    ficamos muito felizes de saber que você está seguindo forte na dieta, e que está animada!

    O amido resistente é sim uma opção válida – tome cuidado com a quantidade, porque é fácil extrapolar e os efeitos serem excessivos! hehe

    (Dá para ler mais sobre isso neste link aqui: http://hotmart.net.br/show.html?a=S4244902L&pad=http://emagrecerdevez.com/tribo-forte-017-bacon-probioticos-prebioticos-e-bizarrices )

    De resto, a ingestão de água, de gorduras e de fibras também é associada anedoticamente a soltar o intestino. Ficam as dicas para experimentar ;)

    Continue firme, e estamos adorando saber da sua evolução!
    Forte abraço

    • Carla Ribeiro

      Vcs são uns fofos. Obrigada.

  • Olá Léo,

    Na literatura é possível encontrar alguns estudos sobre epilepsia e dieta cetogênica – embora de fato a maior parte deles seja relacionado a episódios com crianças.

    Em grande parte dos estudos, a dieta cetogênica conseguiu reduzir a incidência de episódios de epilepsia (em nenhum dos casos que li ela aumentou).

    Porém sendo bem sinceros não estudamos a fundo essa interação entre a dieta e os remédios anticonvulsivantes (embora não imaginemos como essa dieta possa ser pior do que não a seguir).

    De todo modo, sugerimos que procure a orientação de um médico alinhado a essa prática de redução de carboidratos – possivelmente alguém orientado a essa filosofia possa ser encontrado nesta lista: http://profissionaislowcarb.blogspot.com.br/

    Esperamos ter ajudado,
    forte abraço!

  • Francielly Baliana

    Olá, meninos, tudo bem? Adorei o post de vocês. Mas, tenho algumas dúvidas. Eu gostaria de saber se têm alguma sugestão pra mim, que sou vegetariana, portanto como naturalmente mais carboidratos, e que sofro de gastrite, principalmente quando como muita gordura. Como vocês acham que eu poderia adaptar a cetose à minha alimentação? visto que quero perder peso, uns 10 quilos. Muito obrigada!

    • Olá, Francielly,

      Obrigado por seu comentário. :)

      Para aquelas pessoas vegetarianas, acreditamos que a melhor saída seja basear sua alimentação em queijos gordos e ovos , além de verduras, legumes e oleaginosas.

      Por outro lado, para emagrecer você não precisa necessariamente estar em cetose, tendo que reduzir drasticamente os carboidratos. Uma alimentação low-carb (com cerca de 50 a 100 gramas de carbs líquidos por dia) já poderia ser suficiente, ainda mais no seu caso que não tem tanto peso a perder. Dessa forma, até mesmo pequenas porções de leguminosas poderiam fazer parte do seu dia a dia.

      Mas aí vai mais na base do teste com você mesma, se achar que não está tendo resultados, aí sim pode ser válida uma redução maior dos carboidratos por algum período de tempo.

      Claro, acompanhamento de um profissional da área alinhado com a filosofia low-carb é sempre bem vindo: http://profissionaislowcarb.blogspot.com.br/

      Esperamos ter ajudado, Francielly,
      Forte abraço!

  • Gabriela Chagas

    Li os efeitos qd entra em cetose….mas hj me sentir tonta.há algum relato disso? E um pouco de dor de cabeça.

  • Olá, Andressa,

    Isso é normal, seu corpo tende a acumular bastante água e glicogênio quando você come muitos carboidratos após longos períodos de restrição de carbs.

    Justamente por isso não recomendamos jamais a pesagem logo após dias de esbórnia alimentar. hehe

    Fique tranquila e foque no longo prazo,
    Forte abraço!

  • Alessandra Carvalho

    ola boa tarde eu estou no quaro dia da dieta
    meu cafe da manha todos os dias esta sendo uma gelatina e muita agua
    o almoco carne de frango e mt alface pepino e brocolis
    cafe da tarde eu tomo um cafe sem açucar
    janta gelatina ou alface
    e hoje no quarto dia nao resisti e comi uma fatia de torta oque faço comeco tudo de novo ou continuo???????????

    • Olá Alessandra,

      continue seguindo a alimentação low-carb normalmente.

      A ideia é que você comece a colher os benefícios de um estilo de vida com menor ingestão de carboidratos, e não que você se puna por qualquer “escorregada” para fora da dieta.

      Siga em frente – tropeços são normais, só não podem se tornar a regra.

      Forte abraço!

  • Lídia

    Nunca me informei tanto de um assunto como agora. Agradecer é pouco. Estou na dieta a 10 dias, antes de começar li muita coisa inclusive de medicos renomados, por isso entrei sem medo. Ainda não me pesei, mas sei que perdi o suficiente pra sentir as roupas mais folgadas. Leio sobre a dieta diariamente e hoje me deparei com esse site!! Coisa,maravilhosa! Explicacao farta de fácil entendimento. Li tuuuudo com muita atenção. Meus sintomas são os melhores, me sinto muito bem! Fiz exames essa semana e comparados ao antetior de 2 anos atrás, estão muito melhores. Vou refaze-los daqui uns 30 dias pra nova comparação. Volto aqui em breve pra dizer qtos quilos eliminei! Obrigada infinitamente!!

    • Olá Lídia, ficamos felizes que gostou do nosso artigo! Realmente fazemos tudo com dedicação para entregar o melhor conteúdo a vocês leitores. Seguindo a dieta cetogênica, tenho certeza de que estará no caminho certo para emagrecimento e saúde! =)
      Esperamos que volte com boas notícias sobre a balança. Abraços

  • Ola Hellen!

    A dieta Dukan é uma ótima dieta, acho que se você seguir nela atingirá ótimos resultados. Assim como também atingirá se migrar para uma low carb e/ou cetogênica, tudo vai de ver onde você se encaixa melhor e onde acha que terá mais consistência na alimentação!

    O mal hálito é um bom sinal de queima de gordura, pode ser desagradável, mas é um sinal de que seu corpo está usando parte das reservas como energia. Acredito que a dor de cabeça possa ser resolvida com a adição de um pouco mais de sal na dieta, o sal tem um importante papel regulador na ausência de carboidratos.

    Além disso, nao se preocupe com os períodos sem se alimentar, aqui explicamos melhor sobre o mito de comer de 3h em 3h: http://www.senhortanquinho.com/comer-3-em-3-horas-mentira/

    Espero poder ter lhe ajudado!

  • Ola Leonardo!

    Na verdade não vemos necessidade no uso desses suplementos durante a dieta.

    Porém, caso queira associar o uso de L-carnitina e L-tartarato a dieta, com certeza não irá atrapalhar os resultados, pelo contrário, essas substâncias podem potencializar a queima de gordura. Mas recomendamos que procure um profissional da área antes de usar este tipo de suplemento.

    Esperamos ter ajudado!

  • Exato! São sintomas do início da cetose e com o tempo é provável que diminuam.

  • Ola Nara! Exatamente, calma e consistência na dieta são sempre os melhores caminhos!

  • Ola Amanda!

    Na verdade em uma dieta cetogênica, é bom que as calorias ingeridas venham em sua maioria das gorduras. Acho que você pode tentar manter o que está fazendo, e caso não esteja conseguindo resultados, eleve um pouco as gorduras.

    Os alimentos que citou podem ser encaixados sem problemas em uma dieta cetogênica, fique tranquila

    Esperamos ter ajudado :)

    • Amanda Dorighello Maia

      Bom dia!
      Muito obrigada!!!!

  • Ola Mah

    Não entramos muito no detalhe do uso da dieta para epilepsia pois esse não é o intuito do blog, além disso quem sofre desse mal deve sempre procurar um profissional (http://profissionaislowcarb.blogspot.com.br)

    Mas sabemos do potencial dela no tratamento dessa doença, tanto que mencionamos no texto que ela surgiu no tratamento desses casos.

  • Ola Sarah!

    As castanhas (amêndoas, castanha do pará, nozes, etc) podem ser incluídas com parcimônia na dieta cetogênica.

    Elas sao baixas em carboidratos. Um ponto a se destacar é o fato de serem bastante calóricas e de fácil ingestão (se deixar, nós comemos um pacote por tarde rs) – por isso é bom tomar um pouco de cuidado com elas.

  • Ola Alessandra, obrigado pela participaçao

    Na verdade voce nao deve estar fazendo nada de errado nao – platôs de emagrecimento são normais em uma dieta, e você está passando por ele agora.

    Os dias de pausa são relativos, se voce quiser fazer pode fazer sim, mas recomendo que ele dure no máximo 24h – falamos mais sobre isso no texto do dia do lixo: http://www.senhortanquinho.com/dia-do-lixo-beneficios-para-dieta-e-treino/

    Espero ter ajudado e continuamos a disposição

  • William Silva

    Olá, tenho interesse! haha

    Mas me ficou uma dúvida: Tenho como meta definir e perder peso, porém gosto de malhar. Posso fazer musculação “normal” durante a fase que tenta se entrar em cetose? E pequenas corridas (5km )?

    • Ola William, boa tarde!

      Algumas pessoas relatam sentir um pouco de enjoo e falta de disposição quando estão entrando em cetose, por isso, você pode ter um pouco de dificuldade para manter suas atividades físicas normais – porém, caso sinta-se bem, não há contraindicação nenhuma.

      Atletas de alto desempenho (fisiculturista, por exemplo) podem demorar até 5 meses para adaptarem totalmente sua rotina de exercícios a uma dieta cetogênica, mas no final vale a pena!

      Espero ter ajudado :)

  • Livia Clelis Luiz

    Boa noite! Tenho esteatose hepática e estava em dúvida sobre fazer a dieta low-carb ou a cetogênica. A cetogênica é a mais indicada, certo? Mas estou em dúvida em uma coisa, peguei alguns cardápios aqui no site, no cardápio da cetogênica tem indicação de alguns pratos de cafe-da-manhã que tem carboidrato, pouco mas tem. Eu tinha entendido que a low-carb tem o carboidrato super reduzido e que a cetogênica corta completamente o carboidrato.
    Se eu estiver certa, se eu comer a “queijadinha low-carb mais rápida do mundo”, por exemplo, não estarei quebrando a cetose e consequentemente mudando a deita pra low-carb?
    Se meu raciocínio estiver errado, acho que não sei diferenciar a low-carb da cetogênica.

    • Ola Livia! Realmente em casos de esteatose a dieta cetogênica é um pouco mais recomendada – mas uma alimentação low carb já pode ter alguns efeitos.

      Dieta Low Carb é qualquer uma que reduza os carboidratos em relação a uma alimentação convencional, a cetogênica é um tipo de low carb em que é recomendável que se consuma até no maximo 20g-25g de carboidratos líquidos ao dia.

      Os poucos carboidratos presentes na queijadinha low carb não lhe tirarão de uma dieta cetogênica, pode ficar tranquila :)

      Esperamos ter ajudado!

      • Livia Clelis Luiz

        Até 20-25g de carbos líquidos não me tiram da cetose. Obrigada, ajudou sim!!

  • Bom dia, Alessandra!

    Sobre a sacarina, ela não possui calorias ou carboidratos.

    Os óleos vegetais (com exceção do azeite) não são opções saudáveis, independente dos carboidratos. Por isso é bom evitar.

    Abraços!

    • alessandra

      Muito obrigada pelo esclarecimento!! =)

      Abraços!

  • Ola Marcos, obrigado pelo seu comentário!

    A cetose é o processo que irá usar a gordura como fonte de energia para o seu corpo. Ela pode vir de duas fontes: alimentação e reservas do corpo. O que acontece é que o corpo usa essas duas fontes ao mesmo tempo, não dando preferência nem para uma e nem para a outra.

    O ponto é que se realmente você comesse muita gordura (muita mesmo) seu corpo talvez não precisasse queimar a armazenada no tecido adiposo; porém nessa dieta as pessoas ficam totalmente saciadas com menos gordura do que isso, por isso o corpo usa as duas fontes e isso leva ao emagrecimento.

    Vale ressaltar que o processo não é infinito e conforme as reservas de energia vão ficando escassas, o corpo vai evitando mais utilizá-las. Claro que isso são casos mais específicos e não é o que acontece com a grande maioria das pessoas que aderem à dieta.

  • Ola Roberto!

    A cetose é o processo que irá usar a gordura como fonte de energia para o seu corpo. Ela pode vir de duas fontes: alimentação e reservas do corpo. O que acontece é que o corpo usa essas duas fontes ao mesmo tempo, não dando preferência nem para uma e nem para a outra.

    O ponto é que se realmente você comesse muita gordura (muita mesmo) seu corpo talvez não precisasse queimar a armazenada no tecido adiposo; porém nessa dieta as pessoas ficam totalmente saciadas com menos gordura do que isso, por isso o corpo usa as duas fontes e isso leva ao emagrecimento.

    Vale ressaltar que o processo não é infinito e conforme as reservas de energia vão ficando escassas, o corpo vai evitando mais utilizá-las. Claro que isso são casos mais específicos e não é o que acontece com a grande maioria das pessoas que aderem à dieta.

  • Ola Gleyci!

    Não precisa se preocupar, na verdade é normal algumas estabilizações de peso durante o emagrecimento. Falamos exatamente sobre nesse nesse breve vídeo, acho que vale a pena que assista: https://www.youtube.com/watch?v=QjVwVFPVNN0

    Espero que te ajude nesse processo :)

    Abraços!

  • Ola William, bom dia!

    Normalmente ficando entre os alimentos presentes na lista, com uma alta ingestão de gorduras boas e baixa ingestão de carboidratos, o corpo entra em cetose sim. Normalmente ele leva de 2 a 3 dias para entrar nesse estado, depois é só manter com a mesma alimentação

    Pode ser interessante comprar o aparelho medidor para ir acompanhando. Lembrando que medir logo depois de refeições normalmente altera os resultados.

    Espero ter ajudado, abraços!

    • William

      Muito obrigado… Abraços e sucesso…

  • Ola Gabi!

    Sem dúvidas nenhuma, é sempre bom procurar um profissional ao fazer mudanças na alimentação.

    Mas em relação ao desconforto estomacal e a insônia, podem não ter relação com a dieta. Uma vez que infinitas outras coisas podem causar esses problemas, e também a grande maioria das pessoas não os sente ao iniciar esse tipo de alimentação.

    Por isso a melhor coisa é procurar um médico.

    Abraços

  • Ola William!

    Aqui tem uma bacana: https://www.youtube.com/watch?v=1iEweiuq8So

  • Ola Andressa, boa noite! Ficamos felizes que tenha gostado

    A cetose é o processo que irá usar a gordura como fonte de energia para o seu corpo, e essa dieta leva seu corpo a esse processo. A gordura utilizada pode vir de duas fontes: alimentação e reservas do corpo. O que acontece é que o corpo usa essas duas fontes ao mesmo tempo, não dando preferência nem para uma e nem para a outra.

    Se realmente você comesse muita gordura (muita mesmo) seu corpo talvez não precisasse queimar a armazenada no tecido adiposo; porém nessa dieta as pessoas ficam totalmente saciadas com menos gordura do que isso, por isso o corpo usa as duas fontes e isso leva ao emagrecimento.

    Vale ressaltar que o processo não é infinito e conforme as reservas de energia vão ficando escassas, o corpo vai evitando mais utilizá-las. Claro que isso são casos mais específicos e não é o que acontece com a grande maioria das pessoas que aderem à dieta.

    Sua duvida é muito comum e eu espero ter esclarecido

  • Ola Andrea! Obrigado pela participação.

    Isso tudo é muito relativo, varia de pessoa pra pessoa. Porém, o mais comum de acontecer é mesmo a maior perda de peso ser no início, devido ao “choque” na alimentação.

    A variação de peso pode variar muito sim, principalmente se você fizer dia do lixo. Uma dica é que não restrinja muito as calorias e foque em comer os alimentos corretos até a saciedade; sendo assim vai evitar que passe mal ou perca massa magra.

  • Ola João, boa noite!

    Eu acho que a quantidade de peso está muito boa sim, há pessoas que perdem mais, como há pessoas que perdem menos. O ponto é que você está perdendo esses quilos sem passar fome e se alimentando super bem.

    Um ponto é que não precisa zerar totalmente os carbos, algumas gramas vindas de legumes, por exemplo, são até que bem vindas.

    Outra coisa é que não precisa diminuir muito as calorias, a longo prazo isso diminuirá seu metabolismo e isso não é o que queremos aqui (claro que se estiver comendo MUITAS calorias, é legal diminuir, mas se estiver ficando ali nas 1800kcal, acho totalmente plausível.)

    Acho que esse vídeo vai poder te ajudar também: https://www.youtube.com/watch?v=QjVwVFPVNN0

    Espero ter ajudado e continuo a disposição :)

  • Olá Jone!

    Tudo está na quantidade de lactose. Um copo de leite possui 12g de lactose e 6g de gorduras; já 100g de queijo ou requeijão possuem 2g ou 3g de lactose e uma quantidade mais generosa de gorduras boas.

    Espero ter esclarecido :)