Dieta Cetogênica: Como Começar, Cardápio Para 7 Dias, Receitas E Lista De Alimentos Permitidos E Proibidos Na Cetogênica

Este artigo é um guia completo sobre a Dieta Cetogênica.

Por isso, se você deseja emagrecer com a dieta cetogênica…

E, para isso, gostaria de ter acesso a:

  • receitas, 
  • cardápio,
  • lista de alimentos permitidos, ou mesmo 
  • o passo a passo de como iniciar uma dieta cetogênica de sucesso…

Então leia atentamente este post.

Porque, após a sua leitura, você vai saber exatamente:

  • o que realmente é uma dieta cetogênica,
  • o que comer em uma dieta cetogênica, e
  • como treinar seu corpo para queimar gordura com dieta cetogênica.

Além disso, vai descobrir:

  • os 5 exatos passos para iniciar a dieta cetogênica,
  • as 3 principais alternativas para se manter em cetose, e também
  • o cardápio-exemplo para 7 dias de dieta cetogênica.

Lendo o texto até o final, você também vai ter acesso à lista completa de alimentos permitidos e proibidos (inclusive disponível para download em pdf).

Ou seja: este é um guia completo com tudo o que você precisa saber para emagrecer e melhorar a saúde com a dieta cetogênica.

Lembrando que nossa missão no Senhor Tanquinho é oferecer todas as ferramentas para você ficar no controle do seu corpo.

Por isso, lembre-se de deixar seu email nesta página (e ganhar o cardápio grátis), e nos acompanhar no Telegram.

Porque assim você não perde nossos novos conteúdos e dicas para ter sucesso com a alimentação cetogênica.

Dito isso, vamos primeiro entender o que é a dieta cetogênica.

Para depois vermos como ela pode ajudar você a atingir os seus objetivos de saúde e emagrecimento.

Conteúdo do post:

Dieta Cetogênica: O Que É

De maneira resumida, a dieta cetogênica é uma forma de se alimentar que tem como objetivo fazer o seu corpo queimar gordura como combustível.

Isso tende a acontecer porque existe um estado natural do metabolismo que é chamado de cetose nutricional.

Abordamos tudo sobre a cetose num artigo completo, e até mesmo diferenciamos a cetose e a cetoacidose.

(Cetose é natural e boa. Cetoacidose não é natural e é perigosa.)

A cetose é um processo que ocorre no corpo quando seu organismo não possui mais nenhuma fonte de glicose/açúcar proveniente da alimentação, e o armazenamento de glicogênio já se esgotou.

(Glicogênio é, basicamente, a forma como o nosso corpo armazena os carboidratos.)

Quando isso acontece, o corpo começa quebrando as gorduras em ácidos graxos e glicerol.

E transforma esses ácidos graxos em moléculas de Acetil-CoA que acabam sendo transformadas em corpos cetônicos (ou cetonas) no fígado.

(E a produção desses corpos cetônicos é o motivo pelo qual a dieta cetogênica também é popularmente chamada de dieta cetônica ou dieta do cetônico.)

Em outras palavras, em um metabolismo cetogênico, o organismo utiliza tanto as gorduras vindas da alimentação quanto as armazenadas no corpo como fonte de energia primária.

Então, como induzir o corpo a entrar nesse estado metabólico que prioriza a queima de gordura?

Por meio de uma alimentação estratégica e inteligente — a chamada dieta cetogênica.

Como regra geral, essa dieta deve conter

  • quantidades limitadas de carboidratos e açúcares, 
  • quantidades moderadas de proteína, e (como consequência)
  • quantidades otimizadas de gorduras.

Em poucos minutos, vamos nos aprofundar um pouco mais nas proporções de macronutrientes da dieta cetogênica “clássica” ou tradicional.

E também revelar quais os melhores alimentos para compor uma estratégia alimentar que induz a cetose.

Para assim, você descobrir como perder peso com a dieta cetônica da melhor maneira possível.

Conheça: Cardápio para 147 dias de cetogênica mais Livro de receitas cetogênicas

Os Conceitos Básicos da Dieta Cetogênica

Inicialmente, a dieta cetogênica foi “descoberta” como uma alternativa no tratamento de pessoas com epilepsia.

Isso porque ela simulava alguns dos benefícios que a prática de jejum proporcionava a esses pacientes.

Porém, sem a necessidades de jejuns prolongados.

Na verdade, o que acontecia era que tanto a dieta cetogênica quanto o jejum prolongado levavam as pessoas a um estado de cetose nutricional.

E era estar em cetose que fazia com que elas diminuíssem suas crises de epilepsia.

No entanto, foi percebido que um “efeito colateral” da dieta cetogênica era o emagrecimento — e uma melhora da saúde no geral.

E foi a partir daí que a cetogênica começou a ser estudada como uma dieta de emagrecimento.

Mas é importante notar que uma dieta cetogênica para tratar condições neurológicas vai ter uma proporção de macronutrientes bastante diferente daquela utilizada para proporcionar o emagrecimento em pessoas saudáveis.

Isto é: existem diferentes variações da dieta cetogênica.

Neste momento, vamos explicar como funciona a dieta cetogênica clássica, a mais tradicionalmente utilizada para casos em que se deseja perder peso.

E mostrar a você como você pode usar a melhor versão para o seu caso específico.

Entrando em cetose: a proporção de nutrientes da dieta cetogênica

Como você deve saber, diferentes pessoas possuem metabolismos, tendências genéticas e níveis de atividades físicas diferentes.

Isso faz com que seja possível entrar em cetose com diferentes proporções de macronutrientes.

(Macronutrientes são carboidratos, proteínas e gorduras.)

Entretanto, uma recomendação tradicional de dieta cetogênica traria, de forma resumida, as seguintes proporções:

  • A ingestão de carboidratos não ultrapassando 5 a 10% do total de calorias;
  • A ingestão de proteínas ficando em torno de 20 a 30% do total das calorias consumidas diariamente;
  • E a ingestão de gorduras fornecendo de 65 a 75% das calorias – possivelmente até mais.

(Sendo que 1 grama de carboidrato possui 4 calorias, 1 grama de proteína possui 4 calorias e 1 grama de gordura possui 9 calorias.)

Nesse caso, a quantidade de carboidratos a que nos referimos acima é de carboidratos líquidos.

(Isto é, a quantidade total de carboidratos de um alimento menos a quantidade de fibras.)

Desse modo, poderíamos desenhar uma “nova pirâmide alimentar” baseada na dieta cetogênica conforme a imagem acima.

E, embora essas porcentagens sejam boas o suficiente para que ocorra perda de peso, talvez seja mais benéfico descobrir exatamente do que você precisa. 

Isso pode ser feito por meio de ajustes iniciais e alguns experimentos feitos ao longo do tempo.

Nesse contexto, nossa abordagem é bastante prática: se você deseja seguir a dieta cetogênica, porém está um pouco confuso(a) sobre qual proporção deve seguir…

O que nós pessoalmente faríamos seria uma estratégia baseada em 5 passos — e você terá acesso a ela agora.

Infográfico Resumo Da Dieta Cetogênica

Sabemos que a dieta cetogênica pode parecer confusa para os iniciantes num primeiro momento.

Por isso, preparamos um infográfico especial para te ajudar.

Basta clicar na imagem abaixo — ou neste link aqui — para baixar grátis o infográfico completo em alta resolução.

Dieta Cetogênica: Como Começar Em 5 Passos

Os 5 passos que nós usamos para iniciar uma dieta cetogênica de sucesso são os seguintes:

  1. Começar com a divisão de macronutrientes detalhada acima;
  2. Tirar medidas corporais e fotos do corpo;
  3. Experimentar por pelo menos 4 semanas;
  4. Após as 4 semanas, medir o progresso novamente;
  5. Avaliar e ajustar de acordo com o necessário.

Vamos ver em detalhes cada um deles agora.

Passo #1 para seguir uma dieta cetogênica com sucesso: Obedecer a proporção de macronutrientes: a proporção de gorduras, proteínas e carboidratos

dieta cetogênica: variações, lista de alimentos permitidos e proibidos e cardápio para dieta do cetônico

Este passo é fundamental para os iniciantes na dieta cetogênica.

Porque grande parte dos iniciantes na dieta cetônica não possuem a noção exata do que comer e do que não comer.

Neste cenário, entender bem qual é a proporção de macronutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras) que você deve ingerir é bastante importante.

Na dieta cetogênica, a proporção de macronutrientes é aproximadamente a seguinte:

  • gorduras: de 60% a 75% das calorias diárias;
  • proteínas: de 15% a 25% das calorias diárias;
  • carboidratos: de 5% a 10% das calorias diárias.

Sendo que você não precisa se preocupar com calorias neste primeiro momento.

Você pode simplesmente usar a proporção de nutrientes indicada acima (baseada na dieta cetogênica tradicional).

Pois já começará a colher alguns dos benefícios da dieta cetogênica.

Como, por exemplo, uma maior sensação de saciedade (encerrando aquela fome sem fim que tanta gente sente).

E uma melhora na sensibilidade à insulina (começando a regular e otimizar seus hormônios, para consertar seu metabolismo).

Isso, por si só, já vai ajudar seu corpo a regular automaticamente o teor de ingestão calórica.

Por isso, não se preocupe com calorias neste primeiro momento.

Em vez disso, apenas siga os macronutrientes da dieta cetogênica, e coma até ficar saciado em todas as refeições.

Passo #2 para seguir uma dieta cetogênica com sucesso: Tirar medidas corporais e fotos do corpo

Ao embarcar em uma nova dieta, geralmente estamos empolgados para fazer tudo certo e conseguir os resultados que tanto desejamos.

No entanto, conforme o tempo passa…

Pode acontecer de essa empolgação inicial acabar diminuindo.

Especialmente se sentirmos que não estamos tendo muito progresso.

Por isso, é importante ter dados objetivos e provas concretas para saber se você está indo na direção certa.

Isso inclui alguma forma de acompanhar seus resultados.

Existem várias maneiras de se fazer isso, e detalhamos todas elas neste artigo completo.

Nele, também explicamos que a nossa forma favorita de fazer isso (por ser simples, efetiva e barata) é tirar medidas corporais.

Essas medidas, aliadas a fotos de antes e depois, são indicadores poderosos de que você está indo na direção certa.

E ter os dados reais da sua evolução (como o peso, as medidas, e as fotos) é algo que vai te ajudar muito a manter o ânimo mesmo nos momentos mais chatos do processo de perda de peso.

Nós sabemos que muitas pessoas não gostam de tirar fotos sem camisa quando estão acima do peso.

Afinal, a gente muitas vezes não se sente bem com o próprio corpo nesse momento, e não gosta do que vê nas fotos.

Mas vale a pena deixar o desconforto de lado e tirar as fotos mesmo assim: porque você terá a foto de “antes” para poder comparar com seu momento atual.

O próprio caso do Guilherme ilustra bem esse ponto.

Eu me olhava no espelho todos os dias, e sentia que não estava progredindo.

Apenas quando encontrei uma foto para poder comparar que realmente tive noção do quanto tinha conseguido avançar.

Confesso que esta não é uma foto de “antes” propriamente dita. 

Na verdade, eu nem tenho uma foto de “antes” correta (justamente porque tinha muita vergonha de tirar fotos sem camisa).

Felizmente, consegui encontrar a foto acima enquanto mexia em arquivos antigos do computador. 

E foi esse feliz acaso que me deu motivação para continuar seguindo em frente.

Mas você não precisa contar com a sorte.

Você pode tirar uma foto agora — até porque olhar no espelho muitas vezes não vai te ajudar.

O fato é que você provavelmente é o seu pior crítico.

E, além disso, como você se olha no espelho todos os dias (às vezes, várias vezes ao dia), pode ser mais difícil notar em você mesmo(a) as evoluções graduais que vão acontecendo.

Sendo assim, faça esse favor a você mesmo: tire suas fotos e medidas antes de começar a dieta.

Passo #3 para seguir uma dieta cetogênica com sucesso: Experimentar por pelo menos 4 semanas

dieta cetogênica: variações, lista de alimentos permitidos e proibidos e cardápio para dieta do cetônico

A dieta cetogênica vai ensinar o seu corpo a queimar gordura como combustível.

E, especialmente se você vem de uma alimentação típica ocidental (comendo carboidratos a cada 3 horas), essa adaptação exige algum tempo.

Por isso, dê esse tempo a você — permita que seu corpo se adapte.

E não seja uma dessas pessoas que começa uma dieta e “segue por 3 dias”.

Porque as mudanças não acontecem da noite para o dia.

Para ilustrar esse ponto, basta pensar em quantos dias, meses, anos, seu corpo levou para chegar ao estado atual.

Certamente, não foram apenas 4 semanas.

Por isso, vai ser preciso algum tempo para que colher os bons resultados.

E, sabemos que, num primeiro momento, pode ser difícil acreditar que você terá resultados.

Até porque emagrecer comendo bacon, ovos, e carnes parece algo impossível — é o exato oposto de tudo o que te disseram pela sua vida inteira.

Portanto, para se sentir confortável durante a dieta cetogênica, é importante entender que há ciência por trás dela — e confiar no processo.

Por isso, recomendamos que siga a dieta por pelo menos 4 semanas antes de tentar avaliar resultados e decidir se essa dieta é certa para você ou não.

Importante: se você tem alguma condição de saúde conhecida (como diabetes, hipertensão, ou qualquer enfermidade), converse com um médico de sua confiança antes mesmo de começar a dieta.

Porque ela é muito poderosa para tratar vários problemas de saúde.

E isso pode exigir alguns ajustes nas dosagens dos medicamentos.

(Por isso que algumas pessoas — como diabéticos, por exemplo —  devem ter um cuidado a mais com a Dieta Cetogênica.)

Passo #4 para seguir uma dieta cetogênica com sucesso: Após as 4 semanas, medir o progresso novamente

medidas - medir abdomen com fita metrica

Basicamente, após as 4 semanas seguindo a dieta cetogênica (de preferência sem exceções), meça seus resultados.

É por isso que é importante ter tirado suas fotos e suas medidas no passo #2: para você ter alguma base de comparação.

De preferência, essas medições devem ser feitas em condições o mais similares possíveis.

Por exemplo: no mesmo dia da semana, no mesmo horário, no mesmo momento do ciclo menstrual para mulheres…

E, se você fizer alguma exceção ou dia do lixo, não se pese nem tire medidas após ele.

Pois um dia com maior consumo de carboidratos e alimentos processados vai causar retenção de líquidos e mascarar os seus resultados.

(Embora de acordo com o Guia Dieta Cetogênica não é nem mesmo indicado que você faça exceções nos primeiros 30 dias de dieta.)

Passo #5 para seguir uma dieta cetogênica com sucesso: Avaliar e ajustar conforme necessário

Este ponto é opcional, caso você deseje realizar ajustes para adequar melhor a dieta ao seu estilo de vida.

Afinal de contas, para a maior parte das pessoas, uma dieta cetogênica é capaz de causar queima de gordura corporal mesmo sem exercícios físicos e sem contar calorias.

Isso porque, conforme explicamos anteriormente, na dieta cetogênica você vai treinar seu corpo para utilizar a gordura como forma de alimento, em vez dos carboidratos.

Porém, caso você deseje ajustar a dieta para prosseguir obtendo resultados, pode fazer alguns testes e experimentos, dentre eles:

Lembrando que, muitas vezes, pode ser importante consultar um profissional orientado à filosofia cetogênica para entender qual a melhor forma de realizar esses ajustes.

E, quando falamos em ajustar a ingestão de macronutrientes, estamos nos referindo àquela proporção que vimos no passo #1:

  • 5-10% do total de calorias vindas de carboidratos;
  • 20-30% do total de calorias vindas das proteínas;
  • 65-75% do total de calorias vindas das gorduras.

E você pode experimentar com outras proporções — por exemplo, inserindo mais proteínas na sua dieta cetogênica.

No entanto, pode ser que você nem mesmo precise contar nutriente algum.

Pois existem 3 maneiras fáceis de seguir a dieta cetogênica.

Para que ela se encaixe de maneira simples e tranquila no seu dia a dia.

É sobre essas 3 formas de ter sucesso com a dieta cetogênica que vamos falar agora.

Alternativa #1 Para Manter a Dieta Cetogênica — Controlar apenas a ingestão de carboidratos, e deixar que o restante da dieta se ajuste por si

Esta alternativa é uma das preferidas de nossos leitores.

E isso porque, ao controlar a ingestão de carboidratos, você automaticamente terá de elevar a ingestão de gorduras para conseguir manter a sua saciedade.

Sendo assim, suas chances de entrar em cetose nutricional aumentam drasticamente.

Desse modo, você apenas tem de tomar cuidado para ingerir alimentos low-carb, e completar o restante da sua alimentação com proteínas e gorduras boas.

E é por isso que é importante não passar fome nesta dieta.

Porque, assim, você estará fornecendo o combustível necessário para seu corpo funcionar de maneira ótima.

Parte do motivo de esse método ser tão bom é o fato de que, na natureza, geralmente encontramos proteínas associadas com gorduras.

Isto é: a maior parte dos cortes de carne, os ovos, os frangos, os peixes… são alimentos que não apresentam apenas proteína isoladamente.

Por isso, mantendo seu consumo de proteínas e diminuindo o de carboidratos, você naturalmente tende a aumentar o consumo de gorduras de maneira a compensar.

E, para conseguir ter sucesso nessa abordagem, a instrução é bem simples.

E ela envolve não ficar obcecado com calcular cada nutriente de cada alimento.

Em vez disso, basta:

  1.  comer poucos carboidratos, e
  2. não fugir da gordura natural dos alimentos.

Com estes dois passos simples, tudo deve se ajustar automaticamente.

Isso envolve comer os ovos com as gemas.

Fritar e cozinhar alimentos com manteiga ou banha.

Comer a pele do frango e a gordura da carne (ou mesmo optar por cortes mais gordos).

Basicamente, você se preocupa em comer comida menos processada — a chamada comida de verdade, que evoluímos comendo.

E em manter baixa a sua ingestão de carboidratos.

Só isso.

Não precisando pesar a comida, nem contar calorias, nem calcular os gramas de proteínas e gorduras ingeridos.

Sendo que não há risco para a saúde em ingerir mais proteínas (nem riscos para o fígado, nem para os rins, nem a questão do ácido úrico… nada disso).

Por isso, tudo o que você precisa saber para seguir corretamente essa alternativa #1 é:

  1. Limitar a ingestão de carboidratos (muitas pessoas optam por 20-30 g de carboidratos líquidos ao dia, por vezes até menos);
  2. Comer comida de verdade até a saciedade;
  3. Não fugir da gordura natural dos alimentos.

Simples assim.

Alternativa #2 Para Manter a Dieta Cetogênica – Controlar a ingestão de nutrientes, contando com a ajuda de aplicativos

Hoje em dia, a tecnologia está cada vez mais desenvolvida.

E, por isso, muitas pessoas acham cada vez mais fácil usar aplicativos de celular para emagrecer com saúde.

Esses aplicativos permitem a você monitorar de perto a sua ingestão de alimentos, acompanhando exatamente quanto de proteína, gordura, e carboidratos você ingere.

Existem várias opções de aplicativos que te permitem fazer esse acompanhamento.

Um dos mais populares é o Fat Secret, que ganhou muito sucesso por permitir visualizar facilmente as informações essenciais.

Nele, fica fácil definir metas de calorias, nutrientes, e até mesmo carboidratos líquidos.

Pois, com as configurações corretas, ele faz a conta para você. E nós ensinamos como configurar no vídeo abaixo.

Outro aplicativo popular é o MyFitnessPal.

Ele conta com ainda mais recursos, como a opção de salvar refeições padrão (que você pode usar para montar as bases do seu cardápio), e mesmo a opção de se lembrar das suas receitas favoritas.

Mostramos todos os recursos no vídeo gratuito abaixo.

Ainda existem outros apps, como o TecnoNutri.

Mas, basicamente, todos fazem as mesmas coisas: pois te permitem acompanhar de perto a ingestão de todos os nutrientes da sua dieta cetogênica de sucesso.

No entanto, pode ser que você não queira ficar dependente desses aplicativos.

E que não queira nem mesmo acompanhar a ingestão de carboidratos.

Será que é possível seguir uma dieta cetogênica e emagrecer mesmo sem monitorar nada?

Sim, é possível.

E é isso que vamos ver a seguir.

Alternativa #3 Para Manter a Dieta Cetogênica – Ingerir apenas alimentos permitidos

O fato é que seguir uma dieta cetogênica e ensinar o seu corpo a queimar gorduras não precisa envolver cálculos complexos.

Nem o uso constante de aplicativos.

Em vez disso, pode ser muito mais fácil usar uma estratégia que se limita a ingerir apenas alimentos que naturalmente já tenham a proporção de macronutrientes que buscamos alcançar.

E deixar que a fisiologia humana e a natureza façam todo o trabalho de te emagrecer.

Isto é: nesta maneira de seguir a cetogênica, simplesmente comemos alimentos baixos em carboidratos, moderados em proteínas e elevados em gorduras.

E a consequência natural dessa ingestão de alimentos vai ser o emagrecimento com a dieta cetogênica.

E quais são esses alimentos?”

Para te ajudar, separamos uma lista de possíveis alimentos permitidos, que você pode ler abaixo.

Também preparamos um exemplo prático com uma lista de compras cetogênica no vídeo abaixo.

(Curiosidade: este vídeo já ajudou mais de 220.000 pessoas a montarem suas listas de compras).

>>> Baixe grátis nossa lista de compras exemplo.

Antes de investigarmos a lista detalhada, vamos fazer uma observação importante.

A de que não basta focar apenas em alguns alimentos, ou classificá-los como “permitidos” e “proibidos”.

Porque sua alimentação como um todo deve ser considerada, e o impacto dos alimentos no seu organismo também.

Você vai entender melhor com o simples exemplo a seguir.

Comer 100g de batata inglesa cozida (um alimento cuja maior parte das calorias vem dos carboidratos) logo após um treino pesado em jejum (e com o restante do dia comendo apenas folhas verdes e carnes gordas)…

É bem diferente de comer esses mesmos 100g de batata cozida acompanhados de um grande prato de macarrão.

Afinal, no primeiro caso, pode ser que você consiga se manter em cetose mesmo com a batata inglesa.

No segundo caso, isso seria praticamente impossível.

Então, vamos ver agora os alimentos permitidos, tolerados e proibidos da dieta cetogênica.

E depois, um exemplo de cardápio cetogênico que coloca em prática tudo o que vimos até aqui.

Isto é: vamos ver vários alimentos que você pode sim comer na cetogênica.

E, depois, vamos te mostrar um cardápio exemplo de 7 dias para emagrecer com cetogênica (100% grátis).

Alimentos Permitidos, Tolerados e Proibidos na Dieta Cetogênica

lista de compras dieta cetogenica vegetais

Alimentos Permitidos Para Dieta Cetogênica

Açúcares e adoçantesEritritol
Stevia
Sucralose
Xilitol
Leite e DerivadosManteiga
Creme de leite
Chantilly (sem açúcar)
Queijos e variaçõesAzul
Catupiry
Cheddar
Coalho
Cottage
Cream Cheese
Feta
Gorgonzola
Gouda
Muçarela
Parmesão
Prato
Provolone
Requeijão
Ricota
Rochefort
Suíço
OvosAvestruz
Codorna
Galinha
Pato
Cozido
Frito
Mexido
Omelete
Poché
CarnesBovina (todas)
Suína (todas)
de Aves (todas)
de Peixes (todas)
Farinhas e PósAmêndoas
Castanhas
Cacau em pó (sem açúcar)
Coco
Linhaça
FrutasAbacate
Azeitona
Coco
Limão
Tomate
Frutos do marCamarão
Caranguejo
Lagosta
Lula
Ostra
Polvo
Marisco
Mexilhões
OleaginosasChia
Linhaça
Óleos e gordurasAzeite de oliva
Banha animal
Manteiga
Maionese caseira
Óleo de coco
Óleo de peixe
Coco e derivadosCreme de coco
Farinha de coco
Leite de coco
Manteiga de coco
Óleo de coco
Polpa (castanha)
Verduras e saladas
(folhas e legumes)
Abobrinha
Acelga
Aipo
Alface
Alho
Berinjela
Brócolis
Cebola
Couve
Couve-flor
Chuchu
Escarola
Espinafre
Pepino
Quiabo
Repolho
Rúcula
…e muito, muito mais!
Temperos e molhosAçafrão da terra (cúrcuma)
Alecrim
Canela
Cebolinha
Coentro
Colorau
Manjericão
Pimenta do reino
Orégano
Sal
Outras manteigas e cremesSour cream (creme azedo)
Manteiga de amêndoas

Alimentos Tolerados (permitidos com moderação) na dieta Cetogênica:

Açúcares e adoçantesOutros adoçantes artificiais   (Para saber mais sobre os adoçantes e quais são mais saudáveis para sua saúde, clique aqui.)
Leite e DerivadosIogurte grego (verdadeiro)
Sorvete (depende do sorvete)
Queijos e variaçõesQueijo Brie
Queijo Minas
Queijo Frescal
CarnesLinguiça
Mortadela
Peito de peru
Peito de frango
Presunto
Salame
Outros embutidos
Farinhas e PósWhey protein (de preferência o whey isolado)
FrutasFrutas vermelhas, como:   Amora
Cereja
Framboesa
Mirtilo
Morango
OleaginosasAmêndoa
Avelã
Castanha
Castanha de caju
Coco
Macadâmia
Nozes
Pistache
Óleos e gordurasMaionese industrializada
Óleo de amendoim
Óleo de cártamo
Óleo de gergelim
Verduras e saladas
(folhas e legumes)
Abóbora
Cebola
Cenoura
Gengibre
Nabo
Pimentão
Rabanete
Vagem
Temperos e molhosKetchup
Mostarda
Pimentas em geral
Shoyu
Temperos prontos e processados
Outras manteigas e cremesPasta de amendoim
LeguminosasAmendoim
(Pasta de Amendoim)

Alimentos Proibidos na Dieta Cetogênica:

Açúcares e adoçantesAçúcar refinado
Açúcar fit
Açúcar de coco
Açúcar cristal
Açúcar demerara
Açúcar mascavo
Maple Syrup
Mel
Leite e DerivadosLeite
Iogurtes em geral
Leite fermentado
CarnesSalsicha
Farinhas e PósAveia (em qualquer formato)
Achocolatados
Chocolate em pó
Fubá
Mandioca
Milho
Polvilho
Rosca
Tapioca
Trigo (integral ou não)
FrutasTodas as outras frutas como:   Abacaxi
Banana
Maçã
Uvas
Laranja
Kiwi
Goiaba
Melancia
Óleos e gordurasMargarina
Óleo de canola
Óleo de girassol
Óleo de milho
Óleo de soja
Coco e derivadosAçúcar de coco
Água de coco
Verduras e saladas
(folhas e legumes)
Araruta
Batata
Batata doce
Beterraba
Cará
Inhame
Mandioca (aipim, macaxeira)
Mandioquinha
Yacon
Temperos e molhosMolhos prontos vendidos no mercado muitas vezes contém muitos carboidratos por porção, fique atento.
LeguminosasFeijão (todos os tipos)
Grão de bico
Lentilha
Soja
GrãosTodos os grãos, em qualquer forma, integrais ou não, como:   Amaranto
Arroz
Aveia
Centeio
Cevada
Granola
Milho
Quinoa
Trigo

Para facilitar a visualização, separamos a tabela em alimentos permitidos, moderados e proibidos.

Além de consultar a tabela acima, você também pode baixá-la numa versão otimizada para impressão neste endereço aqui: Lista completa de alimentos permitidos da dieta cetogênica.

Alimentos Cetogênicos — Observações Importantes

Você pode reparar que, na tabela, nós não mencionamos nada a respeito das bebidas.

O resumo prático sobre as bebidas é o seguinte.

Primeiro, note que sucos naturais, de caixinha ou em pó estão todos vetados.

Pois todos eles tendem a ser ricos em açúcares.

Um suco como o Clight zero açúcar pode ser consumido, porém aconselhamos  moderação — devido à grande quantidade de adoçantes artificiais.

Este é o mesmo raciocínio que empregamos com relação aos refrigerantes: não consuma aqueles cheios de açúcar, e tente não encarar os light, diet ou zero como “liberados”.

Já sobre as bebidas alcoólicas, saiba que o álcool não necessariamente tira você da cetose.

Porém, ele paralisa momentaneamente a queima de gorduras.

Pois, para o seu corpo, o álcool é uma toxina — e é prioridade para seu organismo se livrar desse veneno.

Não vamos nos alongar muito aqui, pois entrarmos em detalhes sobre bebidas e a dieta cetogênica num outro artigo.

Basta saber que bebidas alcoólicas com carboidratos estão proibidas (como é o caso da cerveja, por exemplo).

E que vinhos, e alguns destilados, são baixos em carboidratos.

E podem ser consumidos em caráter ocasional.

Por fim, como sabemos que a lista de alimentos permitidos e proibidos na dieta cetogênica ficou bem extensa, preparamos para você uma versão da lista em pdf: bonita, grátis e pronta para imprimir:

Se você preferir, também é possível ter acesso a um cardápio completo para 147 dias de dieta cetogênica (+ livro de receitas) que nós mesmos preparamos.

Ter acesso a esse material vai acelerar seus resultados, pois você não terá dúvidas sobre o que comer ao longo da sua jornada cetogênica.

Para que você entenda o que é um “cardápio cetogênico”, preparamos um exemplo de 7 dias de cardápio abaixo — confira como este estilo alimentar é gostoso e fácil de seguir.

Cardápio–Exemplo 7 Dias De Dieta Cetogênica

Imagem contendo Cardápio Exemplo Para 1 Dia De Dieta Low-Carb Ou Cetogênica
Cardápio Exemplo Para 1 Dia De Dieta Low-Carb Ou Cetogênica

Este é um exemplo de cardápio de uma semana para quem está seguindo um plano de dieta cetogênica.

Calculamos os nutrientes desse menu cetogênico.

E percebemos que ele fornece menos de 30 gramas de carboidratos totais por dia.

E não causa absolutamente nenhuma deficiência nutricional.

Segunda-feira

  • Café da manhã: Omelete com legumes variados.
  • Almoço: Bifes de contra-filé com salada de alface e tomate.
  • Jantar: Sobrecoxa assada com pele e sopa nutritiva de couve.

Terça-feira

  • Café da manhã: Bacon e ovos.
  • Almoço: Carne moída com abobrinha e salada mista (folhas, tomate, pepino).
  • Jantar: Lasanha de berinjela low-carb ou o que sobrou das outras refeições.

Quarta-feira

  • Café da manhã: Queijadinha low-carb.
  • Almoço: Bisteca de porco frita na manteiga com mix de vegetais refogados (berinjela, abobrinha, abóbora, jiló, couve, etc).
  • Jantar: Coxa de frango com pele e espinafre com molho branco.

Quinta-feira

Sexta-feira

Sábado

Domingo

Cardápio-exemplo de 7 dias para a dieta cetogênica — Observações Importantes

Este cardápio é apenas um exemplo das inúmeras combinações de alimentos saborosos e nutritivos que vão te permitir emagrecer com a dieta cetogênica.

Lembrando que você é livre para alterar os alimentos, inserindo outros alimentos cetogênicos que estejam mais de acordo com a disponibilidade dos alimentos, das suas restrições alimentares, e dos seus gostos pessoais

Por exemplo, se você não lidar bem com leite e seus derivados, é possível fazer uma dieta completamente sem laticínios.

Se você gosta muito de vegetais, existem alguns legumes e folhas que podem ser consumidos praticamente à vontade na dieta cetogênica.

Aliás — falando em vegetais — é possível até mesmo seguir uma dieta baixa em carboidratos vegetariana.

Sem contar as outras inúmeras opções de refeições que você pode fazer como substituição ao café da manhã — como pães low-carb.

Outras opções de almoço e jantar — como tortas salgadas, sopas e caldos, por exemplo.

E mesmo como sobremesa.

Pode ser bastante coisa pensar em tudo isso — foi por este motivo que elaboramos um cardápio cetogênico Premium com direito a receitas e listas bônus.

Para facilitar a sua entrada no mundo cetogênico.

E te permitir emagrecer, melhorar a saúde, e manter os resultados depois.

>>> Conheça o material completo de dieta cetogênica que preparamos para você.

Resumindo: Até agora, você já aprendeu muito sobre dieta cetogênica!

Olha quanto progresso já fizemos hoje:

Com tudo isso, você tem as bases para iniciar a cetogênica — e ter todo o sucesso do mundo com este estilo de vida.

Porém, pode ser que ainda restem algumas dúvidas.

Neste caso, continue lendo — porque a próxima seção do texto é uma série de “perguntas e respostas” com todas as dúvidas mais comuns que os iniciantes costumam ter.

Se você tem qualquer questionamento, ele provavelmente está respondido abaixo.

F.A.Q. Cetônico: As Perguntas Mais Frequentes Sobre A Dieta Cetogênica

Nesta seção, agrupamos as principais dúvidas sobre dieta cetogênica que costumamos receber.

Leia atentamente — porque sua pergunta provavelmente está respondida abaixo.

01) Posso fazer dia do lixo na dieta cetogênica?

De maneira resumida, um dia do lixo é um dia “fora da dieta”, o que fornece algum benefício psicológico para quem sente falta de alimentos não-cetogênicos.

Você não necessariamente precisa comer “porcarias” nesse dia — basta ingerir um pouco mais de carboidratos para aumentar momentaneamente os seus níveis de hormônios da tireoide, e o seu metabolismo, por exemplo.

(Embora a ciência mostre que uma redução de hormônio T3 não seja prejudicial num contexto de dieta cetogênica.)

No entanto, fazer “dias livres” logo no começo da dieta cetogênica pode atrasar a sua adaptação, e te dar a sensação de que está “andando em círculos”, sem realmente progredir.

Inclusive por isso, a recomendação do Guia Dieta Cetogênica inclui começar com um Desafio de 30 dias sem exceções — que acelera a queima de gordura e te dá motivação e adaptação à cetogênica em tempo recorde.

No longo prazo, é claro que você pode se dar o direito de alguns dias com mais alto carboidrato.

(O chamado refeed ou realimentação de carboidratos.)

Mas, nos primeiros 30 dias, pode ser mais interessante evitar essa prática.

Sendo assim, é possível ter exceções ocasionais.

Mas é melhor que elas aconteçam após seu corpo já estar adaptado à queima de gorduras.

(O que tende a levar cerca de 4 a 5 semanas após o início da dieta.)

E desde que você não tenha nenhum quadro clínico que possa ser piorado com a ingestão de carboidratos — como diabetes ou gordura no fígado.

Resumindo: Se o seu objetivo com a dieta cetogênica é a perda de peso (e a manutenção do peso perdido), é natural contar com exceções.

Porque a saúde é um processo que visa ao longo prazo. Mais vale fazer a cetogênica 90% do tempo, e exceções nos outros 10%…

Do que fazer como a maior parte das pessoas, e comer porcarias o tempo todo.

02) Posso usar adoçante na dieta cetogênica?

Se estamos falando de café ou chá, o ideal é não adoçar.

Tomar café sem adoçar é questão de costume, e você certamente consegue melhorar seu paladar com estes 5 passos para tomar café sem açúcar.

Para receitas ocasionais, alguns adoçantes são melhores do que outros.

Fizemos um comparativo completo de todos eles neste artigo sobre os adoçantes na cetogênica.

Sendo que nós sempre preferimos os seguintes 3 adoçantes naturais: eritritol, xilitol, ou stevia.

03) Posso comer frios (presunto, salame, queijos, etc) na dieta cetogênica?

Quando falamos em frios, geralmente nos referimos a alguns tipos de carnes curadas (como presunto, rosbife, salame, dentre outras).

E também queijos diversos.

Em ambos os casos, sempre devemos optar por aqueles que sejam menos processados.

A vantagem é que, na prática, esses tendem a ser justamente os mais baixos em carboidratos.

Escrevemos sobre a questão dos embutidos, enchidos e carnes curadas (inclusive presunto e bacon) neste artigo aqui: Presunto, Salame, E Bacon Na Dieta Cetogênica.

Já os queijos queijos costumam ser liberados

A prioridade geralmente é dada para os queijos amarelos — aqueles bem curados — que tendem a ter bastante gordura, e ser baixos em carboidratos.

Muitas pessoas não lidam bem com queijos — seja devido à lactose, seja devido à caseína.

Nesse caso, pode ser interessante experimentar ficar sem queijos e outros lácteos por algum tempo.

E, se você se sentir melhor sem eles, talvez seja melhor moderar.

Mas, em termos dos nutrientes da cetogênica, tanto queijos quanto embutidos podem ser consumidos — sempre com atenção aos rótulos e ingredientes dos alimentos.

04) Posso fazer receitas na dieta cetogênica?

Sim, existem várias receitas que são adequadas a uma dieta cetogênica.

Desde as mais simples — como um rocambole de carne.

Até as mais elaboradas — como esta torta de limão.

Existem 3 maneiras principais de você ter acesso a uma infinidade de receitas cetogênicas.

A primeira é se inscrever no nosso canal do YouTube. Lá, já postamos mais de uma centena de receitas, e continuamos adicionando novas quinzenalmente.

A segunda é adquirindo o Programa Guia Dieta Cetogênica

Pois, além das aulas, do planejamento de 147 dias de refeições cetogênicas, você ainda ganha acesso bônus a centenas de receitas cetogênicas para emagrecer.

E a terceira é tendo acesso a um livro físico de receitas baixas em carboidratos.

Este é um livro “de carne e osso” (livro físico, impresso), que é entregue diretamente na sua casa, com as 120 melhores receitas para emagrecer.

Todas as receitas do livro são baixas em carboidratos, testadas e aprovadas, e ricamente ilustradas — perfeitas para você aproveitar, e/ou mesmo dar de presente.

Conheça o livro físico nesta página (comprando hoje você ganha frete grátis para qualquer lugar do Brasil).

05) Quantas refeições devo fazer por dia na dieta cetogênica?

Quantas você quiser.

Com a introdução de uma dieta baixa em carboidratos, e portanto mais focada em proteínas e gorduras (nutrientes associados a uma maior sensação de saciedade), é natural que seu apetite, aos poucos, diminua.

Por isso, você pode fazer quantas refeições desejar (uma, duas, três… mesmo 6 — embora não seja nada comum para os praticantes da dieta cetogênica comer mais do que 4 vezes ao dia).

Porque o mais importante é a qualidade dos alimentos que você come.

Muita gente faz apenas almoço e jantar (principalmente quem alia jejum intermitente com a cetogênica).

Outros tomam café da manhã, almoço e jantar.

E outros ainda inserem alguns lanches.

Mas, na realidade, você simplesmente não precisa ficar preso a horários.

A ideia de que você precisaria comer de 3 em 3 horas é simplesmente um mito que já foi desmentido pela ciência.

06) Comecei a dieta cetogênica, mas não me sinto bem. O que pode estar acontecendo?

Algumas pessoas sofrem nos primeiros dias de dieta cetogênica.

Elas relatam dor de cabeça, tontura, mal humor, mal estar…

Quase como se fosse uma gripe.

Esses sintomas são tão comuns que foram apelidados popularmente de “keto flu” — ou gripe low-carb.

Felizmente, é relativamente fácil se livrar desses sinais indesejados.

Basta adotar essas 3 medidas principais

  1. Tomar bastante água,
  2. Ingerir um pouco a mais de sal, e
  3. Não fugir da gordura natural dos alimentos (nem restringir a quantidade de alimentos).

Com esses 3 pontos, você tem tudo para passar por este período de adaptação sem sintomas ruins.

07) Preciso ficar atento com a quantidade de gordura ingerida?

Não. 

Se você estiver apenas comendo a gordura natural dos alimentos, pode consumir à vontade.

Estamos nos referindo a gorduras como:

  • pele de frango,
  • gordura da carne,
  • gema de ovo,
  • azeite para temperar a salada,

E por aí vai.

No entanto, não é nem um pouco aconselhável sair acrescentando manteiga e óleo de coco em tudo que você vê pela frente.

Na verdade, tanto o excesso de gordura quanto a falta dela caracterizam erros comuns cometidos pelos iniciantes da dieta cetogênica.

Por isso, basta comer as gorduras que a natureza oferece (e isso inclui delícias como coco, abacate, e barriga de porco).

E evitar o uso indiscriminado da gordura.

Exemplo de bom uso de gordura: usar uma colher de sopa de manteiga para fritar alguns ovos.

Exemplo de mau uso de gordura: acrescentar uma colher de sopa de manteiga em cada xícara de café que você tomar.

08) O que posso comer no café da manhã?

Esta é uma excelente pergunta, porque o café da manhã na dieta cetogênica é uma dificuldade para muitas pessoas.

Claro, você pode comer ovos e bacon — mas muita gente não consegue comer apenas isso todos os dias.

E foi pensando nisso que fizemos questão incluir diversas receitas para lanche e café da manhã em nosso livro físico de receitas low carb. Clique aqui para saber mais.

09) O leite é um alimento permitido na dieta cetônica?

Via de regra, podemos dizer que não.

O leite é um alimento relativamente rico em carboidratos.

E, por ser consumido na forma líquida, não fornece grande saciedade.

(Evitar ingerir energia na forma líquida é uma das melhores formas de emagrecer sem contar calorias — que é o que estamos fazendo nesta abordagem de dieta cetogênica.)

Alguns derivados de leite podem entrar na cetogênica (o creme de leite e a manteiga são dois exemplos disso).

Para saber mais sobre leite, derivados do leite, e dieta cetogênica, leia este artigo.

10) A dieta cetogênica também diminui a massa magra ou só gordura?

Em qualquer programa de emagrecimento, é praticamente impossível perder apenas gordura.

Isto é: o mais comum é que um pouco de massa magra e água também sejam perdidas.

Dessa forma, o ponto não é “encontrar uma dieta que só perde gordura” — mas sim minimizar a perda de massa magra enquanto se queima gordura.

Sendo que existem medidas para minimizar a perda de massa magra numa dieta.

Por exemplo, você pode praticar um esporte como a musculação, que auxilia a preservar massa muscular, e também manter bons níveis de ingestão de proteína.

Existem casos — relativamente mais raros — de pessoas que eram sedentárias, e tinham bastante peso a perder.

Ao começar a cetogênica, e aliar com uma prática como a musculação ou o CrossFit, essas pessoas tendem a perder gordura e ganhar massa magra simultaneamente

Por isso, é altamente recomendada a prática de treinos de força para otimizar ainda mais os resultados da dieta cetogênica.

É isso que vai permitir a você ficar mais definido(a), e conquistar o sonhado “Tanquinho”.

11) Então eu preciso praticar exercícios físicos para emagrecer durante esta dieta?

hiit,exercício intervalado de alta intensidade,emagrecer,saúde,músculos,esteira,treino

Não.

Exercícios físicos não são essenciais para o emagrecimento.

E você conseguirá emagrecer perfeitamente apenas se alimentando seguindo os preceitos da dieta cetogênica.

Na verdade, uma boa parte dos nossos casos de sucesso do Guia Dieta Cetogênica conseguiu resultados incríveis sem fazer atividade física alguma.

Tendo dito isso, é importante notar que as atividades físicas trazem diversos benefícios para a saúde.

Como melhora do condicionamento cardiovascular, melhora do humor, e até mesmo melhora da performance sexual (não estou brincando).

Portanto, se gosta de praticar exercícios de qualquer natureza, pratique-os à vontade.

Apenas uma observação: se você já pratica exercícios de maneira intensa, talvez sinta uma queda no desempenho nas primeiras semanas (conforme explicou o treinador Rafa Lund nesta entrevista).

No entanto, após a adaptação, você vai ter energia de sobra para treinar e mesmo competir em dieta cetogênica — como explicamos neste artigo aqui.

12) Sempre achei que frutas eram necessárias em todas dietas. Devo eliminar o consumo de todas as frutas para emagrecer com a dieta cetogênica?

As frutas, por si só, não são ruins.

O grande problema delas está relacionado à elevada quantidade de carboidratos que a maioria das frutas possuem.

No entanto, existem algumas frutas com menores quantidades de açúcares.

E que podem ser eventualmente consumidas na dieta Keto.

Algumas delas incluem o abacate, o coco e as frutas vermelhas (como o morango e o mirtilo).

Veja mais sobre frutas e dieta cetogênica.

13) Posso consumir aveia, farelo de aveia, e outros cereais (trigo integral, amaranto, etc) na dieta do cetônico?

A resposta é não.

A aveia é um alimento rico em carboidratos e portanto deve ser evitado na dieta cetogênica.

O mesmo vale para seu farelo, e para a farinha.

O fato é que os grãos no geral apresentam uma considerável quantidade de carboidratos.

E consumir esses alimentos simplesmente não é produtivo para quem deseja entrar em cetose e emagrecer.

Além disso, eles não são alimentos que estavam presentes em nossa evolução.

E que alguns grãos como o trigo pode trazer outros prejuízos à saúde.

(Que vão bem além dos carboidratos.)

Pode ser difícil se acostumar a viver sem comer pão, aveia, tapioca, arroz, feijão…

Porque isso faz muitas pessoas se perguntarem o seguinte.

Mas então, o que sobra para comer?”

Foi para responder esta pergunta que criamos o nosso programa Guia Dieta Cetogênica.

Pois ele ajuda a elucidar como ter um estilo de vida baseado na dieta cetogênica.

E conseguir emagrecer e manter o peso.

Sem jamais enjoar dos alimentos permitidos.

E sem sentir que vive uma vida de privação.

Conheça o programa completo.

14) Café e chá são permitidos na dieta cetônica?

Sim, são bebidas liberadas — desde que não sejam adoçadas.

15) Não tenho certeza sobre o que comer a cada dia, em cada refeição, durante a dieta, o que devo fazer?

Preparamos um cardápio exclusivo para 91 ou 147 dias de dieta. Maiores informações sobre ele podem ser encontradas aqui

(Juntamente com o cardápio, oferecemos alguns bônus como livros com dezenas de receitas cetogênicas, listas de compras e de alimentos permitidos, e muito mais.)

>>> Conheça o material e os bônus.

16) Feijão, lentilha e leguminosas em geral estão liberadas na dieta do cetônico?

Na dieta cetogênica, não são consumidos feijão, lentilha e outras leguminosas.

O motivo principal está associado com a presença de grande quantidade de carboidratos (além de antinutrientes) nesses alimentos.

Se você faz questão de comer esses alimentos, sugiro que procure saber mais a respeito da Dieta Slow Carb.

17) Posso comer amêndoas, oleaginosas e castanhas na dieta cetogênica?

Sim, pode.

É importante notar que esses alimentos não são “liberados” como as carnes, ovos, peixes, e vegetais.

No entanto, eles podem sim ser consumidos na estratégia cetogênica.

O amendoim — que tecnicamente é uma leguminosa —  também pode ser consumido.

É importante se atentar para as quantidades de carboidratos das oleaginosas e castanhas, pois elas variam bastante para cada tipo específico.

Por exemplo, enquanto macadâmias são bem low-carb, os pistaches já têm mais carboidratos — e a castanha de caju, mais ainda.

Ensinamos quais as melhores opções no vídeo acima.

18) Atingi um determinado peso e não consigo sair dele, como devo proceder?

https://www.instagram.com/p/Bv1vYb-gL1O/

Se você está seguindo a dieta à risca, sem exceções, e seu peso estagnou por mais de 4 semanas…

As chances são de que você está num platô de perda de peso.

Nesse caso, existem algumas estratégias úteis para sair do platô — pode ser que elas te ajudem a passar por este período.

No entanto, a maior parte das pessoas que diz estar em platô na verdade está fazendo mais exceções — e tendo menos paciência — do que provavelmente deveria.

Por isso, vale a pena refletir e analisar de perto em qual dos casos você se encontra.

19) Barrinhas de cereal, pães e biscoitos integrais, cereais matinais, goma de tapioca, podem ser inseridos nessa dieta?

11 motivos para largar o trigo e o glúten

Definitivamente esses alimentos não devem ser inseridos na dieta cetogênica.

Estes alimentos são ricos em carboidratos, e atrapalham o processo de emagrecimento e de regulação da insulina.

Não se engane: na maioria dos casos, alimentos ditos “integrais” são quase tão ruins para sua saúde e seu emagrecimento quanto suas versões tradicionais.

Inclusive, escrevemos um post completo para desmistificar a aura de saudável que a tapioca ganhou recentemente.

20) A falta de doce é o maior empecilho para meu emagrecimento. É possível comer doces na dieta cetogênica?

Felizmente, a resposta é SIM

Sendo que gostar do sabor doce não deve ser um obstáculo para você seguir a cetogênica.

Isso porque, após muitos pedidos de nossos leitores, nós criamos a Coletânea de Receitas de Sobremesas Low-Carb para Emagrecer com Prazer.

Esta é uma coletânea com mais de 59 receitas low-carb para te ajudar a não fugir da dieta nem na hora da sobremesa.

E, se você prefere livros físicos — daqueles que recebe em casa, e pode levar para a cozinha (ou para qualquer outro lugar), vai gostar deste aqui.

21) Posso / preciso tomar suplementos durante uma dieta cetogênica?

suplementos para dieta paleo aprovados pelo mark sisson

Se você tem recomendação médica para o uso de suplementos, confira com seu médico a respeito deles.

No entanto, na dieta cetogênica você não precisa de nenhum suplemento para ter nutrição máxima e qualidade de vida otimizada.

Ainda assim, alguns suplementos podem sim ser úteis — claro que dependendo do seu contexto pessoal e dos seus objetivos.

A nutri Paula Mello explicou nesta entrevista quais são alguns desses contextos em que você pode se encontrar.

E, noutro artigo, elencamos os principais suplementos que podem ser úteis na dieta cetogênica.

22) Para finalizar, o que dizer sobre dieta cetogênica e jejum intermitente?

Podemos dizer que, para muitos praticantes da dieta cetogênica, aliar essa estratégia com o jejum intermitente é algo quase que natural.

Isso acontece porque a dieta cetogênica vai ajudar naturalmente a controlar a sua fome.

Sendo assim, a necessidade de lanchinhos e de comer várias vezes ao dia tende a diminuir.

E você pode descobrir que é muito mais prático parar uma ou duas vezes por dia para comer… do que parar 5 ou 6 vezes.

Elaboramos sobre essa questão do jejum e da cetogênica no vídeo acima — que explica inclusive qual a ordem correta de organizar sua estratégia.

Dieta Cetogênica — Conclusão E Palavras Finais

Neste artigo, você teve acesso a todas as bases que precisa para começar a fazer uma dieta cetogênica de sucesso.

Pois você

  • Entendeu o que é a dieta cetogênica,
  • Aprendeu como seguir,
  • Teve acesso a cardápios, listas de compras, e listas de alimentos permitidos, e mesmo
  • Recebeu as respostas para mais de 20 dúvidas comuns de iniciantes.

Sendo que alguns leitores inclusive nos disseram que este único artigo grátis tem mais informação — e com mais qualidade — do que alguns cursos e produtos pagos que eles adquiriram sobre a dieta cetogênica.

Receber esse tipo de comentário nos enche de orgulho.

E a verdade é que você consegue ter muito resultado apenas com os nossos materiais gratuitos.

Isso inclui este guia que você acabou de ler…

Mais todos os nossos artigos publicados (são mais de 300 deles — basta clicar nos links espalhados por este artigo e ler todos).

Mais nossos vídeos no YouTube (são mais de 350 vídeos).

Mais nossas entrevistas com especialistas no podcast (mais de 75 entrevistas).

Mais nossos posts e dicas no Instagram e no Telegram.

Enfim: muito material grátis para te ajudar nessa jornada.

Por isso, será um prazer te acompanhar ao longo desta caminhada por mais saúde e emagrecimento.

Uma jornada que culmina num estado de verdadeira paz e tranquilidade — quando você não tem mais ansiedade ao redor da comida, nem dúvidas sobre o que comer, e nem medo ou preocupação com a balança.

Você simplesmente come de maneira intuitiva e descomplicada — seguindo o que internalizou da dieta cetogênica.

Parece maravilhoso, não é mesmo?

Então saiba que você não precisa passar por toda essa jornada sozinho(a).

Pois as palavras acima são partes de depoimentos de alunos do nosso programa Guia Dieta Cetogênica.

Este é um programa perfeito para quem deseja encurtar o longo (e por vezes tortuoso) caminho que leva à perda de peso e ao estilo de vida saudável.

Pois o Guia Dieta Cetogênica é um programa passo a passo, que nós criamos com muito carinho para você.

Ele é o responsável direto por centenas e centenas de casos de emagrecimento.

E ao se inscrever nesse programa você ganha acesso a um programa estruturado para emagrecer, com direito a um desafio de 30 dias para começar a emagrecer em poucos dias.

E, ao se inscrever hoje, você também recebe diversos bônus na forma de materiais como:

  • cardápios-exemplo, 
  • resumos práticos das aulas,
  • infográficos exclusivos, 
  • grupo VIP de alunos que estão fazendo o programa, 
  • tirada de dúvidas diretamente com a gente (suporte totalmente prioritário),
  • aulas VIP com especialistas (que não estão disponíveis em nenhum outro lugar) — com nutri, treinador, etc,

E muito, muito mais.

E você terá acesso a tudo isso para sempre: você se inscreve hoje no programa, e ganha acesso vitalício a todo o conteúdo Premium (e a qualquer nova atualização que fizermos).

>>> Clique aqui para saber mais e garantir sua vaga

Afinal — é um estilo de vida. E estaremos ao seu lado para o longo prazo.

Sendo assim, saiba que você tem três opções agora.

A primeira opção é não fazer nada — e continuar com os resultados que você vem tendo.

Essa é a pior opção, porque provavelmente você não está neste momento no auge dos resultados que pode colher com uma alimentação correta e otimizada.

A segunda opção é mergulhar fundo nos nossos materiais grátis.

Como falamos, tem muitos deles para você — basta clicar nos links ao longo do texto, e maratonar nosso canal do YouTube, que você vai aprender tudo o que precisa para ter resultados duradouros.

É tudo grátis — e feito para você.

E a terceira opção é pegar o atalho e acelerar seus resultados com o Guia Dieta Cetogênica.

Com ela, você conta com nosso auxílio em cada etapa do caminho.

E, com isso, faz do emagrecimento uma jornada prazerosa de transformação e evolução.

Onde, a cada dia, você está mais perto do seu objetivo do que no dia anterior.

Em qualquer das maneiras que você escolher — seja a maneira grátis, ou seja a maneira premium —  saiba que vamos ficar orgulhosos de você.

Porque qualquer ação que você tomar para melhorar sua saúde vai nos deixar felizes.

A nossa intenção ao produzir todo este material é te ajudar. 

Então se permita sentir em primeira pessoa os benefícios que esta estratégia alimentar pode te entregar.

E que só depende de você colher.

Conteúdo grátis ou programa premium, ambos funcionam.

Mas opte pela ação.

Confie na cetogênica — e comece hoje a transformar a sua vida.

Porque estaremos ao seu lado nesta jornada.

Forte abraço,
— Guilherme e Roney do Senhor Tanquinho.

260 comentários em “Dieta Cetogênica: Como Começar, Cardápio Para 7 Dias, Receitas E Lista De Alimentos Permitidos E Proibidos Na Cetogênica”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.